Ads Top

Black Friday: veja informações importantes para os marketplaces!

Se você tem um e-commerce, sabe muito bem que a Black Friday é uma das datas mais importantes do ano para as vendas.

Além desse evento, outras datas são importantes como:

  • Dia das Mães
  • Dos Pais
  • Dos Namorados
  • Natal etc.

Mas é bem possível que a Black Friday seja a data mais importante para quem vende produtos ou serviços por meio da Internet.

Esse evento ocorre sempre na última sexta-feira de novembro, e a antecipação começa bem antes.

Por isso, os resultados são excelentes, com aumento não só do volume de vendas, mas também dos lucros das empresas.

No entanto, para aproveitar bem esse momento do ano, é preciso que os e-commerces tenham uma boa estrutura de marketing e um sistema de conciliação financeira.

Dessa forma, é possível ter ótimos resultados com as vendas na Black Friday, aumentando seu ticket médio, atraindo leads para sua loja e melhorando a reputação online do seu negócio.

Se você é empreendedor que atua em lojas físicas e em marketplaces, continue a leitura e confira alguns dados importantíssimos sobre a Black Friday!

Qual o volume de vendas durante a Black Friday?

De acordo com o levantamento da Neotrust/Compre&Confie, as vendas da Black Friday de 2020 passaram de 5,1 bilhões – valor 31% maior do que o mesmo período de 2019.

Alguns outros índices gigantescos da data são:

  • Foram realizadas 7,6 milhões de compras online na Black Friday de 2020, número 24,7% maior do que o registrado na Black Friday em 2019;
  • Em alguns períodos do dia, foram mais de 5 mil pedidos por minuto;
  • O tíquete médio neste ano foi de R$ 668,70, 5,1% maior do que o registrado no mesmo período de 2019.

E para este ano, quais são as perspectivas?

De fato, o ano de 2020 foi um momento atípico da história da humanidade.

Nunca tantas pessoas estiveram em casa ao mesmo tempo para consumir.

Apesar disso, a perspectiva é de que em 2021 a Black Friday continue crescendo, mas com uma condição: diferentemente dos anos anteriores, os consumidores devem exigir mais praticidade e serem mais criteriosos quanto à experiência de compra.

Assim, serão priorizadas as marcas que se posicionam em causas como proteção ao meio ambiente e sociais.

Por isso, é tão importante que as empresas busquem meios para melhorar seus negócios.

Quanto é pago em taxas durante a Black Friday?

A taxa paga durante a Black Friday varia de acordo com o marketplace utilizado.

Alguns possuem taxas fixas e outras variáveis, de acordo com a categoria do produto vendido.

Por exemplo, o custo da Magazine Luiza Marketplace possui uma taxa variável, entre 10% e 20%, de acordo com a categoria do produto.

No caso da plataforma, esportes e fitness têm uma taxa de 11%, enquanto para calçados, roupas e bolsas é de 13%.

Essas taxas podem variar de acordo com a necessidade de adiantamentos de repasses e, quanto maiores forem as “vitrines”, maiores tendem a ser as taxas.

Isso quer dizer que quanto maior for sua lista de produtos adicionados ao marketplace, maior pode ser a taxa que você paga.

Mesmo assim, para muitos negócios, o marketplace continua sendo uma excelente forma de fazer negócio, tendo em vista que não precisam fazer os altos investimentos para se criar um site e ainda aproveitam o alto volume de visitantes de um determinado marketplace para realizar a venda.

Para você ter uma ideia, em 2020, o Magazine Luiza Marketplace atingiu a marca de R$43,5 bilhões em vendas, e somente no mês de agosto o site registrou 44,8 milhões de visitas.

Além disso, em alguns casos, o valor do frete pode ficar ao encargo do marketplace, melhorando as condições para o vendedor.

Apesar disso, a questão dos custos e taxas pode ser algo muito complexo e prejudicar o desenvolvimento do negócio do vendedor.

Por isso, é tão importante investir em um bom sistema de conciliação financeira e ter controle do lucro líquido da sua empresa.

A questão dos estornos

Você que possui um e-commerce precisa conhecer o chamado direito ao arrependimento.

Ele dá ao cliente a possibilidade de devolver em até sete dias qualquer produto ou serviço comprado fora do estabelecimento comercial.

Esse valor corresponde a uma parcela variável que depende muito do tipo de negócio e produto oferecido.

De qualquer forma, é imprescindível que o vendedor tenha controle sobre essas informações para não se perder financeiramente.

Muitas vezes, após recebido o produto, o cliente decide devolver e se arrepende da compra. Se você não tiver o controle desse fluxo de caixa, isso pode comprometer de forma grave suas finanças.

Por meio da conciliação financeira automática, você terá mais controle desse período do direito ao arrependimento para conseguir se planejar melhor.

Além disso, caso haja algum estorno, fica muito mais fácil realizá-lo por meio de um software do que manualmente em uma planilha.

Usar conciliação financeira automática é uma nova vida!

O post Black Friday: veja informações importantes para os marketplaces! apareceu primeiro em E-Commerce Brasil.

Na próxima semana farei mais um review com depoimento e resenha sobre Black Friday: veja informações importantes para os marketplaces!. Espero ter ajudado a esclarecer o que é, como usar, se funciona e se vale a pena mesmo. Se você tiver alguma dúvida ou quiser adicionar algum comentário deixe abaixo.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.