Ads Top

Marketing de conteúdo para impulsionar o faturamento do seu e-commerce

O marketing de conteúdo para e-commerce pode ser considerado como uma das peças-chave na busca por atrair mais visitantes e convertê-los em clientes. Por isso, vou abordar neste texto como a sua loja virtual pode começar a criar e divulgar conteúdos que aumentem o número de vendas e, consequentemente, impulsionem o seu faturamento.

Como surgiu e o que é marketing de conteúdo

Com a globalização da internet e a grande disseminação das mídias sociais, a população passou a ter mais acesso a informações, mais possibilidades para expressar suas opiniões e compartilhar suas experiências.

Por isso, o marketing tradicional, feito por propagandas de rádio, televisão, revistas e outdoors, teve que se reinventar. Se antes as pessoas consumiam essas publicidades constantemente, com o avanço da tecnologia, elas perceberam que tinham a possibilidade de escolher o que iriam assistir e consumir. Assim, a qualidade dos conteúdos e propagandas produzidas pelas empresas passou a ter uma relevância muito maior, surgindo o marketing de conteúdo.

Dessa forma, essa modalidade de marketing tornou-se grande aliada para as empresas se estabelecerem como autoridade em seus nichos do mercado — por meio da criação de conteúdos ricos e relevantes para o seu público-alvo.

Durante a conversão de vendas gerada pelo marketing de conteúdo, os consumidores passam pela jornada do cliente (que envolve os processos de atração, conversão, compra e encantamento). Ou seja, visitantes podem se tornar consumidores, depois clientes fiéis e, por fim, divulgadores da marca.

Portanto, é essencial saber da grande importância desse tipo de marketing.

Práticas do marketing de conteúdo para aplicar no seu e-commerce

Um marketing de conteúdo para e-commerce de excelência deve trazer conteúdos de qualidade, que são do interesse dos consumidores e que respondem dúvidas e solucionem dores do seu nicho de mercado. Assim sendo, você pode aplicar algumas estratégias poderosas em sua loja virtual. Veja algumas:

Definição da persona

O primeiro passo para começar a produzir conteúdo para o seu e-commerce é definir a persona da sua empresa. É a persona que vai direcionar o rumo das estratégias, dos tipos de mídias que serão produzidas, da linguagem, dos assuntos, entre tantos outros aspectos importantes.

A delimitação desse perfil deve ser feita criando um personagem fictício do cliente ideal da sua loja virtual. Isso deve ser feito de acordo com pesquisas realizadas com os consumidores e com a ajuda da sua equipe de colaboradores. Essa persona deve possuir nome, idade, profissão, hobbies, desejos, sonhos, necessidades e, até mesmo, foto.

Definição dos formatos de conteúdo

Após a definição da persona, é essencial que você analise e estabeleça quais são os formatos de conteúdo que o seu e-commerce produzirá. Esse fator dependerá diretamente do perfil dos seus clientes e do tipo de produto que a sua loja oferece.

Você pode investir em blog, e-books, e-mails, palestras, artigos ou redes sociais. Inclusive, dentro dessas mídias sociais, você deve escolher qual faz mais sentido para sua loja. Um e-commerce de roupas voltadas para adolescentes, por exemplo, pode investir mais em produções para o Tik Tok, Instagram e Pinterest, formatos adorados pelo público jovem.

Não é preciso — e talvez nem seja possível — produzir para todos os canais de comunicação. Porém, o ideal é que você invista em conteúdos em canais diferentes. Assim, a sua marca poderá estar presente em diversos momentos da vida dos seus clientes.

Seleção de temas

Assim como os dois tópicos anteriores, a seleção dos temas está totalmente ligada com a persona e com os formatos de conteúdo que o seu e-commerce irá produzir. Não precisa definir exatamente todos os temas que os seus conteúdos abordarão. Porém, é essencial que você delimite os rumos que as produções terão.

Por exemplo, se o seu e-commerce vende acessórios femininos, você pode decidir que o temas dos conteúdos estarão em torno de dicas de como combiná-los com looks, fotos de famosas usando acessórios parecidos com os que você vende e posts informativos sobre os materiais utilizados na fabricação das peças.

Criação de cronograma

Após a seleção de temas, é essencial que a equipe de marketing do seu e-commerce determine o cronograma de como será a programação dos conteúdos. O Instagram da marca terá posts todos os dias ou 3 vezes por semana? Os posts do blog serão publicados uma vez por semana ou a cada 15 dias? São definições que serão tomadas levando em consideração fatores, como: canal de divulgação, tipo de conteúdo, disponibilidade para produção, entre outros.

Observação e acompanhamento da concorrência

Outro ponto muito importante durante a criação de conteúdo para e-commerce é a análise e o acompanhamento do que empresas concorrentes estão produzindo. Atenção! Não estamos falando de plágio!

Com essa ação, você não irá copiar, mas sim perceber o que está funcionando na concorrência e pensar como você pode aplicar no seu e-commerce, mas com a “cara” da sua marca. Além disso, também é muito útil para refletir o que a sua loja pode oferecer de diferencial em relação aos seus concorrentes.

Atenção às tendências

As empresas, principalmente as que lidam com o mundo online, devem estar sempre atentas às novas tendências para manter a sua marca relevante e atualizada.

Diante disso, sugiro acompanhar constantemente sites e blogs que reúnem e divulgam assuntos inovadores para o seu nicho de mercado. Outro material interessante de acompanhar são sites e marcas gringas. Isso porque geralmente as grandes tendências acabam aparecendo primeiro nos Estados Unidos ou na Europa.

Contratação de profissionais adequados

Para realizar o Marketing de Conteúdo para e-commerce com êxito, é primordial que a sua loja virtual tenha pessoas treinadas e capacitadas para planejar e produzir conteúdos incríveis e relevantes. Por isso, invista em profissionais ou agências adequadas e especializadas no assunto.

Utilize técnicas de SEO

Durante a produção do marketing de conteúdo para e-commerce é fundamental levar em conta as técnicas e diretrizes de SEO. Se você ainda não conhece, SEO é a sigla para o termo em inglês Search Engine Optimization. Refere-se a um conjunto de estratégias que tem como objetivo otimizar os conteúdos para que eles sejam bem ranqueados nas buscas do Google.

Portanto, não deixe de procurar especialistas ou empresas que utilizem essas técnicas em suas produções.

Divulgue esses conteúdos

Depois de produzir os conteúdos é crucial que haja uma boa divulgação. Afinal, se o seu e-commerce possui materiais úteis e ricos para oferecer para seus clientes, nada mais justo do que promovê-los.

Se um e-commerce de decoração infantil produziu um guia para ajudar pais e mães a decorarem quartos de bebês, por exemplo, esse material pode ser divulgado por e-mails marketing, mídia paga e posts nas redes sociais. Assim, ele alcançará um público ainda maior, promovendo captação de leads e, futuramente, aumentando na conversão de vendas.

Marketing de conteúdo: aliado para o seu e-commerce

Após essas dicas, deu para perceber a gigante relevância do marketing de conteúdo para e-commerce e como ele pode impulsionar as suas vendas.

O grande segredo da sua utilização é sempre levar em consideração a sua persona, o seu negócio e as estratégias e objetivos que você quer traçar para o seu e-commerce.

O post Marketing de conteúdo para impulsionar o faturamento do seu e-commerce apareceu primeiro em E-Commerce Brasil.

Na próxima semana farei mais um review com depoimento e resenha sobre Marketing de conteúdo para impulsionar o faturamento do seu e-commerce. Espero ter ajudado a esclarecer o que é, como usar, se funciona e se vale a pena mesmo. Se você tiver alguma dúvida ou quiser adicionar algum comentário deixe abaixo.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.