Ads Top

Como escolher bons consultores para o seu negócio

A pandemia trouxe aos comerciantes uma “transformação digital” forçada. Muitos desses negócios e seus empreendedores não estavam preparados, e tiveram que navegar por um novo mundo sem qualquer familiaridade.

Com as lojas fechadas, o único canal de venda disponível foi a loja virtual. Foram mais de 107 mil lojas virtuais criadas em apenas dois meses, e um crescimento de 81% somente em abril se comparado ao mesmo mês do ano anterior.

Com esse crescimento, muitos negócios recorreram aos consultores de e-commerce para que tivessem essa jornada simplificada. Assim como em qualquer mercado, com a alta demanda, os bons profissionais acabam se misturando aos oportunistas, ficando cada vez mais difícil para os empresários identificarem aqueles que realmente somarão ao negócio.

Por isso, convidei três consultores consolidados no mercado, que estão à frente dos projetos de consultoria das maiores marcas do país como: Bauducco, Sephora, Ambev, Arezzo&CO, Chilli Beans, Habib’s, Eletrolux, entre outras. São eles: Gabriel Lima da Enext, Marcelo Cherto da Cherto Consultoria e Rodrigo Maruxo da Maruxo Consultoria.

Fiz apenas uma pergunta: na sua opinião, quais são os três principais critérios importantes na hora de escolher um bom consultor para meu negócio?

Gabriel Lima

Um dos pontos importante levantados pelo Gabriel foi o controle de qualidade. “O padrão de qualidade da consultoria deve ser maior ou igual ao da empresa contratante”.

Pelo envolvimento em dados sensíveis da empresa em que estão atuando, outro ponto importante levantado foi a segurança da informação. Para Gabriel, os consultores ou a consultoria contratada precisa ter “elevados padrões de segurança da informação”. Além disso, o “projeto deve ter começo meio e fim, um processo de transferência de conhecimento. Se não tiver isso, é mais barato contratar um funcionário”.

Por último, uma experiência prévia e de alta complexidade em diferentes cenários faz toda a diferença na hora de escolher um consultor ou uma consultoria. Para Lima, é necessário que exista “conhecimento reconhecido de sucesso em projetos complexos”.

Marcelo Cherto

A experiência comprovada foi um dos pontos levantados também pelo Marcelo Cherto. “Em primeiro lugar, a experiência comprovada no tipo e projeto específico de que se trata. E os resultados atingidos”.

É muito importante não só estudar a consultoria, mas os cliente e as marcas em que ela participou ativamente de projetos. Essa opinião sobre a forma como o projeto foi conduzido é primordial para que você tenha sucesso na relação com seu consultor ou consultoria.

Um ponto importante levantado pelo Marcelo está ligado ao que ele se referiu como “projetos pré-prontos”. Na visão dele, o segundo ponto importante é: “se colocar no lugar de cada cliente, propondo uma solução específica. Detesto a ideia de projetos pré-prontos, de prateleira. Não suporto quem já vem com uma solução antes mesmo de entender o problema”.

Uma das características importantes de um bom consultor, na opinião de Cherto, é sua capacidade de entendimento e aprofundamento em cada negócio, com base em suas experiências anteriores. “Em terceiro lugar, mas não menos importante, saber fazer as perguntas certas para as pessoas certas”, o que só é possível com um alto nível de maturidade em negócios.

Rodrigo Maruxo

O consultor é um empreendedor. Ele precisa obter sucesso em sua própria consultoria para então poder auxiliar outros negócios. Na visão de Maruxo, “o consultor deve te ajudar a ter sucesso. Se o consultor não tiver maturidade de negócios que ajude-o a ter sucesso em sua própria consultoria, desconfie se ele está apto a ajudar no sucesso da sua empresa”.

Na prática, a teoria é outra, e esse foi um dos pontos máximos da conversa com Maruxo. Ele acredita que “os melhores consultores conhecem a teoria, mas efetivamente devem dominar a prática. Prefira consultores com experiência comprovada de mercado naquilo que se propõem a te ajudar. Na hora do aperto, um consultor com bagagem não vai te deixar na mão”.

Um bom consultor é um guia, mas a pessoa que mais conhece sobre o seu negócio é você. Por isso, na visão de Maruxo: “o bom consultor não deve ter a pretensão de te ensinar sobre seu próprio negócio (caso já tenha um negócio há um tempo), mas deve focar em como te ajudar a prosperar com ele nos meios digitais, trazendo novos pontos de vista e informações relevantes para a construção do seu sucesso”.

Finalizo este artigo dizendo que você só pode ser guiado por quem conhece o caminho. Portanto, evite “receitas de bolo” e “planos milagrosos”. O sucesso de um negócio é a soma de pequenos acertos ao longo do tempo. Assim, tenha carinho com tudo aquilo que já construiu até aqui e escolha para caminhar do seu lado consultores e consultorias que já tenham construído bons resultados em outros negócios.

O post Como escolher bons consultores para o seu negócio apareceu primeiro em E-Commerce Brasil.

Na próxima semana farei mais um review com depoimento e resenha sobre Como escolher bons consultores para o seu negócio. Espero ter ajudado a esclarecer o que é, como usar, se funciona e se vale a pena mesmo. Se você tiver alguma dúvida ou quiser adicionar algum comentário deixe abaixo.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.