Ads Top

Pix e boleto parcelado: por que oferecer no seu negócio?

O Brasil passa por uma verdadeira revolução nos meios de pagamentos. Impulsionado pela pandemia, o sistema financeiro se modernizou ao mesmo tempo que a demanda dos usuários foi se adaptando às tendências tecnológicas. Foi assim que, em dois anos, o Pix – antes inexistente – se tornou o meio de pagamento mais utilizado no país, ultrapassando os tradicionais cartões de crédito e débito. De acordo com o Banco Central, foram 1,6 bilhão de transações apenas em março de 2022, um recorde.

Ainda assim, outros meios de pagamento possuem volumes expressivos e não podem ser negligenciados. E um deles é o boleto bancário, modelo criado em 1993 e ainda utilizado por grande parte da população. Tanto que, também em março de 2022, foram 311 milhões de transações utilizando essa modalidade de pagamento.

Pix e boleto bancário possuem características próprias, embora algumas sejam semelhantes. A principal, talvez, seja a possibilidade de evitar o uso do cartão de crédito para fazer pagamentos. Entretanto, enquanto o Pix depende de uma conta corrente ou crédito em fintech para operar, o boleto permite compras ainda com dinheiro físico, com pagamento feito no caixa.

Para o comércio virtual, o fato é que nenhum dos dois modelos pode ser deixado de lado. Ao contrário, oferecer tais modalidades de pagamento é um diferencial e pode representar a diferença entre uma venda concluída de uma oportunidade de venda frustrada. Afinal, quanto mais opções de pagamento o e-commerce oferecer, maior será o êxito. Ou seja, bom para o comerciante e bom para o cliente.

Boleto bancário no e-commerce

No caso do pagamento por boleto bancário, há ainda uma oportunidade que não é muito explorada nas lojas online. Trata-se da possibilidade de vendas por meio de boletos parcelados. É uma opção para quem não possui cartão de crédito, mas precisa dividir a compra em parcelas.

Há algumas maneiras distintas de uma loja virtual oferecer a modalidade de boleto parcelado: o parcelamento pode ser feito através da própria loja virtual – credenciada a alguma instituição financeira – ou pelo próprio usuário, através do internet banking da sua conta ou de alguma fintech na qual tenha cadastro.

Pix, boleto parcelado ou cartão de crédito?

Ao oferecer a oportunidade de parcelamento da compra na loja virtual, é importante mostrar ao consumidor a diferença entre as modalidades. E a principal delas está na taxa de juros. O Pix parcelado, por exemplo, ainda não está regulamentado no Brasil, mas algumas instituições financeiras já oferecem a possibilidade.

Mas, ao contrário do cartão de crédito – que para o usuário não há acréscimo de juros se o pagamento for feito em dia -, no Pix a cobrança existe. O Santander, por exemplo, inicia com taxas a partir de 3,09% ao mês. Nesse caso, a parcela é debitada automaticamente da conta corrente do usuário, que ainda poderá pagar juros do cheque especial, caso não haja saldo disponível na data do pagamento.

O mesmo ocorre no boleto bancário, que também funciona por meio de juros nas parcelas, além da possibilidade de multa no caso de o pagamento não ser feito em dia. Mas, ao contrário do Pix, que tem débito em conta automático, o boleto exige pagamento do usuário de forma individual. Caso o compromisso não seja efetuado, o usuário está passível de mais juros e multa, além da negativação do nome por instituições protetoras de crédito, como SPC e Serasa.

Como oferecer diferentes modalidades de pagamento no e-commerce?

É muito importante que o sistema da loja virtual esteja integrado a soluções de gestão de cobranças. Preferencialmente, a automação deve estar disponível em API, para que haja uma integração fácil e sem complicações com a loja virtual utilizada.

Além de oferecer a possibilidade de pagamento por boleto, Pix ou cartões de débito e crédito, as automações de cobrança auxiliam na organização dos fluxos de caixa, além de permitirem situações diferenciadas, como aplicação de descontos, multas e juros.

Quais modalidades de pagamentos você oferece?

Pix e boleto parcelado já são modalidades de pagamentos disponíveis na sua loja virtual? E como está a aceitação dos clientes? Conte para nós!

Leia também: Pix vs boleto: quem está ganhando mais espaço nos hábitos do brasileiro

O post Pix e boleto parcelado: por que oferecer no seu negócio? apareceu primeiro em E-Commerce Brasil.

Na próxima semana farei mais um review com depoimento e resenha sobre Pix e boleto parcelado: por que oferecer no seu negócio?. Espero ter ajudado a esclarecer o que é, como usar, se funciona e se vale a pena mesmo. Se você tiver alguma dúvida ou quiser adicionar algum comentário deixe abaixo.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.