Ads Top

Dez dicas de otimização de SEO para marketplace

Você já deve saber como é importante posicionar as páginas da sua loja virtual no topo do Google com SEO para e-commerce. O que nem todo lojista sabe é que é possível também adotar estratégias de SEO para marketplace e alcançar os primeiros lugares do buscador.

Os marketplaces são grandes canais de vendas, reconhecidos no mercado, com grande visibilidade e autoridade de domínio. Eles já investem em técnicas de usabilidade, como otimização para mobile e velocidade, que ajudam a posicionar bem as suas páginas nas buscas, tanto no mecanismo de busca do Google quanto nas pesquisas internas da plataforma.

Fique por dentro das principais dicas de como fazer SEO para marketplace.

Mas você também pode impulsionar as suas páginas de produto em marketplaces até os primeiros lugares das buscas. Embora você não tenha autonomia para mexer na estrutura da loja, é possível aplicar algumas boas práticas de SEO on page e off page.

Acompanhe agora para aproveitar as melhores dicas de SEO para marketplace.

1. Tenha uma boa reputação no marketplace

Um dos principais segredos do SEO para marketplace é ter uma boa reputação na plataforma. A otimização para buscadores é, antes de tudo, melhorar a experiência do usuário. Por isso, se você oferece uma boa experiência de compra aos clientes, tende a ganhar boas posições nas buscas.

Isso fica evidente nas avaliações que os clientes deixam sobre a loja e os produtos e que revelam a sua reputação no marketplace. Elas aparecem tanto na própria plataforma quanto nas pesquisas por produtos no Google.

Os sistemas de busca tendem a priorizar lojas e produtos com notas mais altas, e isso influencia também no interesse do usuário em clicar ou não no link para a sua página. Afinal, as pessoas buscam lojas com boa reputação, que inspirem confiança para a compra.

2. Utilize palavras-chave estratégicas e variações

Nos marketplaces, você tem limitações para mexer no SEO técnico da plataforma. Então, a principal mira do SEO para marketplace é o conteúdo da página.

Por isso, é importante focar na otimização para as palavras-chave que estão na sua mira, para que elas apareçam em elementos importantes da página, como o título, a descrição e a URL. Quando você conseguir indexar as páginas para esses termos, elas podem aparecer nas pesquisas dos usuários que têm essa intenção de busca.

Porém, cuide para não repetir insistentemente a palavra-chave na página do produto. O ideal é focar na sua palavra-chave principal, mas também usar variações, sinônimos e termos semelhantes, que compõem o seu campo semântico para melhor indexação pelo Google.

3. Utilize um título claro e descritivo

O título pode ser o primeiro contato do cliente com a sua página de produto, tanto no Google quanto nas buscas internas da plataforma.

É a frase que deve resumir o que o consumidor vai encontrar naquele link e persuadi-lo a clicar. Se você ganhar vários cliques na página de resultados, os sistemas de busca entendem que você oferece o que os consumidores buscam quando digitam aquela palavra-chave. Mais pontos no SEO para você!

Além disso, o título é um dos principais elementos que o Google analisa para indexar uma página. Por isso, é importante que a principal palavra-chave do conteúdo apareça aqui, de maneira que o algoritmo entenda o assunto da página e indexe corretamente para as buscas por aqueles termos.

Então, crie um título que deixe claro que produto aquela página vende, com suas principais características e especificações. Dentro do limite de caracteres, procure informar o que é mais relevante para o consumidor saber, como marca, descrição, linha de produto, material, cor, tamanho e quantidade.

4. Escreva a descrição do produto

A descrição do produto é um dos principais elementos que você pode explorar no SEO para marketplace. Nesse campo, aproveite para descrever bem o produto, com clareza para o consumidor – e um toque de persuasão.

Esqueça as descrições que os próprios fabricantes utilizam, porque elas são usadas por vários outros vendedores. Escreva com as suas palavras, para tornar o texto mais interessante e persuasivo, e inclua a palavra-chave e as variações que você deseja fortalecer, a fim de chamar a atenção do Google.

5. Complete todos os dados e especificações técnicas

Páginas com dados completos tendem a ganhar mais atenção do consumidor, que pode se informar melhor, e mais visibilidade nos resultados das pesquisas.

Afinal, tanto o Google quanto as plataformas de marketplace querem oferecer a melhor experiência de compra ao cliente. Por isso, lojas com informações completas tendem a ganhar prioridade.

Por isso, preencha todos os dados do produto e suas especificações técnicas, como tamanho, peso, cores e materiais. Geralmente, os marketplaces trazem esses campos pré-configurados, mas, se for possível e necessário, adicione outras informações que forem importantes para o consumidor.

6. Responda às perguntas dos clientes

Muitas plataformas de marketplace, como Amazon, Shopee e Mercado Livre, oferecem uma seção de perguntas e respostas dos clientes. Ali, você pode tirar dúvidas sobre seus produtos, embora outros usuários também possam fazer isso.

Trata-se de uma forma de deixar sua página de produto ainda mais completa e, portanto, oferecer uma melhor experiência de compra aos clientes. Além disso, você demonstra para a plataforma que a loja está ativa e se importa com um bom atendimento, o que ajuda a ganhar mais visibilidade nos resultados das buscas.

7. Otimize as imagens do produto

Explore a possibilidade de incluir fotos e vídeos dos produtos para conquistar o consumidor. Boas imagens – com boa iluminação, ambientação, vários ângulos e sugestões de uso – são extremamente persuasivas no e-commerce e ajudam o cliente a tomar sua decisão de compra.

Para ajudar no SEO, é importante também otimizar os elementos da imagem, como o nome do arquivo e o texto alternativo, caso o marketplace permita essa edição. Nesses campos, aproveite para explorar sua palavra-chave.

Além disso, os vídeos, especialmente, podem dar mais destaque às páginas nos resultados das buscas, porque as plataformas sabem que os usuários gostam de ver vídeos de produtos. Eles podem trazer demonstrações dos produtos e mostrá-los em uso, para ter mais persuasão.

Tenha atenção especial à foto principal do produto, que aparece junto ao título e ao preço nos resultados das buscas. Essa imagem é determinante para o cliente decidir se vai clicar ou não no seu link. E quanto mais cliques você receber, mais o algoritmo de busca entende que o seu produto e a sua loja são relevantes.

8. Utilize URLs descritivas e amigáveis

A URL é uma informação importante, tanto para os robôs dos buscadores quanto para os usuários. Eles querem saber o que vão encontrar naquele link que estão prestes a acessar. Por isso, é essencial ter uma URL descritiva sobre o conteúdo da página, inclusive com a palavra-chave principal.

As plataformas de marketplace costumam usar uma estrutura de URL amigável, sem aqueles códigos que não dizem nada. Muitas utilizam o título do produto para compor a URL da página. Então, se você criou um bom título, já deve ter uma URL amigável. Mas, se for possível editar esse campo, aproveite para torná-lo ainda mais eficiente.

9. Conquiste links de outros sites e blogs

SEO para marketplace não é apenas on page. Você também pode trabalhar o SEO off page com estratégias de link building, que visam a conquistar backlinks para as suas páginas de produto nos marketplaces.

Isso pode acontecer naturalmente, se outros sites e blogs gostarem dos seus produtos e quiserem recomendá-los. Mas você também pode fazer um trabalho ativo de negociação com outras páginas para que elas incluam links para os seus produtos. Assim, você atrai um público novo e ainda mostra ao Google que seus produtos são populares.

10. Ofereça descontos

Descontos são atrativos para os consumidores, que gostam de aproveitar uma boa oportunidade. É claro que o Google e os marketplaces sabem disso e tendem a priorizar, nos resultados das buscas, as páginas de produtos que oferecem vantagens aos compradores.

Por isso, inclua descontos no seu planejamento de vendas e de SEO para marketplace. Mas cuidado na hora de fazer promoções: os descontos precisam ser bem planejados para não prejudicar a saúde financeira do e-commerce.

Enfim, perceba que existem várias estratégias de SEO para marketplace que você pode aplicar na sua loja. Não espere apenas a plataforma fazer o trabalho de otimização. Faça também a sua parte com boas descrições, títulos, palavras-chave, imagens e, é claro, uma boa experiência para os seus clientes.

Toda estratégia de SEO deve começar com um diagnóstico do cenário atual da sua empresa em relação à otimização para buscadores. Faça uma auditoria, veja as oportunidades de melhoria e coloque em prática!

Leia também: Como otimizar um site de e-commerce com técnicas de SEO para aumentar o lucro

O post Dez dicas de otimização de SEO para marketplace apareceu primeiro em E-Commerce Brasil.

Na próxima semana farei mais um review com depoimento e resenha sobre Dez dicas de otimização de SEO para marketplace. Espero ter ajudado a esclarecer o que é, como usar, se funciona e se vale a pena mesmo. Se você tiver alguma dúvida ou quiser adicionar algum comentário deixe abaixo.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.