Ads Top

Qual é o papel do marketplace na estratégia de diversificação de canais

Criar diversas fontes de receita é fundamental para ter tranquilidade financeira em seu e-commerce. Por isso, além da própria infraestrutura digital, vale investir nos grandes shoppings de venda online, também conhecidos como marketplace. Esse canal promete trazer milhares de leads qualificados e prontos para a compra.

Isso significa que tal ambiente é especialmente útil para captar clientes e depois fidelizá-los por meio de um atendimento de qualidade e uma boa experiência de compra. Assim, é importante conhecer um pouco mais sobre essa modalidade e as possibilidades que ela oferece. Veja, a seguir, como funciona um marketplace e como ele pode alavancar sua loja online!

Neste artigo, o autor aborda o funcionamento de um marketplace e como ele pode alavancar sua loja online.

Como funciona a venda em marketplace de terceiros?

Nesse modelo de negócios, existem três agentes principais: os clientes, o proprietário do marketplace e os lojistas que utilizam esse espaço digital. Isso significa que cada parte é responsável por uma etapa específica do negócio.

Os lojistas oferecem seu estoque, o atendimento e o envio dos produtos, enquanto que o proprietário do marketplace fica responsável pelo marketing, as soluções de pagamento, a hospedagem do site e toda a intermediação da venda. Tal infraestrutura permite que os clientes tenham acesso a uma grande variedade de itens, tornando esse formato ainda mais atrativo para o público.

Quais são as principais marcas com marketplace próprio?

Existem muitas marcas que decidiram investir em um marketplace próprio e que hoje são bem conhecidas no mercado. Por exemplo, se você quiser utilizar o nome das Lojas Americanas para vender seus produtos, pode cadastrá-los na plataforma e realizar a venda por meio do marketplace dela.

Além dela, muitas outras empresas conhecidas possuem suas próprias plataformas e, várias delas, oferecem a você a possibilidade de vender por meio dos marketplaces. Entre as que merecem destaque estão Magazine Luiza, Mercado Livre, Amazon e a OLX. Agora, será que vale a pena utilizar esse recurso ou desenvolver seu próprio marketplace? Continue a leitura e descubra!

Quais são as vantagens de vender nesses marketplaces?

É possível usufruir de muitos benefícios ao apostar nesse canal de vendas. Porém, é preciso se preparar a fim de chamar a atenção dos clientes, os quais vão ver anúncios de muitas outras empresas. Veja abaixo as oportunidades do marketplace!

Visibilidade boa

Ao colocar seus produtos e fazer vendas por meio desse canal, é possível aproveitar toda a reputação e a visibilidade de que as grandes marcas dispõem. Por exemplo, os marketplaces citados acima têm grande tráfego de pessoas interessadas em realizar compras online.

Desse modo, quando você opta por anunciar nesse tipo de plataforma, está expondo seus produtos e aumentando o alcance por meio de uma reputação emprestada. Porém, para ter resultados, é importante criar estratégias de diferenciação.

Custo-benefício atrativo

Quando você opta por usar o marketplace como canal de vendas, pode obter um bom custo-benefício. Por exemplo, o custo para incluir seus produtos nele não é tão alto, e você obtém mais uma alternativa para realizar suas vendas.

Além disso, é muito fácil começar a vender por meio dessa alternativa, já que essa opção é rápida e fácil de se cadastrar. Assim, você atrai clientes para a sua loja e inicia a construção da sua marca no mercado digital.

Aumento de vendas

Como já foi dito, o marketplace pode ser uma ótima alternativa para diversificar seus canais de vendas. Além disso, como essas plataformas têm um grande tráfego de consumidores, suas chances de vender mais são bem boas.

Para isso, é importante elaborar bons anúncios, com fotos de qualidade e descrições bem detalhadas. Ainda vale investir em títulos atrativos para que os potenciais clientes cliquem no seu produto e fechem negócio.

E quais são as desvantagens?

Apesar de oferecer vários benefícios, há pontos que merecem atenção para usufruir de maneira inteligente desse canal de vendas. Confira abaixo quais são as principais desvantagens do marketplace.

Maior dependência

Quando você oferece seus produtos apenas em um canal como esse, você fica dependente dele. Por exemplo, se a empresa resolve aumentar a taxa cobrada pela exposição de seus produtos, não há muito o que fazer.

Uma boa alternativa é elaborar uma estratégia multicanal, oferecendo diversas opções para que seus clientes consigam comprar de você e, consequentemente, seja possível diminuir a dependência do marketplace.

Muitos concorrentes

Como é um canal fácil de anunciar e com um bom custo-benefício, é comum que outras empresas também recorram ao marketplace para fazer a divulgação do que vendem. Assim, é preciso saber se diferenciar para obter bons resultados.

Para isso, faça anúncios profissionais e que passem segurança ao consumidor. Além disso, analise preços e ofereça boas condições para que sua taxa de conversão seja otimizada e você obtenha bons resultados.

Escolha da plataforma

A fim de usufruir de todas as vantagens, é necessário fazer uma boa escolha de plataforma. Há vários pontos de atenção nesse momento. Por exemplo, verifique a qualidade do suporte oferecido com o intuito de não ter problemas com seus consumidores.

Ao fazer uma escolha equivocada, você pode acabar manchando o nome da sua marca. Portanto, tenha atenção nesse aspecto a fim de otimizar sua estratégia nesse canal potencial e aumentar a lucratividade do seu negócio.

Vale a pena lançar um marketplace próprio?

Muitas empresas já estão se preparando para lançar o seu próprio marketplace, verticalizando todos os processos em seu próprio espaço digital. Apesar de reunir diversas vantagens quanto à credibilidade, possibilidade de precificação e ganho de escala, esse formato ainda preserva alguns desafios.

Pense, por exemplo, na infraestrutura que um shopping precisa ter para atender seu público. Isso demanda muito espaço, um bom investimento inicial e algumas estratégias de divulgação. Quem pretende lançar um marketplace enfrenta situações parecidas.

Nesse caso, é preciso contar com alguns recursos digitais para que o site possa comportar todas as informações e a página carregue de forma rápida. Também é necessário investir em boas soluções para pagamentos e elementos que tragam segurança para os consumidores. Por último, vale reforçar a divulgação para que o seu marketplace se torne conhecido.

Portanto, antes de decidir se deve começar o seu marketplace, é necessário efetuar uma boa avaliação de tudo que é preciso para desenvolvê-lo. Ao listar vantagens e desvantagens e colher algumas pesquisas de mercado, você consegue tomar uma decisão clara e alinhada com as reais condições do seu setor.

Leia também: Como empreendedores menores podem se beneficiar com marketplaces

 

O post Qual é o papel do marketplace na estratégia de diversificação de canais apareceu primeiro em E-Commerce Brasil.

Na próxima semana farei mais um review com depoimento e resenha sobre Qual é o papel do marketplace na estratégia de diversificação de canais. Espero ter ajudado a esclarecer o que é, como usar, se funciona e se vale a pena mesmo. Se você tiver alguma dúvida ou quiser adicionar algum comentário deixe abaixo.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.