Ads Top

Como migrar a plataforma do seu e-commerce sem problemas

Quando um negócio começa a entrar em outro patamar e avança para novos desafios, pensar na possibilidade de migração para adequar seu e-commerce a uma plataforma que acompanhe seu crescimento é um passo fundamental se o objetivo é conquistar mais sucesso nas vendas.

Porém, migrar o e-commerce pode ser uma verdadeira dor de cabeça para os varejistas, já que lojas online dispõem de operações complexas e propriedades que exigem sistemas robustos.

Outra preocupação frequente quanto à migração de plataforma é relacionada ao rendimento do e-commerce, uma vez que trata-se justamente de transferir a loja para outra plataforma ao mesmo tempo em que, durante o processo, as funcionalidades normais são dadas aos clientes.

Veja como migrar a plataforma do seu e-commerce sem quaisquer problemas.

Pensando nisso, separamos algumas dicas de como migrar a plataforma do seu e-commerce sem problemas, para atravessar essa mudança sem correr riscos ou sofrer grandes impactos.

Confira abaixo!

Do que trata a migração de plataforma?

Como dito acima, a migração de plataforma nada mais é do que a transferência da loja virtual para outra que atenda melhor às suas necessidades e também ofereça funcionalidades extras.

Ao considerar migrar seu e-commerce, é importante analisar cada processo e/ou dado que fará parte de cada etapa, a fim de evitar surpresas durante a operação de transferência.

O que levar em consideração na hora da migração?

O primeiro ponto que deve ser levado em consideração quanto à migração de plataforma é ter um mapa de todo o seu site. Caso não haja um profissional de TI na equipe, é hora de identificar exatamente onde se encontra sua loja virtual. Ou seja, mapear toda a situação.

Avaliar pontos como as vantagens da nova plataforma também é fundamental, já que ela precisa acompanhar o desenvolvimento do negócio, bem como oferecer o suporte necessário para gerar conversões e um ambiente seguro para sustentar um número superior de acessos.

Além disso, considerar quais os recursos tecnológicos disponibilizados, tal qual sua capacidade de inovação e de personalização, mostra-se indispensável no que se refere a mudar o layout, agregar ferramentas, facilitar o acesso e melhorar a experiência do usuário.

Passo a passo de como migrar de plataforma sem problemas

Depois que o planejamento para a migração de plataforma for feito, junto de seus colaboradores e a equipe, selecionamos alguns pontos aos quais você precisa estar atento para que o processo seja o mais tranquilo possível e você consiga atingir excelentes resultados:

1 – Segurança

A segurança está entre um dos tópicos mais importantes na migração de plataforma e-commerce. Para que seja feita com sucesso, verificar se o novo ambiente possui certificados de segurança é imprescindível, com o intuito de evitar que dados vazem ou se percam no decorrer do processo de transição ou que sua loja perca vendas.

2 – Backup de dados

Complementando o item acima, para evitar dores de cabeça, não se esqueça de fazer o backup das informações de seus consumidores. Também faça do histórico de pedidos, listas de preços, cadastro de produtos e demais conteúdos relevantes relacionados ao seu e-commerce.

Além disso, essas informações precisam estar conservadas – seja em servidor próprio ou na nuvem – na eventualidade de a plataforma antiga apresentar incompatibilidade de estrutura.

3 – Tecnologia

Antes de escolher a plataforma para a qual sua loja será migrada, lembre-se de checar se ela oferece todas as funcionalidades que você almeja e que atendam às suas necessidades.

4 – Layout

Se um dos planos é personalizar o layout da loja, busque um profissional como web designer para auxiliar na transferência visual do site.

Mas não é indicado que a personalização seja feita durante a migração de plataforma, já que os clientes podem estranhar tantas mudanças ao mesmo tempo.

5 – SEO

As técnicas de SEO não devem ficar de fora. Utilizar palavras-chave e boa descrição de imagens, por exemplo, contribui para que seu e-commerce alcance melhores posições em buscadores como o Google, aperfeiçoando os índices de tráfego orgânico da sua loja.

6 – Redirecionamento 301

O redirecionamento 301 é um código de status que sinaliza ao Google que uma URL se encontra em um novo local. Isto é, ele assegura que não aconteçam erros técnicos indesejados, do mesmo modo que ajuda a conservar o ranqueamento do site e, como resultado, o número de visitas orgânicas.

Por esse motivo, é essencial manter as palavras-chave usadas nos títulos, URLs e descrições de produtos, e fazer o monitoramento das landing pages através de plataformas como o Google Analytics. E assim entender se o tráfego está seguindo seu fluxo usual.

Leia também: Economia de plataforma alavanca vendas online e reduz a burocracia

O post Como migrar a plataforma do seu e-commerce sem problemas apareceu primeiro em E-Commerce Brasil.

Na próxima semana farei mais um review com depoimento e resenha sobre Como migrar a plataforma do seu e-commerce sem problemas. Espero ter ajudado a esclarecer o que é, como usar, se funciona e se vale a pena mesmo. Se você tiver alguma dúvida ou quiser adicionar algum comentário deixe abaixo.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.