Ads Top

Mercado aquecido na geleira do ROI de mídia

Saia da geladeira do ROI de mídia.

Não espere por resultados diferentes fazendo mais do mesmo.

Que o mundo vem passando por transformações nos negócios, todos nós sabemos. Porém, até quando colocar um caminhão de dinheiro na mídia nas principais plataformas vai garantir métricas vencedoras no negócio? Como agir quando os custos de marketing e mídia sobem de elevador e os resultados (a rentabilidade do negócio) caem pelas escadas?

Pois é. Estamos em frente de (mais) uma transformação na corrida por métricas saudáveis de engajamento e performance. Chega o tempo em que apenas utilizar plataformas de CRM, de compra de mídia programática, links patrocinados, de social, dentre outros parece não fechar a conta quando o maior buscador do planeta se posiciona em não aceitar cookies de terceiros. Pronto, está aí a oportunidade de sair na frente! Por quê?

Bom, vejamos. Eu estive recentemente na NRF (National Retail Federation) em Nova Iorque, a maior feira de varejo do planeta, e um dos grandes tópicos discutidos foi colocar o cliente no centro de tudo, não apenas na mídia, mas no ecossistema online e offline da marca. Grandes líderes do planeta trouxeram esse assunto abordando o quanto a eficiência de um modelo híbrido e multimarcas são passos fundamentais para saírem na frente em um crescimento sustentável, respeitoso e vencedor.

Aí entra um ponto que muda o jogo: dados!

Imaginemos um cenário em que os dados gerados do investimento em mídia estejam sendo aproveitados para serem organizados e orquestrados nos serviços a clientes, back-office, sites da marca, aplicativos da marca, dentre outros canais. Não faz mais sentido enquanto clientes sermos abordados pela empresa quando houver uma dificuldade não resolvida após uma compra ou objeção. Também é péssimo insistir em vender um produto que já foi comprado. Além de chato e desrespeitoso, as métricas do negócio vão para o chão!

Não basta aumentar o valor da compra mídia como se fosse uma verba infinita. A grande sacada discutida muito na NRF é utilizar os dados gerados também no click na mídia. Ou em um cadastro no site, na loja física ou onde o cliente estiver. Sim, os dados não podem ser utilizados apenas pelas plataformas de mídia e esquecidos quando anônimos acessam as propriedades digitais da marca. A conta não vai fechar para alavancar métricas como LTV, CAC, ROAS, satisfação de clientes, dentre outras.

Não caia no óbvio

Fuja do óbvio. Fuja do senso comum. Saia da geleira do ROI de mídia. Busque saber como se preparar para uma estratégia de vendas, marketing, operações e mídia com foco no engajamento do cliente e, claro, multicanal.

Saia na frente. Busque parceiros sólidos e que contribuam com a sua estratégia para que os “custos subam pela escada e os resultados pelo elevador”.

Ah, para não deixarmos passar: ainda conforme dados publicados na NRF, as gerações X e Alpha (nascidos em 2010) entendem que viveremos em um único ambiente on/off. Sim, em dez anos, serão os maiores consumidores do planeta. Mas esse dado vamos deixar para outro artigo!

Leia também: Em 2022, aumente o ROI das campanhas com Segmentações Avançadas de Público

 

O post Mercado aquecido na geleira do ROI de mídia apareceu primeiro em E-Commerce Brasil.

Na próxima semana farei mais um review com depoimento e resenha sobre Mercado aquecido na geleira do ROI de mídia. Espero ter ajudado a esclarecer o que é, como usar, se funciona e se vale a pena mesmo. Se você tiver alguma dúvida ou quiser adicionar algum comentário deixe abaixo.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.