Ads Top

Os segredos da gestão de estoque para pequenos e-commerces

Dizem por aí que o estoque é o coração do negócio e se essa máxima for verdade é preciso que o processo de gestão de estoque seja feito de uma forma eficiente para que se reflita no crescimento da empresa.

Os empreendedores e gestores, principalmente de pequenos negócios no e-commerce, devem estar atentos a este setor que concentra produtos comprados, vendidos, pedidos e solicitações de trocas. Neste artigo, vamos falar um pouco sobre pequenas dicas e segredos para melhorar a gestão de estoque do seu negócio. Confira!

Pessoa dentro de estoque fazendo anotações em prancheta

Como é o processo de gestão de estoque?

Gerir o estoque de produtos da empresa nada mais é do que conferir os itens que estão disponíveis para a venda, quais já foram vendidos, quantos estão aguardando entrega, verificar novos pedidos aos fornecedores, etc. De forma geral, se o estoque não estiver funcionando, não existem vendas e não adianta conseguir os clientes, já que algum processo não será feito corretamente.

Mas em um cenário de e-commerce onde os lojistas vendem produtos em múltiplos canais, manter essa organização se torna uma tarefa quase impossível de fazer manualmente. Por isso, a melhor maneira de fazer uma gestão de estoque é utilizar um sistema de gestão ERP, a fim de sincronizar os processos e unificar as informações.

Principais motivos para fazer a gestão de estoque:

Se ainda precisa de motivos para verificar a importância desse processo principalmente quando se fala em pequenos negócios, seguem algumas das funções da gestão do estoque automatizada:

  • Acompanhamento dos pedidos, evitando atrasos de fornecedores;
  • Identificação de quais itens estão improdutivos, ou sem giro de venda;
  • Auxílio na criação de estratégias de atendimento e por consequência melhor experiência do cliente no e-commerce;
  • Controle sobre itens disponíveis e sinalização dos que precisam de reposição;
  • Conhecimento do tempo em que os produtos ficam entre a compra e a entrega;
  • Evitar desperdícios de produtos.

E quais são os principais tipos de estoque?

Nem sempre o estoque precisa ser próprio, ele pode ser compartilhado com outros negócios, e através do sistema de gestão o gestor acessa o cadastro de produtos e a atualização automática de reposição e também de vendas.

Outro formato é o estoque terceirizado, que é quando as entregas ficam a cargo dos fornecedores ou o cross docking, no qual o fornecedor entrega o produto ao lojista, que deve se encarregar de enviar o item ao cliente.

Também existe a possibilidade de um estoque descentralizado, que é quando a reserva é dividida em diferentes locais, visando reduzir despesas com o transporte e também tempo de entrega e também outro formato possível que se chama estoque consignado, que é quando o lojista não precisa investir muito na compra, pois caso não vender pode devolver ao fornecedor, mas esse formato que pode fazer o lojista não conseguir boas negociações de compra ao lojista.

Como um ERP auxilia na gestão de estoque?

Com o processo automatizado, o gestor passa a ter mais tempo para pensar em estratégias de vendas e acompanhar os relatórios fornecidos pelo sistema de gestão. No estoque o ERP é capaz de:

  • Gerenciar o catálogo de produtos registrando os produtos e centralizando a gestão do seu catálogo em múltiplos canais de venda;
  • Sincronizar o estoque mesmo vendendo em múltiplos canais de venda – e também conciliando os canais físicos;
  • Automatizar os lançamentos de estoque através das notas fiscais de compra e venda;
  • Controla o estoque de kits e variações de produtos e imprimir etiquetas de produtos.

Mas afinal, qual o segredo?

O segredo do estoque é a automatização do processo para que o gestor tenha o controle das operações de venda de forma simples e eficiente. Além da facilidade, quando o estoque está organizado acaba resultando em redução de custos e aumento da satisfação dos clientes, já que as compras ocorrem de maneira ágil e as entregas também.

O estoque bem gerido também proporciona economia, já que o gestor passa a ter controle dos produtos que dispõe e pode criar estratégias para vender o que tem em estoque ou mesmo fazer novos pedidos dos itens mais vendidos.

Quando o assunto é gestão de estoque, um sistema de gestão ERP pode ser a sua melhor ferramenta. Automatizar os processos de venda é um caminho importante para que o gestor tenha bons resultados de venda e perceba o potencial do seu negócio de maneira mais ampla.

Leia também: Arezzo anuncia compra da Carol Bassi por R$ 180 milhões.

O post Os segredos da gestão de estoque para pequenos e-commerces apareceu primeiro em E-Commerce Brasil.

Na próxima semana farei mais um review com depoimento e resenha sobre Os segredos da gestão de estoque para pequenos e-commerces. Espero ter ajudado a esclarecer o que é, como usar, se funciona e se vale a pena mesmo. Se você tiver alguma dúvida ou quiser adicionar algum comentário deixe abaixo.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.