Ads Top

Como realizar a gestão na pós-Black Friday?

Quando o assunto é Black Friday, um ponto é certo: a data já é, há anos, uma estratégia de vendas consolidada, principalmente no que tange ao universo de e-commerce. Em 2020, as compras cresceram 31% quando comparadas a 2019, gerando uma movimentação de mais de R$ 4 bilhões em território brasileiro.

A progressão e o cenário para 2021, segundo especialistas, é bastante promissor. Pesquisas realizadas pelo Mindminers demonstram que 48% dos entrevistados declararam que pretendem realizar compras na Black Friday deste ano, de forma que 85% deles já estão acompanhando valores há algum tempo, a fim de identificar grandes promoções.

51% dos participantes afirmam que preferem realizar as compras da Black Friday de forma virtual. As categorias mais desejadas também variam, sendo as principais: eletrônicos (41%), eletrodomésticos (37%), moda (34%), informática (31%) e telefonia (28%).

A área de tecnologia, portanto, está entre os grandes interesses do consumidor. Portanto, lojistas que atuam no setor devem preparar seus estoques e sua logística para atender o desejo de compra dos clientes.

Segundo pesquisas, produtos da área de tecnologia serão o foco dos consumidores na Black Friday.

Quando a pauta é meio de pagamento, o cartão de crédito ainda será o mais utilizado, de acordo com 70% dos entrevistados. Além disso, 73% deles afirmam que esperam por condições de parcelamento especiais na Black Friday.

Os dados acima demonstram como a sexta-feira de vendas está sendo esperada pelo público. Por isso, como lojista, é importante se preparar para lidar de forma saudável com as demandas, cumprindo todos os protocolos da melhor maneira e entregando uma boa experiência para o cliente. Confira dicas de como fazer isso!

Como se organizar para o pós-Black Friday?

Uma Black Friday de sucesso precisa começar e terminar de maneira organizada. Os cuidados devem ser anteriores e posteriores, para que o cliente tenha uma boa experiência e para que as chances de fidelização aumentem.

Antes da data, é necessário organizar o estoque para atender à alta demanda, formatar os anúncios — para quem vender em marketplaces —, pensando em prazos possíveis para a entrega e em preços competitivos, e procurar as melhores opções de frete, tendo em mente que uma política de entrega mal estruturada pode interferir diretamente na decisão de compra do consumidor.

Todos esses cuidados são importantes para que as pessoas tenham o desejo de comprar com você e para que elas demonstrem interesse no seu produto. No entanto, depois da venda, o zelo deve dobrar.

Os cuidados com a Black Friday devem se estender até depois da data.

Assim, você garante que todos receberão seu produto no dia, da melhor maneira e sem problemas durante o processo. Entenda mais sobre o que fazer na pós Black Friday abaixo!

Ofereça um excelente atendimento

Durante a Black Friday, muitas pessoas entrarão em contato com sua loja. Essa tendência se estende para depois da data, pois os consumidores desejarão tirar dúvidas sobre a entrega, sobre o produto ou até realizar devoluções.

Ter uma equipe dedicada à realização do atendimento no pós-compra é fundamental para que todos sejam respondidos de forma educada e solícita. Caso contrário, é possível que sua loja fique com uma imagem negativa na internet.

Lojistas que trabalham em diferentes marketplaces devem dobrar o cuidado. Um atendimento ruim influencia diretamente na sua reputação dentro do canal de vendas e, em casos extremos, podem levar à suspensão da sua loja.

Estruture uma boa logística

Consumidores virtuais esperam ansiosamente por seus produtos. Por isso, estruturar uma logística de entrega com qualidade é sinônimo de boa experiência e de fidelização de clientes.

Nesse sentido, contar com produtos no estoque é o primeiro passo. Não venda itens em uma demanda superior a que você consegue atender, pois isso atrapalhará a logística como um todo, atrasando entrega e gerando insatisfação no consumidor.

Além disso, conte com outras opções para auxiliar na entrega, pois apenas uma pode não ser suficiente. Outros fornecedores aumentam, ainda, a competitividade em relação ao prazo de entrega e ao valor do frete, fatores decisivos na hora do consumidor realizar a compra.

Prepare-se para as devoluções

Devoluções de produtos podem acontecer por inúmeros motivos e, independentemente da razão, você precisa estar pronto para lidar com a situação da melhor forma. Estruturar um processo de logística reversa, nesse sentido, é um procedimento que deve ser feito antes da Black Friday.

Fique atento às devoluções na pós Black Friday, pois elas podem acontecer.

Assim, no momento em que for necessário realizar a troca ou a devolução de determinado produto, você já terá mapeado a melhor maneira de fazer isso.

Estabelecer sua logística reversa em suas políticas também é importante. Ela deve ser pública, a fim de que o consumidor consulte o passo a passo, para devolver o item, e de maneira a evitar problemas. Ademais, ela deve estar alinhada com o Código do Consumidor, respeitando os direitos de quem compra e, evidentemente, seus direitos, como quem vende.

Fique atento aos chamados e às reclamações

Assim como as devoluções, reclamações e chamados sobre dúvidas pós-compra são situações que podem acontecer com qualquer lojista. Por isso, preparar uma equipe de atendimento para ficar de plantão depois da Black Friday também é fundamental.

Reclamações e chamados sem solução impactam na sua reputação e, como já comentado, em casos extremos, à suspensão da sua loja em determinados marketplaces.

Outro canal que vale a pena ficar atento é o Reclame Aqui. É comum que o consumidor abra chamados na plataforma, os quais devem ser respondidos por você para garantir uma boa experiência e para demonstrar, a outros usuários do site, que você está interessado em resolver os problemas.

Realize o acompanhamento dos repasses

O alto número de vendas, a possibilidade de trocas e de devoluções e as reclamações implicam em várias mudanças nos repasses e na conciliação por parte dos marketplaces. Quem vende em muitos canais não precisa apenas se preocupar com o acompanhamento, como também deve ficar atento às regras de cada uma das plataformas.

O ideal é contar com um software para realizar esta gestão, pois processos são automatizados e você pode contar com a agilidade e com a facilidade de acessar, em uma mesma tela, os relatórios de informação sobre suas vendas.

Dessa forma, você garante uma boa experiência de compra para o cliente e zela pelo seu planejamento financeiro, construindo uma Black Friday estratégica e bem desenvolvida.

Agora, basta se estruturar para que a data seja um sucesso para seu negócio. Boas vendas!

O post Como realizar a gestão na pós-Black Friday? apareceu primeiro em E-Commerce Brasil.

Na próxima semana farei mais um review com depoimento e resenha sobre Como realizar a gestão na pós-Black Friday?. Espero ter ajudado a esclarecer o que é, como usar, se funciona e se vale a pena mesmo. Se você tiver alguma dúvida ou quiser adicionar algum comentário deixe abaixo.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.