Ads Top

Relatório de performance de entregas: 3 razões para implementar no seu negócio

Uma boa performance de entrega é essencial para garantir uma experiência positiva de relacionamento do cliente com a empresa e, consequentemente, um alto nível de satisfação.

A utilização de relatórios de performance possibilita à equipe gestora a visualização de informações relevantes de maneira clara e objetiva e a análise para tomada de decisões assertivas, de acordo com a perspectiva estratégica da organização.

Por isso, aderir ao uso de relatórios de performance de entregas apresenta vantagens no sentido de potencializar o serviço de inteligência logística e operacional.

Para esclarecer mais sobre o assunto, vou explicar três razões que já mostram a importância de atuar com inovações logísticas e inserir a análise do relatório de performance na rotina da empresa.

1. Gestão por indicadores

Os relatórios de performance comunicam dados e informações efetivamente importantes para a organização no contexto das entregas. Para tanto, é necessário estabelecer parâmetros de medição do nível de execução desse serviço.

Dessa forma, é indispensável uma etapa prévia de definição de KPIs (da sigla Key Performance Indicator, em inglês) ou Indicadores-Chave de Performance. Esses indicadores permitem fazer a mensuração e quantificar a performance da empresa a partir dos seus objetivos organizacionais.

A importância dos KPIs pode ser resumida na célebre frase do pai da administração moderna, Peter Drucker: “O que pode ser medido pode ser melhorado”. Portanto, os Indicadores-Chave de Performance permitem o acompanhamento de maneira objetiva do progresso da atividade empresarial rumo ao atingimento de suas metas.

Além disso, os KPIs imprescindíveis são aqueles que orientam os negócios no direcionamento de ações. Dessa forma, a partir deles, os responsáveis poderão fazer avaliações e ter novos insights para agirem, formando assim o ciclo PDCA (Plan, Do, Check, Act).

2. Monitoramento, controle e antecipação de falhas

A implantação do uso de KPIs e da adoção de relatórios de performance de entregas permite maior controle das operações e acompanhamento de informações. Como consequência, possibilita a antecipação de possíveis falhas, conferindo grande vantagem para elevar o nível de serviço da organização.

Isso porque a análise sistematizada e periódica de relatórios de performance de entrega permite identificar fenômenos fora do esperado. Além disso, permite fazer os ajustes necessários, tomar medidas corretivas e preventivas para outras operações.

Portanto, é um erro utilizar-se dessa ferramenta apenas na hora de analisar o desempenho no fechamento de período. O relatório de performance de entrega deve ser constantemente observado.

3. Decisões estratégicas e diferenciação

Em nível macro, os diagnósticos e definições de ações embasadas em um relatório de performance de entrega devem ser coerentes com as estratégias da empresa em longo prazo.

É importante, assim, que estejam estabelecidas metas específicas, mensuráveis, alcançáveis, relevantes e temporais. Também é preciso que o que venha a ser medido pelos Indicadores-Chave de Performance corrobore e dê sustentação para o atingimento dessas metas.

É interessante, igualmente, contar com o apoio de uma equipe qualificada com habilidades que permitam elaborar os KPIs e relatórios, interpretar as informações de maneira assertiva e fazer apontamentos que sejam relevantes para embasar a tomada de decisões e demais análises.

Com domínio das informações disponibilizadas no relatório de performance de entregas e ciência do nível de serviço prestado pela organização, é válido fazer um benchmarking – processo que permite observar e analisar como sua empresa se encontra em relação à concorrência.

Identificado o nível de excelência de sua atividade, é desejável explorar esse aspecto perante clientes e parceiros e, assim, conquistar uma posição diferenciada no mercado.

Mas, afinal, quais KPIs analisar?

Um relatório de performance de entregas deve partir da observação do status dos objetos ainda não entregues em um período definido. A partir daí, apresentar, preferencialmente em números percentuais, as informações consideradas relevantes, como objetos em trânsito, atrasados, aguardando retirada, com prazo de entrega expirado, disponível na caixa postal, em fiscalização e em devolução ao remetente.

Uma sugestão é possibilitar segmentações dessas informações, como a análise por região geográfica, e trazer espaços para inclusão de observações.

Algumas empresas que atuam na área de gestão logística oferecem esse tipo dashboard para o cliente, com informações sobre o status das entregas, as quantidades de devoluções, alerta para os atrasos e as porcentagens de extravios, por exemplo.

Assim, de forma muito visual e quantitativa, o lojista pode atuar de maneira estratégica visando a aprimorar alguns pontos e a manter a excelência dos que já performam bem.

 

O post Relatório de performance de entregas: 3 razões para implementar no seu negócio apareceu primeiro em E-Commerce Brasil.

Na próxima semana farei mais um review com depoimento e resenha sobre Relatório de performance de entregas: 3 razões para implementar no seu negócio. Espero ter ajudado a esclarecer o que é, como usar, se funciona e se vale a pena mesmo. Se você tiver alguma dúvida ou quiser adicionar algum comentário deixe abaixo.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.