Ads Top

Entenda os motivos para o setor farmacêutico se firmar no e-commerce

Já sabemos que todos os segmentos do mercado cresceram no digital desde o início da pandemia. Mesmo aqueles que ainda estavam em outro ritmo, entenderam a mudança no comportamento de compra do consumidor e aceleraram a entrada no e-commerce. O farmacêutico foi um deles. Ainda associado a um hábito mais tradicional, a ida a farmácia fazia parte do cotidiano de muitos brasileiros até o ano passado.

Com as medidas de isolamento social, os costumes mudaram nesse segmento também. As farmácias, assim como ocorreu com os supermercados, ficaram abertas já que o seu serviço é considerado essencial. No entanto, mesmo assim, as vendas online cresceram consideravelmente.

Imagem de diversos comprimidos espalhados
Somente no primeiro semestre de 2020, as compras de farma na internet movimentaram R$ 718,77 milhões.

O setor farmacêutico no e-commerce

Somente no primeiro semestre do ano passado, as compras de farma na internet movimentaram R$ 718,77 milhões, valor 106,49% maior do que o registrado no mesmo período de 2019, de acordo com a Abrafarma (Associação Brasileira de Redes de Farmácias e Drogaria). Ainda segundo a associação, o e-commerce nas farmácias cresceu 120% em faturamento em comparação a 2019.

Ainda há desafios para a entrada dessa indústria no digital, mas devemos observar e considerar o desenvolvimento do D2C, ou seja, a indústria indo diretamente ao consumidor final. A tendência é que as farmacêuticas adotem esse modelo ou mesmo um modelo híbrido considerando a cadeia atual (indústria – distribuidor – farmácia – cliente final), trabalhando em rede, com interdependência, porém com a indústria no centro do negócio e não os distribuidores ou farmácias, estabelecendo novas dinâmicas de mercado.

Nesse contexto, é possível adquirir os dados, perfil dos consumidores e todas as informações sobre hábitos de consumo e necessidades. Com certeza, isso fará com que a indústria conheça mais o seu cliente final. Como resultado teremos melhores produtos e clientes mais satisfeitos. Então, destaco aqui alguns pontos que reforçam e explicam o rápido desenvolvimento do setor farmacêutico no e-commerce e deixam claro os motivos pelos quais vale a pena investir nisso:

Produtos essenciais

Muitos medicamentos e itens vendidos em farmácias fazem parte da vida cotidiana de diversos consumidores (seja por recomendação médica, tratamentos específicos ou hábitos de autocuidado). Assim, esses produtos estão na lista de compras essenciais das pessoas e não deixarão de ser vendidos. A possibilidade de comprar na segurança de sua casa com agilidade e boa experiência é um bônus para os consumidores.

Gama mais completa

Em relação a produtos de dermocosméticos e suplementos, por exemplo, a oportunidade está no online. Em geral, o espaço nas lojas físicas é limitado. Assim, no e-commerce o consumidor costuma ter uma gama mais completa à disposição podendo selecionar o que ele realmente precisa e prefere de acordo com suas necessidades.

Vitaminas e suplementos

De acordo com uma pesquisa da IQVIA, auditora do setor, a procura por esses compostos tiveram alta de 47,9% em todo o mercado. As farmácias são o principal canal de aquisição de suplementos, correspondendo a 83% das vendas desse tipo de produto, segundo a Abiad. Assim, o setor tem mais um ponto que o fortalece no cenário atual.

Flexibilização de receitas

Não vale para qualquer medicamento, mas durante a pandemia já houve flexibilização em relação à receita para compra de alguns remédios. Dependendo do produto, as receitas digitais já são aceitas. Além disso, a validade dos pedidos médicos também passou a ser flexibilizada, o que destravou a compra online de determinados produtos e fortaleceu esse canal de venda.

Farmácias-marketplaces

Ainda não temos um marketplace consolidado/share of mind para os clientes no Brasil, mas há várias iniciativas acontecendo, sendo uma das mais interessantes a Qualidoc. O destaque aqui é que ela consegue de maneira fácil e visual disponibilizar no seu e-commerce um comparativo de preços para o cliente na página de produto. No entanto, ainda é um mercado aberto e sem nenhuma referência principal no digital, mas vemos que é um campo a ser explorado e desenvolvido.

O post Entenda os motivos para o setor farmacêutico se firmar no e-commerce apareceu primeiro em E-Commerce Brasil.

Na próxima semana farei mais um review com depoimento e resenha sobre Entenda os motivos para o setor farmacêutico se firmar no e-commerce. Espero ter ajudado a esclarecer o que é, como usar, se funciona e se vale a pena mesmo. Se você tiver alguma dúvida ou quiser adicionar algum comentário deixe abaixo.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.