Ads Top

A concorrência com o marketplace acaba com a loja própria?

A concorrência dos marketplaces vai acabar com a loja própria? O crescimento dos marketplaces interfere no crescimento do e-commerce próprio?

Será que não vale mais a pena investir na loja própria? E dessa forma voltamos a clássica guerra dos marketplaces x e-commerce. Porém, é uma batalha que não tem porque transformarmos em uma luta, uma vez que o e-commerce próprio e os marketplaces podem sim conviver em harmonia.

Imagem de uma pessoa apontando para uma imagem virtual de um carrinho de supermercado
Vender tanto em marketplace como em loja própria é uma batalha, mas que não precisa se tornar uma luta.

Durante a crise, porém, observei o crescimento de alguns marketplaces e lojas especialmente no segmento de moda e acessórios, que provém de fora do Brasil. Dessa forma, como o pequeno e médio e-commerce pode brigar com a concorrência?

A concorrência dos marketplaces está acabando com a loja própria?

Não exatamente. Não é segredo que os marketplaces possuem condições comerciais melhores que lojas próprias, especialmente em relação às de pequeno e médio porte.

Durante a pandemia, vimos o crescimento de marketplaces e lojas de origem de fora do país que cresceram muito dentro do território brasileiro. Principalmente no setor de moda, e-commerces menores chegaram e perder 30% das vendas para estes grandes que possuem maior orçamento para marketing e oferecer condições melhores do que o e-commerce menor.

Então, como as lojas menores podem concorrer com os marketplaces ou grandes e-commerces?

Condição de entrega

O brasileiro é um consumidor imediatista. Por isso muitos dão preferência para as compras em lojas físicas, uma vez que podem sair com os produtos em mãos. Marketplaces como Mercado Livre também fazem a avaliação de loja a partir do “tempo de manuseio”. Neste caso, refere-se a quanto tempo levou entre o pedido feito e entregue aos correios.

Dessa forma, uma das grandes vantagens competitivas com marketplaces grandes (e mesmo lojas internacionais) é a condição de entrega — ou seja, sua velocidade.

Oferecer preço e tempo de entrega exclusivos pode ser um diferencial na batalha contra marketplaces e e-commerces maiores.

Afinal, tempo rápido de entrega pode ajudar o consumidor desesperado por determinado produto, assim como o consumidor ansioso que não quer esperar muitos dias para receber sua compra.

Credibilidade

A credibilidade é um requisito importantíssimo quando falamos em compras online. Uma das grandes barreiras do e-commerce é superar o medo de enganações e fraudes, e convencer o consumidor a finalizar a compra na loja.

Seja pelo medo de ter os dados do cartão clonado, a aflição do não recebimento do produto… Enfim.

A credibilidade de loja online serve para o consumidor não ficar com o pé atrás para finalizar a compra ter a garantia de que seu produto chegará em casa. Para isso, eu recomendo:

  • Exibir selos de segurança no site;
  • Feedback dos clientes;
  • Intermediador de pagamentos que tenha credibilidade.

Condição de pagamento

Trabalhar condições diferentes das oferecidas pelos concorrentes (e, neste caso, dos marketplaces) também pode ser um diferencial para estimular a compra na loja própria.

Flexibilizar maior número de parcelamento e opções de pagamento pode ser o que falta para a sua loja converter mais e competir com marketplaces.

E-commerce x marketplace

Vale mais a pena começar no marketplace ou com loja própria? É uma pergunta que quem está no mercado sempre ouve e existe essa “briga” entre as duas modalidades de venda.

Cada plataforma possui suas vantagens e não é necessário escolher apenas um deles. Afinal, pode-se trabalhar tanto no e-commerce, a loja própria, quanto aproveitar a visibilidade dos marketplaces para anunciar os seus produtos.

Costumo dizer que o e-commerce é um processo mais intimista, onde o consumidor entra em busca de sua marca, do atendimento ou produto específico. Por outro lado o marketplace é como um grande shopping center. Ou seja, o consumidor entra para procurar a melhor oferta e as melhores condições para o produto.

O e-commerce, por sua vez, garante a possibilidade de oferecer um atendimento personalizado e capaz de fidelizar o consumidor. Já o marketplace oferece grande volume de visitas e economia no investimento em marketing, bem como confiança — uma vez que é um fator importantíssimo na decisão de compra.

São estratégias diferentes para utilizar e aumentar as vendas em mais de um canal de vendas.

O preço não é a carta na manga

Engana-se que pensa que o preço de um produto é o único fator que influencia na decisão de compra. Claro que ele tem um peso grande, porém é preciso pensar em quem é o público do seu e-commerce, como ele compra e o que você oferece.

De nada adianta deixar o preço lá embaixo, se a loja não está ganhando dinheiro. O empreendedor não pode pagar para o consumidor comprar o produto.

Um bom exercício de precificação deixa o preço justo e capaz de cobrir custos e render lucro, assim como pode influenciar no número de vendas. Há casos em que o preço muito abaixo do mercado pode levantar suspeitas sobre a procedência do produto e a qualidade dele, o que resulta no consumidor não fechando a compra.

Por isso, é sempre bom procurar trabalhar algum diferencial em sua loja própria do que investir tudo no marketplace ou vice-versa.

Os marketplaces são ótimos lugares para gerar volume e comercializar os produtos de grande procura e evitar gastos com mídia, por exemplo. Na loja própria, por outro lado, você pode comercializar produtos exclusivos, trabalhar com brindes e promoções especiais.

Portanto, o grande segredo para promover boas vendas e ótimos negócios é saber trabalhar e atingir o equilíbrio da briga marketplace x loja própria.

O post A concorrência com o marketplace acaba com a loja própria? apareceu primeiro em E-Commerce Brasil.

Na próxima semana farei mais um review com depoimento e resenha sobre A concorrência com o marketplace acaba com a loja própria?. Espero ter ajudado a esclarecer o que é, como usar, se funciona e se vale a pena mesmo. Se você tiver alguma dúvida ou quiser adicionar algum comentário deixe abaixo.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.