Ads Top

Mudança na política de frete grátis da B2W deve acirrar disputa entre grandes marketplaces

No início deste ano, a B2W reformulou sua política de comissionamento e Frete Grátis para os vendedores do marketplace, adotando uma estratégia similar a do Mercado Livre. Desde então, além da comissão, existem taxas adicionais utilizadas para custear despesas com frete, que detalharei mais adiante.

Essa mudança, para mim, foi um tiro no pé. Isso porque ao copiar o modelo da concorrente argentina sem garantir a eficiência logística do Meli (vale lembrar que a entrega D+1 via Mercado Envios Full já atinge mais de 1500 municípios brasileiros), a B2W abriu passagem para a Magazine Luiza. E, essa sim, disponibiliza o frete grátis em compras feitas pelo Super App sem cobrar nenhuma taxa extra dos vendedores.

Em outras palavras, ao cobrar taxas adicionais e não oferecer uma entrega tão rápida, a B2W acabou se tornando — na visão do consumidor final — a opção mais cara (porque os sellers embutiram nos seus preços as taxas adicionais) e a mais demorada (já que a logística não é tão ágil como a dos concorrentes).

A nova política de Frete Grátis da B2W

Mas o jogo virou com as novas mudanças comunicadas em maio. Afinal, até então as três maiores vitrines do país (Mercado Livre, Magazine Luiza e B2W) ofereciam frete grátis somente para as regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste. Eram raras as concessões de frete grátis para o Nordeste e, principalmente, para o Norte do nosso país.

A nova política de Frete Grátis da B2W tem abrangência nacional para todos os itens comercializados acima de R$ 80, incluindo pesados. Esse fato é inédito na história dos marketplaces por aqui. Somente Amazon e Shopee oferecem uma proposta parecida. Porém, estes (por ora) não incomodam tanto Mercado Livre e Magalu como a B2W. Sem contar que a Shopee já demonstra, claramente, que os subsídios de frete grátis estão ficando limitados. Este é um fato que podemos constatar na limitação de compras mensais com frete gratuito e no ajuste de comissão que saltou de 5% para 12% (ou 18%) em 1º de junho passado, ficando mais alinhada com as taxas do setor.

Desta vez, a B2W acertou e começou a “se inspirar” no Mercado Livre de onde deveria desde o começo. E como o ML começou? Exatamente do jeito que a B2W está fazendo agora. E vou explicar em detalhes.

Tabela com tarifas de Frete Grátis aplicadas pela B2W de acordo com a categorização interna do vendedor na plataforma (Seller Index) e modalidade de envio.

Frete Grátis B2W: para todos os produtos

O primeiro passo do Mercado Livre em 2017 foi isentar o custo do serviço de Fulfillment. Isso ocorria ao mesmo tempo em que ajustava o serviço para oferecer a melhor experiência para o comprador. Atualmente, o Mercado Envios Full faz entregas em menos de 24 horas em várias localidades e é, disparado, o melhor serviço de Fulfillment do país.

Essa isenção tem dois efeitos colaterais: aumento de sellers na base de Fulfillment e, por parte do comprador, a percepção de um produto mais barato. Isto é associado à uma entrega teoricamente mais rápida, que nos leva à uma experiência de compra positiva. Ou seja, a B2W precisa cumprir os prazos de entrega e provar que tem capacidade logística suficiente para dar conta do incremento de demanda!

A B2W zerou a tarifa de Frete Grátis para sellers que utilizam o BFF (Fulfillment) para todos os produtos, de todas as categorias e faixas de peso. A taxa extra de R$ 5 (além da comissão), que agora vigora em itens comercializados por valores entre R$ 0 e R$ 39,99, também foi removida para usuários do Fulfillment. O mesmo valeu à taxa de R$ 5,16 para itens vendidos entre R$ 40 e R$ 79,99, que explico na sequência.

Frete Grátis para várias regiões

A companhia também implantou uma “zona intermediária” entre os produtos sem frete grátis (aqueles vendidos por até R$ 39,99) e os itens que possuem frete grátis para todo o país (os vendidos por mais de R$ 80).

Agora, nos itens vendidos por valores entre R$ 40 e R$ 79,99 existe uma taxa extra que varia entre R$ 5,16 e R$ 12,90. Ocorre de acordo com a categoria do vendedor no sistema de reputação da empresa (Seller Index) e no modal utilizado para postagem do produto (Correios, coleta Direct ou BFF – Fulfillment). Você pode ver essa tabela a seguir:

Tabela com tarifa extra aplicadas pela B2W de acordo com a categorização interna do vendedor na plataforma (Seller Index) e modalidade de envio para itens vendidos entre R$ 40 e R$ 79,99.

Essa taxa adicional permite que a B2W aplique frete grátis para várias cidades do Sul, Sudeste e Centro-Oeste. O que praticamente nos permite dizer que para essas regiões o Frete Grátis começa em itens acima de R$ 40 e para o restante do país em itens acima de R$ 80.

Pontos de atenção às estratégias da B2W

Vale lembrar que a taxa extra de R$ 5 nunca é aplicada junto a outra taxa. Consequentemente, nos leva à cobrança de comissão demonstrada abaixo:

Tabela resumo da comissão cobrada pela B2W Marketplace.

Neste ponto faço duas ressalvas: acho que faltou inteligência por parte da B2W em anunciar o retorno do Prime, e cobrir o gap de Frete Grátis nos produtos entre R$ 0 e R$ 79,99 com essa estratégia. Isso deixaria a empresa em condições de concorrer integralmente com canais como Amazon e Shopee — que estão em franca expansão e subsidiando frete independentemente do valor da compra. Também resta saber se veremos o carrinho de compras concedendo frete grátis ao atingir um valor X pré-determinado (geralmente calculado pelo peso do produto versus local de entrega). Lembro que isso já ocorre há muito tempo no Mercado Livre.

Outro ponto que merece atenção é o fato do Fulfillment da B2W possuir menos limitações de peso e dimensões frente ao seu principal concorrente, o Mercado Livre. Associando isso ao fato da tarifa de frete grátis também estar zerada para itens pesados, podemos ver a B2W numa situação confortável para competir no mercado, sendo a única empresa a conseguir tal feito para itens mais pesados. Oceano azul que fala né? Veja a tabela de fretes para itens acima de 29Kg:

Tabela com tarifas de Frete Grátis aplicadas pela B2W de acordo com a categorização interna do vendedor na plataforma (Seller Index) e modalidade de envio.

Sistema de Promoções

Vale lembrar que a B2W possui o sistema de Promoções mais desenvolvido do mercado. Inclusive, subsidia várias campanhas e deixa os preços ainda mais atrativos em várias frentes (muitas vezes cumulativas, que deixam a percepção de “preço baixo” ainda mais evidente). Ela oferece desconto à vista, desconto nos cartões das bandeiras e cashback.

A soma de promoções e frete subsidiado não pode ser outra: venda, venda e venda. Restam aqui as perguntas:

  • As contas fecham? (Certamente não!);
  • Quanto tempo dura? (O suficiente para incomodar a concorrência e ela seguirem a mesma estratégia?).
  • Será que caminhamos para um “frete grátis” para todo o Brasil em todos os grandes marketplaces?

Vamos resumir todas as ações da B2W, porque é muita novidade para um artigo só:

  • mudança na abrangência da política de Frete Grátis que passa a ser nacional;
  • frete grátis para várias cidades do Sul, Sudeste e Centro-Oeste para itens entre R$ 40 e R$ 79,99;
  • redução no valor de venda do produto para aplicação da política de Frete Grátis de R$ 100 para R$ 80;
  • isenção da tarifa de frete grátis em itens acima de R$ 80, para os itens comercializados via BFF – Fulfillment;
  • a isenção da taxa adicional de R$ 5,16 para os itens comercializados entre R$ 40 e R$ 79,99 via BFF – Fulfillment;
  • isenção da taxa adicional de R$ 5 para os itens comercializados entre R$ 0 e R$ 39,99 via BFF – Fulfillment;
  • cada vez mais campanhas compartilhadas ou integralmente subsidiadas pela B2W, o que deixa os produtos ainda mais baratos.

Reajustes à nova tabela de preços

Como sempre, nem tudo são flores. E vale uma ressalva importante: menos de 5 meses após o lançamento da política de Frete Grátis, a B2W já promoveu reajustes significativos para a nova tabela de tarifa de FG. Fique atento para reajustar seus preços caso não utilize o Fulfillment da empresa — ou após o fim da isenção de tarifas no Full (felizmente ainda sem data para acabar!).

Meu conselho para você, vendedor, é aproveitar todas as vantagens que essa briga de “tubarões” trás para a gente. Não nade contra a maré: reclame menos e adeque-se mais rápido às mudanças. Essa é a receita do sucesso!

Até a próxima. Tchau!

O post Mudança na política de frete grátis da B2W deve acirrar disputa entre grandes marketplaces apareceu primeiro em E-Commerce Brasil.

Na próxima semana farei mais um review com depoimento e resenha sobre Mudança na política de frete grátis da B2W deve acirrar disputa entre grandes marketplaces. Espero ter ajudado a esclarecer o que é, como usar, se funciona e se vale a pena mesmo. Se você tiver alguma dúvida ou quiser adicionar algum comentário deixe abaixo.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.