Ads Top

Black friday 2021: você já deveria estar se preparando

Daqui a seis meses começa uma data sazonal muito aguardada por consumidores e vendedores: a Black Friday. A expectativa gerada não é para menos, afinal é uma data comercial que cresce desde 2010 e seu faturamento supera a maioria dos feriados comerciais do Brasil. Com base no que aconteceu em 2020, o que podemos esperar para a Black Friday que se avizinha?

Os números do e-commerce de 2020 revelaram mais uma vez o quão relevante é a “sexta-feira negra”. Conforme o Webshoppers 43 da consultoria Ebit|Nielsen, o faturamento entre os dias 26 e 27 de novembro foi de R$ 4 bilhões — 25% maior do que o registrado em 2019 —, perdendo apenas para o Dia das Mães, que teve duração de 15 dias.

O número de pedidos e o ticket médio também cresceram: 16% e 8%, respectivamente. Portanto, está claro que o histórico de crescimento registrado na última década continua atualizado e evoluindo. Mas como nós podemos nos preparar para a Black Friday 2021?

Black Friday 2021

A data está programada para o dia 26 de novembro e o e-commerce tem tudo para ser o grande destaque. Além dos novos hábitos do dia a dia e da vida em sociedade, comprar na internet agora faz parte da rotina das pessoas. Afinal, elas buscam conforto, praticidade e agilidade, além de fugir das aglomerações.

Com base no que aprendemos com as experiências do ano passado, especialmente durante a Black Friday 2020, você precisa ter em mente algumas tendências para 2021: explorar mais do que apenas a “sexta-feira”, focar na experiência do cliente, atingir o seu público por meio das redes sociais e entender que preços e sobretudo fretes podem determinar a compra do seu produto.

Listei abaixo esses tópicos para que você entenda um pouco mais sobre cada um deles.

Mais do que apenas Black Friday

Algumas experiências feitas em torno da data comercial se mostraram exitosas, especialmente as que giram em torno da Black Friday. Tenho certeza que você é uma pessoa atenta e notou que ofertas e promoções também são feitas às vésperas da sexta-feira e após.

Esse “acréscimo de datas” pode ter vários nomes: Black November, Esquenta Black Friday, Black Week, Black Night, entre outras. Alguns marketplaces ainda criam as suas próprias janelas de promoções e ofertas especiais, que são disponibilizadas por tempo limitado.

Uma das vantagens dessa estratégia é de que você distribui suas promoções e vendas por mais dias, gera tráfego e até evita possíveis congestionamentos do site, economizando recursos e proporcionando uma melhor experiência ao cliente — minha próxima dica. Portanto, planeje o seu mês de novembro e aproveite o que a Black Friday pode oferecer.

Experiência do cliente

As mudanças na forma de consumir colocaram à prova as estratégias de Customer Experience (CX). Oferecer uma excelente experiência ao cliente é um diferencial que você precisa almejar para o seu negócio. Já ouvimos muitos relatos sobre problemas na Black Friday, seja pelo alto número de acessos na página ou problemas na entrega dos produtos, que impactam na experiência do consumidor.

Se você tem a sua própria loja, certifique-se que ela está preparada para aguentar um aumento expressivo de tráfego para que os clientes consigam concluir suas compras sem maiores problemas e frustrações. Lembre-se que tudo isso está ligado à percepção que as pessoas terão da sua marca. E depois você vai querer que elas retornem, não é mesmo?

Explore as redes sociais

Além de expandir a data comercial, trabalhando o antes, o durante e o depois, a gente sabe que o marketing de conteúdo é uma das formas de chegar até os consumidores. Uma forma bacana de trabalhar com os seus produtos é criar comparativos, sempre linkando com o que você comercializa. Uma oportunidade de ouro para engajar e interagir com os seguidores, além de gerar tráfego à loja, está em oferecer cupons de desconto exclusivos para quem acompanha a página.

Além disso, invista em design. Ter uma campanha com a sua própria identidade visual vai ajudá-lo a se destacar diante dos demais. As pessoas precisam bater o olho e identificar que é a sua loja. Essa estratégia também ajuda no fortalecimento da sua marca e na forma como as pessoas a enxergam.

Preços e frete como diferenciais

O consumidor mais uma vez vai pesquisar bastante sobre o que deseja, comparando preços. Outro fator que pode ser determinante é o valor do frete e o tempo para entregar o produto. Com preços tão semelhantes, o consumidor pode optar por sua loja se os prazos e/ou o preço da entrega forem melhores.

Se você encontrar dificuldades para ofertar promoções ainda melhores sem ter prejuízo, uma dica é pensar em melhores condições de pagamentos ou ofertas brindes a partir de um determinado valor – ampliando, inclusive, o ticket médio. De qualquer forma, essas estratégias competitivas precisam ser desenhadas por você, lojista. Afinal, só você sabe o tamanho da sua operação, quais são as suas expectativas para a data e o que seu público espera.

As dicas acima são importantes, mas apenas você sabe o que faz mais sentido no seu negócio. A única certeza é a de que você não pode ficar de fora da Black Friday. É uma data sazonal muito aguardada por todos. Não perca essa oportunidade de alavancar suas vendas e alcançar o sucesso que você almeja. Sucesso!

O post Black friday 2021: você já deveria estar se preparando apareceu primeiro em E-Commerce Brasil.

Na próxima semana farei mais um review com depoimento e resenha sobre Black friday 2021: você já deveria estar se preparando. Espero ter ajudado a esclarecer o que é, como usar, se funciona e se vale a pena mesmo. Se você tiver alguma dúvida ou quiser adicionar algum comentário deixe abaixo.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.