Ads Top

Mobile commerce mais longe de fraudes? É possível

Ao entrarmos em 2021, as mudanças no comportamento de compra do consumidor provocadas pela pandemia global estão se tornando a nova norma. Com os lockdowns continuando neste novo ano, e o acesso às lojas físicas ainda estar restrito, às compras online são agora, para muitos consumidores, o principal canal de varejo. Não só através de sites, mas também via mobile commerce. Se tornou comum comprar qualquer coisa online, o volume de uso de aplicativos de entregas aumentou, e o hábito de comprar online e buscar na loja física veio para ficar.

Com estes novos comportamentos de compra, vêm associadas mudanças na segurança e no risco. Os fraudadores estão sempre buscando novas oportunidades de ataques e a disrupção no varejo mobile criada pela pandemia também deixou a porta aberta para novos tipos de ataques. Esta tendência fica bastante clara, não só pelo aumento de casos de fraudes mobile, mas também por episódios como os recentes vazamentos de dados de toda a população brasileira.

Leia também: Quais são os principais problemas digitais enfrentados nas compras online?

Para o varejo online, fraude de pagamento é um termo da indústria que cobre qualquer tipo de transação fraudulenta associada com a compra de mercadorias. Para varejistas, isto inclui não apenas transações que utilizam cartões de crédito e credenciais roubadas, mas também mercadorias perdidas ou roubadas e falsa devolução de mercadorias. Estes custos, assim como as taxas de estorno, custam somas consideráveis para os varejistas.

O aumento das compras no varejo online tornou a fraude mais fácil do que seria pessoalmente. Com as compras, o fraudador não precisa visitar uma loja física nem apresentar um cartão de crédito físico, o que torna mais difícil para o varejista verificar se tudo é legítimo. 

O novo normal das compras mobile justifica olharmos de forma diferente e atualizar as melhores práticas para evitar fraudes de pagamentos. O roubo de identidade é um dos  combustíveis para fraudes de pagamento e os varejistas mobile precisam estar atentos a sinais adicionais para detectar atividades fraudulentas com foco no comportamento do usuário, uma vez que, ao contrário das credenciais estáticas, a jornada do usuário é dinâmica e mais difícil de falsificar ou roubar.

Uso de Credenciais Roubadas

Para os varejistas online, o uso de credenciais roubadas é uma ameaça contínua e crescente de fraude de pagamento. Os fraudadores põem suas mãos nas informações de cartão de crédito de um indivíduo e outras informações pessoais relacionadas e depois fazem compras fraudulentas. Com crescentes casos de vazamentos de dados pessoais disponíveis para quem quiser na internet, como os noticiados nas últimas semanas, os fraudadores têm acesso fácil às informações e, em última instância, um tempo mais fácil para cometer fraudes.

Este tipo de fraude foi democratizada, pois antes os dados pessoais estavam disponíveis principalmente na Dark Web, para fraudadores profissionais. Agora, os dados estão em sites abertos, e qualquer um disposto a fazer um dinheiro fácil pode ter acesso.

Melhores práticas: Vá além dos dados estáticos para prevenir fraudes e incorpore técnicas com informações dinâmicas de detecção de fraude, tais como biometria comportamental, capazes de identificar anomalias no comportamento do usuário.

Integridade do Dispositivo Mobile

A mudança do varejo online para o mobile foi acelerada pela pandemia. O uso de outros formatos de pagamentos, como por aproximação, sem contato, com QR Code, assim como o modelo de comprar online e buscar na loja, fizeram os dispositivos mobile imprescindíveis. Os fraudadores normalmente escondem as características de seus dispositivos mobile, forjando sua localização e usando emuladores mobile. 

Melhores práticas: Verificar a integridade do dispositivo como um ponto de partida para a detecção de fraudes. Verifique dispositivos que passaram por jailbreak ou root, que fazem uso de emuladores mobile e spoofing de localização.

Comportamento de Localização

Os fraudadores nunca revelam sua verdadeira localização. Em 2021, os varejistas online deveriam buscar aumentar sua base de usuários com localização ativa. Começando a partir do onboarding, devem verificar continuamente a correlação entre o endereço residencial declarado, o endereço da compra, e o endereço do comportamento de localização do dispositivo mobile. Mais de 80% dos usuários legítimos abrem novas contas a partir de sua casa e dentro de 24 horas mais de 95% dos usuários já visitaram seu endereço residencial declarado.

As melhores práticas: Implementar verificação contínua de endereço para detectar um comportamento do usuário que seja inconsistente com as informações da conta. Verificar o comportamento de localização do usuário para entender se é consistente com a conta indicada e o endereço de entrega cadastrado.

Os fraudadores estão procurando capitalizar as oportunidades de ganhos financeiros decorrentes de fraudes de pagamento em mobile commerce. As melhores práticas para detecção de fraudes exigem cada vez mais o uso do comportamento do usuário e do dispositivo para garantir que os usuários legítimos estejam fazendo compras legítimas.

O post Mobile commerce mais longe de fraudes? É possível apareceu primeiro em E-Commerce Brasil.

Na próxima semana farei mais um review com depoimento e resenha sobre Mobile commerce mais longe de fraudes? É possível. Espero ter ajudado a esclarecer o que é, como usar, se funciona e se vale a pena mesmo. Se você tiver alguma dúvida ou quiser adicionar algum comentário deixe abaixo.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.