Ads Top

Ferramentas que auxiliam o MEI no e-commerce

O ano de 2020 ultrapassou uma marca histórica para os Microempreendedores individuais: o país ultrapassou a marca de 10 milhões de MEIs, boa parte inseridos também no comércio eletrônico. Foi um ano em que muitas pessoas passaram a empreender por necessidade. Além disso, muitas delas encontraram no e-commerce a opção para enfrentar este período e ainda realizar o desejo do próprio negócio.

Por ser um profissional autônomo, e muitas vezes solo no negócio, é importante que o MEI conte com ferramentas que o auxiliem nos processos diários. Confira algumas dicas:

Conte com um emissor de Notas fiscais

Para vender no e-commerce é importante emitir notas fiscais. Isso garante a legalização do comércio e também apresenta a garantia para o consumidor.

A Nota Fiscal eletrônica (NF-e) é a exigida pela maioria dos canais de venda e trata-se de um arquivo de computador em formato XML — que possui uma chave de acesso comprovando sua originalidade e exclusividade. Por isso, é preciso fazer a consulta sobre se o seu Estado emite a nota fiscal eletrônica, a fim de não ter problemas com os marketplaces que deseja vender.

Vender em marketplaces

Para aumentar as chances de conversão, ter uma estratégia de venda em marketplaces é interessante. O negócio vai ao encontro do consumidor em players já conhecidos e com reputação concretizada. O MEI pode sim vender em marketplaces, só é preciso entender o canal de vendas. A maioria dos canais exige os seguintes requisitos:

  • Declarações de conteúdo;
  • Nota fiscal eletrônica (NF-e) com chave de acesso digital e emitida no formato de arquivo XML;
  • Conta jurídica (com o mesmo CNPJ da empresa) para recebimento dos pagamentos;
  • Produtos com código de barras legítimos e estoque a pronta entrega;
  • Itens com dimensões dentro dos limites estabelecidos pelos correios.

Outra dica importante é avaliar se consegue manter os preços competitivos nestes canais, já que a concorrência é grande. Verifique sempre a taxa de comissionamento do canal antes de fazer o registro.

Sistema de gestão ERP online

Para garantir a organização interna dos processos — e também a integração aos canais de venda e parceiros logísticos —, um ERP online é uma ferramenta indispensável. O investimento mensal é baixo se comparado aos benefícios que a ferramenta traz para a rotina. Com o ERP integrado ao e-commerce é possível automatizar processos, como emissão de notas fiscais, gestão de estoque, geração de boletos, fluxo de caixa, entre outros. O objetivo é sempre garantir uma boa experiência ao consumidor.

O sistema de gestão ERP torna-se uma ferramenta descomplicada para quem, por muitas vezes, está empreendendo e administrando um negócio pela primeira vez.

Obrigações legais do MEI

Declaração de Imposto de Renda

A Declaração Anual do Simples Nacional (DASN SIMEI) deve ser entregue até 31 de maio, referente ao exercício fiscal do ano anterior.

Mensalidade

A formalização do MEI não tem custo. Porém, após a formalização é necessário o pagamento mensal dos tributos de R$ 52,25 (INSS), acrescido de R$ 5,00 (para Prestadores de Serviço) ou R$ 1,00 (para Comércio e Indústria) por meio do DAS (carnê) emitido por meio do Portal do Empreendedor. É importante manter os pagamentos em dia para emitir suas notas.

O MEI está cada vez mais presente no universo online. Isso porque é uma classificação de pequeno vendedor que busca por espaço e encontra no e-commerce uma grande oportunidade de crescimento. Reforço que algumas plataformas oferecem treinamentos para auxiliar o lojista a utilizar o canal. Também compartilham conteúdos que ajudam a criar estratégias de venda importantes para quem está começando a atuar no comércio eletrônico.

A tecnologia está ao alcance para auxiliar nos negócios e facilitar os processos diários. A presença digital fortalece o pequeno empreendedor. Todavia, para isso é preciso integrar as compras, as vendas e contar com bons parceiros (sejam canais de venda ou empresas de logística) para crescer no e-commerce.

Utilizar ferramentas que facilitam o trabalho é uma maneira inteligente de ampliar as possibilidades de venda e ampliar a vitrine virtual.

Com mais MEIs no e-commerce, é preciso destacar o seu negócio e criar boas experiências de compra com o objetivo de fidelizar o cliente. As estratégias de venda iniciam na organização interna. Reforço a importância de se atentar às transformações do mercado e buscar ferramentas para facilitar o trabalho e integrar o negócio.

O post Ferramentas que auxiliam o MEI no e-commerce apareceu primeiro em E-Commerce Brasil.

Na próxima semana farei mais um review com depoimento e resenha sobre Ferramentas que auxiliam o MEI no e-commerce. Espero ter ajudado a esclarecer o que é, como usar, se funciona e se vale a pena mesmo. Se você tiver alguma dúvida ou quiser adicionar algum comentário deixe abaixo.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.