Ads Top

Inteligência Artificial: de “2001 – Uma Odisseia no Espaço” aos dias atuais

Não é de hoje que o conflito entre humanos e máquinas povoa o imaginário popular. Por muito tempo, a possibilidade de nossa espécie ser “vencida” por computadores superinteligentes soou ao mesmo tempo assustadora e fascinante. Um dos exemplos mais marcantes da Inteligência Artificial no cinema é HAL 9000, o inesquecível computador de “2001 – Uma odisseia no espaço”. No filme, o aparelho opera com Inteligência Artificial e foi desenvolvido para dar suporte à tripulação da nave espacial Discovery.

Além da habilidade de aprender e executar tarefas humanas, HAL tinha um diferencial: era capaz de sentir empatia, ter pensamentos abstratos e até mesmo vivenciar emoções, algo que (ainda) não é possível para as máquinas atuais. Porém, HAL acabou saindo de controle e passou a tomar decisões por conta própria, desconsiderando as ordens da equipe. O longa de Stanley Kubrick foi lançado em 1968 e, para a época, a ideia de um computador capaz de executar sozinho atividades humanas parecia absolutamente fantástica.

A Inteligência Artificial nos dias de hoje

Atualmente, entretanto, a Inteligência Artificial se mostra cada vez mais acessível. Ela migrou das telas de cinema diretamente para o mundo real, e está muito presente em nosso dia-a-dia. Sabe aquela assistente virtual que toca músicas para você, responde às suas perguntas, faz ligações pelo celular e é capaz até de acender as luzes da sua casa? Ela é fruto da Inteligência Artificial. O mesmo é para a ferramenta de chatbot que interage com clientes em uma loja online e o algoritmo que recomenda filmes que podem te interessar em seu serviço de streaming favorito. Até mesmo a ferramenta de reconhecimento facial para taguear fotos no Facebook parte da Inteligência Artificial. Esses são apenas alguns exemplos de como essa tecnologia é aplicada nos dias de hoje.

Quando o assunto é o comércio eletrônico, então, as possibilidades são quase infinitas! Hoje, é possível fazer uso da Inteligência Artificial para atrair clientes à loja online — usando ferramentas de automação para otimizar as campanhas de marketing e captar leads. Ela também pode ser empregada para otimizar processos, reduzir custos, aumentar a produtividade e melhorar os processos logísticos. Vale destacar que tudo ocorre de modo automático e personalizável.

A principal vantagem é poupar tempo, recursos e esforços na hora de executar tarefas mais mecânicas. Com o benefício extra de evitar falhas operacionais, afinal, a rigor as máquinas não cometem erros. Assim, equipes humanas conseguem se dedicar totalmente às atividades que demandam um “toque pessoal”. São aquelas que os computadores não conseguem fazer, que exigem habilidades de raciocinar criticamente, planejar, gerar conexão com o público e contar histórias.

Inteligência Artificial no varejo

Com a Inteligência Artificial, o varejista também consegue identificar seu público com facilidade, e inclusive prever seu comportamento. Utilizando Big Data e Machine Learning, a Inteligência Artificial consegue fornecer insights poderosos sobre a audiência, por exemplo. Na prática, permite descobrir o estágio em que o lead se encontra no funil de vendas. Com base nisso, é possível oferecer exatamente o que ele deseja, com recomendações mais certeiras e fundamentadas em dados — tornando o relacionamento entre o consumidor e a empresa muito mais sólido.

Além disso, com a automação de marketing é possível otimizar ações de retenção, recaptura e reengajamento de visitantes. Tudo isso é fundamental para obter melhores resultados e se destacar entre a concorrência. As melhores soluções do mercado se baseiam em conceitos da Inteligência Artificial. Elas usam tecnologia capaz de automatizar processos e ações de marketing com facilidade, em serviços como:

  • e-mail retargeting;
  • ferramentas de retenção de clientes e recuperação de vendas;
  • chatbots para negociar valores em lojas online, entre inúmeras outras opções.

Os algoritmos desenvolvidos atualmente permitem ao lojista identificar e reimpactar o público por meio de mensagens direcionadas para cada perfil. Tudo ocorre de uma maneira 100% automática, permitindo uma comunicação personalizada com os consumidores. Por exemplo, é muito simples fazer previsões com base no comportamento de navegação e compra de um cliente no site e, a partir daí, recomendar produtos de que ele gostar.

Na prática, isso colabora para estreitar o relacionamento e aumentar a conversão. A Inteligência Artificial podia soar como um devaneio quando “2001 – Uma odisseia no espaço” entrou em cartaz. Porém, hoje ela extrapolou o universo da ficção científica e invadiu o mundo do e-commerce e do marketing digital. Automatizar processos com o uso da Inteligência Artificial já é algo acessível, simples, e extremamente útil para otimizar os seus negócios.

O post Inteligência Artificial: de “2001 – Uma Odisseia no Espaço” aos dias atuais apareceu primeiro em E-Commerce Brasil.

Na próxima semana farei mais um review com depoimento e resenha sobre Inteligência Artificial: de “2001 – Uma Odisseia no Espaço” aos dias atuais. Espero ter ajudado a esclarecer o que é, como usar, se funciona e se vale a pena mesmo. Se você tiver alguma dúvida ou quiser adicionar algum comentário deixe abaixo.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.