Ads Top

Contingência no Facebook: porque o seu negócio precisar ter uma?

Final de ano é uma das épocas mais movimentadas no comércio eletrônico, principalmente Black Friday e Natal — e ninguém quer estar de fora dessa sazonalidade.

Mas não bastar querer estar pronto para vender mais, é preciso cuidar de aspectos que vão além de produto, oferta e estoque. Existe um ponto fundamental para manter suas campanhas rodando e que não pode ser ignorado.

Estou falando sobre Práticas de Contingência.

Mesmo seguindo todas as políticas de publicidade, pode ocorrer de o Facebook bloquear algumas contas apenas por segurança quando ele percebe alguma atividade suspeita. E se isso acontecer com sua conta, você estaria pronto para continuar anunciando ou teria que esperar a conta ser liberada?

Este post não vai te ensinar a burlar as regras do Facebook. Pelo contrário: ele vai te ajudar a ter uma estrutura de conta que previna que seu negócio sofra caso ocorra algum bloqueio indevido.

O seguro morreu de velho, não é isso que dizem?

O óbvio precisa ser explicado

É óbvio, mas vale ressaltar: se você seguir as Políticas de Publicidade do Facebook, as chances de você ter uma conta bloqueada são muito pequenas. Eu gostaria de dizer que as chances são quase inexistentes, mas vemos alguns casos de bloqueios que nos chamaram a atenção.

Vemos colegas tendo suas contas bloqueadas por engano, mesmo seguindo todas as políticas. Nesses casos, a justificativa do suporte é que a conta fora bloqueada incorretamente. 

E é compreensível até certo ponto, já que é a maneira de o Facebook preservar seu ecossistema e protegê-lo contra hackers e pessoas mal intencionadas.

Mas para nós que amamos o Facebook e queremos estar do lado dele, um bloqueio é algo muito triste e que causa muita dor de cabeça, especialmente se não tivermos uma ação de contingência.

Os tipos de bloqueio

Existem 4 principais tipos de bloqueio no Facebook:

  • Atividade Incomum: é quando o Facebook suspeita que algo de errado não está certo na sua conta. Ou seja, ele quer saber que você é você e que ninguém mais tem acesso à sua ela. Esse bloqueio é uma maneira de o Facebook proteger você de invasões de hackers, por exemplo.
  • Bloqueio de Publicidade: ocorre quando você tenta veicular anúncios que não estão em conformidade com as políticas de publicidade. A conta que era utilizada para veicular anúncios está impedida de criar campanhas, e todos os anúncios dela são desativados.
  • Bloqueio Comercial: é quando o Gerenciador de Negócios é desativado, e ocorre quando a pessoa tenta veicular anúncios fora das políticas repetidamente. Com isso, todas as contas de anúncios vinculadas a ele e seus pixels não podem mais ser utilizados. 
  • Bloqueio Permanente: é quando o indivíduo já fez tanta besteira que o Facebook não quer ver a pessoa nem pintada de ouro. Esse nível de bloqueio é irreversível.

 

E por que eles ocorrem?

Como mencionei acima, o Facebook tem um zelo, um cuidado, um amor incondicional, pelo seu ecossistema.

Ele tem alguns amores que ele sempre vai proteger:

O primeiro deles é o usuário: antes de qualquer publicidade, o Facebook precisa ter pessoas dentro da plataforma consumindo conteúdo. Sem elas, ele não vai existir. Então tudo aquilo que infrinja suas políticas tem o potencial de afetar a experiência do usuário, e isso é inadmissível.

O segundo é o anunciante: nós movimentamos a publicidade no Facebook e ele nos recompensa com uma inteligência enorme de seu algoritmo, sempre mais inteligente do que nunca. Por isso, ele vai tentar nos proteger caso perceba alguma atividade incomum nas contas e vai afastar aqueles que violam as políticas de publicidade para assim garantir um ambiente de confiança.

A estrutura das contas

Mas antes de ir para parte prática, vamos revisar como as contas são compostas dentro do Facebook:

Você tem seu perfil pessoal, aquele onde você posta fotos da família e de comida. Ele equivale ao seu CPF no mundo real.

Quando você decide fazer anúncios no Facebook você não pode usar sua conta pessoal. Você precisa anunciar como uma empresa. Para isso, você precisa criar de um Gerenciador de Negócios vinculado ao seu perfil. É como se agora você tivesse um CNPJ.

O Gerenciador de Negócios é a matriz, onde você cria contas de anúncios, configura a forma de pagamento, insere dados da empresa, atribui acessos de parceiros e de pessoas, cria ativos como pixel e etc.

A Conta de Anúncios é o que usamos para criar as campanhas, e ela que está vinculada ao seu Gerenciador de Negócios.

Práticas de contingência

Entenda contingência dessa maneira:

Uma maneira profissional e legal de ter seus Gerenciadores de Negócios e Contas de Anúncios reservas, como prevenção do marketing da empresa, tudo seguindo as políticas do Facebook.

Mesmo que a gente siga todas as regras do jogo, é muito saudável ter uma prática que nos permita continuar anunciado caso uma de nossas contas de anúncios seja bloqueada.

E para te ajudar, vou emprestar do grande Pedro Sobral uma estratégia muito inteligente de proteção de suas contas.

O primeiro passo é com os Gerenciadores de Negócios (GDN). Todo perfil pessoal pode criar 2 Gerenciadores de Negócios. Então você pode criar, por exemplo, GDN-1 e GDN-2.

O Gerenciador de Negócios 1 (GDN-1) será o dono da página da empresa no Facebook, do pixel, do perfil no Instagram e do catálogo (se houver). Dentro desse Gerenciador de Negócios você vai criar sua Conta de Anúncios Backup.

Em seguida, você vai compartilhar todos esses ativos com o Gerenciador de Negócios 2 (GDN-2) – página da empresa no Facebook, do pixel, do perfil no Instagram, da conta de anúncios backup e do catálogo .

Depois, dentro do Gerenciador de Negócios 2 (GDN-2), você vai criar 2 contas de anúncios. A Conta de Anúncios 1 é a conta dentro da qual você vai criar os públicos (lista de clientes, lookalike, visitas ao site, visualização de vídeos).

A Conta de Anúncios 2 é a conta que você vai usar para veicular seus anúncios usando os públicos criados na Conta de Anúncios 1, que devem ser compartilhados com ela.

Então, para ilustrar melhor como a distribuição deve ficar, veja a ilustração abaixo:

Fonte: Pedro Sobral, no Instagram

Dessa maneira, caso sua Conta de Anúncios 2 seja bloqueada, basta usar a Conta de Anúncios Backup, que é de propriedade do Gerenciador de Negócios 1. Como os ativos de públicos e pixel são os mesmos, você poderá voltar a anunciar imediatamente.

Mas o mais fácil mesmo é…

Se você não está na linha de frente todos os dias com os anúncios, é bem provável que esse conteúdo tenha sido um tanto confuso para você. Mas está tudo bem. Se esse é o seu caso, basta mostrar este post para o profissional que cuida da sua conta para que ele entenda e implemente a estrutura.

Porém, o mais fácil é uma coisa só: seguir à risca as políticas do Facebook.

Anúncios sobre conteúdos proibidos, como arma, produtos sexuais, drogas e medicamentos, mencionando ganho de dinheiro fácil são completamente abominados nas políticas.

Outro ponto importante: faça a verificação da sua empresa nos Gerenciadores de Negócios. Isso ajuda a provar que ela existe e que ela é confiável.

Ativar a autenticação de dois fatores de todos os administradores é fundamental. Isso faz com que seu perfil pessoal seja mais seguro, o que impacta diretamente na segurança dos Gerenciadores de Negócios e Contas de Anúncios.

Usar cartão de crédito como forma de pagamento ajuda a aumentar a relevância da empresa, especialmente se for um cartão corporativo.

E, por fim, interagir com o Facebook fazendo os cursos gratuitos que ele oferece é uma excelente maneira de aprender mais sobre a ferramenta e estreitar o relacionamento.

Vamos executar?

Hora de botar a mão na massa e proteger suas contas. É um trabalho grande, mas que é feito uma vez só e que previne possíveis dores de cabeça no futuro.

O post Contingência no Facebook: porque o seu negócio precisar ter uma? apareceu primeiro em E-Commerce Brasil.

Na próxima semana farei mais um review com depoimento e resenha sobre Contingência no Facebook: porque o seu negócio precisar ter uma?. Espero ter ajudado a esclarecer o que é, como usar, se funciona e se vale a pena mesmo. Se você tiver alguma dúvida ou quiser adicionar algum comentário deixe abaixo.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.