Ads Top

SEO e Analytics no cenário de retomada do mercado

Quatro meses após o início da pandemia no Brasil já se falava em retomada da economia. Ainda como uma luz lá no final do túnel, mas economistas já identificaram alguns padrões para tentar prever como esta retomada se dará. Com os negócios se estruturando por meio de canais digitais dentro do novo cenário de incertezas e controle de caixa, a presença orgânica no Google — mecanismo de buscas que detém mais de 90% de market share no Brasil — se mostra como uma das grandes oportunidades que atende aos requisitos desta nova realidade.

O esforço de otimização de um site para atender aos critérios do Google e se posicionar entre os primeiros resultados chama-se SEO, da sigla em inglês search engine optimization. E, diferente dos esforços de mídia, não basta compor um anúncio e colocar dinheiro nele: o principal critério é relevância e experiência dos usuários. Portanto, é uma construção longa que envolve a tecnologia do site, seu conteúdo como pilar principal, e as menções que os sites recebem na internet por meio de links em outros sites.

Não é simples e o retorno costuma acontecer em médio e longo prazo, mas ainda assim é gratuito e sustentável. Em comparação com a mídia paga, um dos grandes benefícios é que, se seu negócio depende 100% de mídia paga para conquistar tráfego e seu dinheiro acaba, sua presença digital também acaba. Enquanto no resultado orgânico, toda a conquista de posições e tráfego não se perde.

Porém, não existe uma mídia versus a outra. Existe uma estratégia complementar entre mídias pagas e orgânicas, principalmente para novos negócios entrando no ambiente digital. O SEO gera resultado orgânico e é gratuito e sustentável. No entanto, também demanda tempo para promover um crescimento expressivo de tráfego — podemos falar em 18 a 24 meses em alguns mercados mais concorridos. Nenhum negócio pode esperar dois anos para começar a vender bem, e é aí que uma estratégia complementar entra. O investimento em mídia paga pode acelerar o início das vendas e sustentação do negócio enquanto se investe em ações de SEO para conquistar resultado orgânico no futuro.

Essa equação não é fácil e demanda bons parceiros, como agências digitais e consultorias em SEO, para conquistar e manter seus resultados. Além disso, mensurar seus resultados minuciosamente é imprescindível para ajustar a estratégia e ter controle do retorno dos seus investimentos. Fazendo isso, aliás, também identificará o comportamento do seu público-alvo e se adaptará a ele. A capacidade de coletar dados para análise é uma das principais características das ferramentas digitais em comparação às mídias tradicionais ou offline.

As ferramentas de Analytics, como são conhecidas as ferramentas de coleta, armazenamento e apresentação de dados, desempenham um papel fundamental nesta nova realidade do mercado. Com elas é possível identificar quais esforços de comunicação estão gerando tráfego e conversões, quais páginas e produtos do seu site são os mais visualizados ou comprados, dentre centenas de outras análises possíveis.

A importância destas análises é ter consciência e controle do dinheiro investido em produtos e esforços de comunicação. Afinal, agora não há mais margem para desperdícios.

O Google Analytics é uma das principais ferramentas do mercado global. Ela é gratuita e consegue monitorar uma infinidade de dados sobre interfaces digitais, como sites, e-commerces e aplicativos para celular. A quantidade de dados é tão grande que é muito importante fazer um bom setup da ferramenta a partir da definição dos principais indicadores que cada stakeholder do negócio precisa acompanhar. Para, depois, poder fazer a correta instalação e configurações da ferramenta e montar visões de dados práticas e úteis para os tomadores de decisão do negócio.

Entenda que estou chamando a atenção principalmente para canais proprietários do negócio, como sites e e-commerce próprios. Quando se tem uma estratégia baseada em marketplaces e redes sociais, você está construindo seu conteúdo e cadastrando seus produtos em plataformas pertencentes a outras empresas, que possuem suas próprias ferramentas de Analytics — lembrando que existe um risco em depender 100% do seu negócio digital em canais de outros. Pode ser uma estratégia para iniciar um negócio digital. Porém, assim como o SEO, é importante construir seus canais proprietários em paralelo.

O post SEO e Analytics no cenário de retomada do mercado apareceu primeiro em E-Commerce Brasil.

Na próxima semana farei mais um review com depoimento e resenha sobre SEO e Analytics no cenário de retomada do mercado. Espero ter ajudado a esclarecer o que é, como usar, se funciona e se vale a pena mesmo. Se você tiver alguma dúvida ou quiser adicionar algum comentário deixe abaixo.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.