Ads Top

Marketplaces: como usar esses locais a favor do seu negócio

Desde março de 2020, quando iniciou a reclusão social no Brasil em função da Covid-19, surgiram mais de 100 mil novos negócios online. Muitos destes já inseridos em marketplaces – os grandes shoppings virtuais.

Se o momento foi de aumento de lojistas, o crescimento de clientes de e-commerce também se fortaleceu, já que muitos itens só poderiam ser adquiridos dessa forma no período. Estar inserido em marketplaces significa também vender online e ter maior visibilidade, poder realizar vendas sem ter necessariamente uma loja virtual, e estar em plataformas com milhões de clientes ativos, em busca dos mais diversos produtos.

É importante destacar que a maioria dos grandes players é composta por pequenos lojistas, e não por grandes varejistas como muitas vezes podemos pensar.

Benefícios de estar em marketplaces

A plataforma de vendas de marketplaces é diferenciada por não se construir a partir de um único negócio vendendo seus produtos, mas sim de vários lojistas. Por isso, ele é considerado um shopping virtual, com grande tráfego de visitas e aumento das chances de os negócios se estabelecerem no mercado online.

Para o lojista, outro benefício importante é a multicanalidade, ou seja, ele pode vender em diferentes canais ao mesmo tempo. Só é importante integrar a gestão através de um sistema de ERP a fim de organizar a parte financeira e automatizar as integrações.

Grande parte dos marketplaces também tem a intenção de venda B2C (Business to Consumer), ou seja, do varejista direto para o consumidor final. A Internet está possibilitando que fabricantes vendam diretamente ao cliente, sem intermédio para a venda. Outras vantagens relevantes são:

  • Baixo investimento: Como a estrutura do site já está pronta, você não precisa se preocupar com a criação do e-commerce, hospedagem e divulgação.
  • Público diversificado: A integração com marketplaces ajuda no crescimento do seu negócio. Com os marketplaces, é possível atingir um público diversificado e diferentes nichos de mercado.
  • Visibilidade: Quando se está inserido em canais com milhares de visitantes diariamente, o tráfego do canal é garantido. Você precisa trabalhar nas melhorias para tornar seu anúncio cada vez mais atrativo e com informações completas.

O que é importante saber

Estar no marketplace é um caminho interessante e cheio de oportunidades, mas o lojista precisa focar ainda mais na gestão do negócio, pois cada plataforma possui especificidades. Por isso, vale estudar o seu público-alvo e a intenção em cada canal de compra de forma diferente.

Esteja de olho nos marketplaces de nicho (especializados em artigos de determinada área) para inserir seus produtos de maneira inteligente. Os marketplaces buscam ser cada vez mais pontos de referência, e o lojista precisa ter um bom anúncio para se destacar no algoritmo de busca do canal. Seguem outras dicas importantes de saber quando se está inserido nos marketplace:

  • Alguns marketplaces se responsabilizam pelo pós-venda, ou seja, pelo acompanhamento das entregas através do marketplace, o que facilita uma parte do trabalho.
  • Como a oferta nos marketplaces é grande, o prazo e o frete são tão importantes quanto os produtos. Muitas vezes, o consumidor não quer somente o preço, mas quer receber logo o produto adquirido.
  • Mesmo sem a necessidade de abrir uma loja virtual, inicie com CNPJ. Assim, conseguirá se integrar a todos os players;
  • Atente sempre para sua reputação: é a coisa mais importante que o lojista pode ter. Ou seja, o atendimento e a satisfação do cliente sempre têm preferência para criar uma boa reputação online.
  • Crie estratégias de vendas, desde utilizar boas fotos, descrições, até promoções eventuais.
  • Uma estratégia segmentada para vender melhor online é optar por vendas direcionadas em marketplaces de nicho. Eles permitem melhor exposição dos produtos ao cliente e aumentam as possibilidades de venda. O conceito de nicho é uma porção específica de um mercado, com necessidades e hábitos específicos e com consumidores exigentes que estão em busca de produtos determinados.

Vantagens de utilizar um ERP para vender em marketplaces

O sistema de gestão faz muito mais do que integrar sua loja virtual aos marketplaces:

  • Agiliza a preparação para o envio dos pedidos;
  • Controla o estoque de forma automatizada;
  • Emite notas fiscais e boletos bancários;
  • Elimina tarefas repetitivas;
  • Coleta informações em tempo real;
  • Deixa seu negócio de acordo com a legislação tributária;
  • Controla seus resultados financeiros;
  • Permite controlar seu negócio de qualquer lugar.

Uma vez que seus processos gerenciais estão bem organizados e sincronizados através de um ERP de confiança, o trabalho se torna mais intuitivo, e o empreendedor ganha tempo para pensar de forma criativa no negócio e nas ações de vendas. Gerenciamento unificado traz uma gestão mais eficiente e simplificada, além de resultados positivos para o fluxo de trabalho e tornar a experiência do consumidor cada vez melhor.

O post Marketplaces: como usar esses locais a favor do seu negócio apareceu primeiro em E-Commerce Brasil.

Na próxima semana farei mais um review com depoimento e resenha sobre Marketplaces: como usar esses locais a favor do seu negócio. Espero ter ajudado a esclarecer o que é, como usar, se funciona e se vale a pena mesmo. Se você tiver alguma dúvida ou quiser adicionar algum comentário deixe abaixo.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.