Ads Top

Guia de vendas online para iniciantes do comércio eletrônico

Entrar no mundo do empreendedorismo é uma tarefa árdua, mas muito entusiasmante. Isso porque o mundo empresarial é recheado de desafios e exige que você fique sempre atento às novidades e tendências do momento.

E com a introdução das relações digitais, este desafio tornou-se ainda mais crescente e as possibilidades de sucesso são quase inesgotáveis. Mas para isso é necessário associar dois fatores essenciais: conhecimento e estratégia.

Isso porque, apesar de o mundo virtual derrubar as barreiras do espaço físico e diminuir as preocupações dos(as) empreendedores(as) em relação à montagem de um espaço físico de atendimento, ele inaugura outras barreiras que tornam o desafio empreendedor sempre contínuo.

E não ache que porque você tem experiência prévia em vendas físicas o seu desafio no mundo virtual será menor. Abrir uma loja online vai muito além de “ativar um e-commerce”, já que este espaço exige cuidados e planos individuais e uma estratégia de vendas e crescimento completamente diferenciada.

Isso não significa que a sua experiência prévia seja invalidada, pelo contrário. Porém, é necessário ter em mente que as estratégias de gestão para o ambiente físico e digital são diferentes e possuem suas particularidades.

Mas, assim como na gestão de lojas físicas, o mundo das vendas virtuais também possui um “Guia de Boas Práticas” em constante processo de consolidação. Isso quer dizer que existem alguns passos iniciais que todo comerciante que busca vender online deve seguir, a fim de evitar erros e dores de cabeça desnecessárias.

Para você agir de maneira inteligente e preventiva, confira o “Guia Rápido de Boas Práticas sobre como vender online” e aproveite cada uma das 5 dicas.

Antes disso, que tal testar seus conhecimentos sobre vendas online e ver que tipo de vendedor você é:

1 – O que são vendas online?

a( ) Quando você coloca seus produtos no mundo digital;
b( ) O comércio virtual ou e-commerce;
c(X) A modalidade de vendas que adota a internet como espaço de comercialização.

Resposta: C. As vendas online podem ser realizadas em diversos espaços no século XXI. Para isso é necessário somente garantir uma fluida, transparente e fácil comunicação entre a sua loja e o consumidor no espaço virtual. ? ? O que garante a execução de uma venda online é a comunicação por meio do espaço digital. ?

2 O que é necessário para começar a vender online?

a(X) De um planejamento estratégico focado no ambiente virtual;
b( ) De uma plataforma de e-commerce;
c( ) De uma plataforma de e-commerce e um ERP.

Resposta: A. É possível vender online nos mais diferentes espaços virtuais! ?️ Redes sociais, como Instagram e Whatsapp, por exemplo, oferecem ferramentas que facilitam a execução desta modalidade de vendas, ainda que você não possua capital para investir em uma plataforma de e-commerce ? ou software ERP ?️, no começo. O mais importante é criar, implementar e sempre atualizar o seu planejamento estratégico de vendas virtuais para que o seu crescimento seja sempre contínuo e seguro. ? ?

3 Quais os principais benefícios das vendas online em comparação às vendas físicas?

a( ) Maior alcance de consumidores e planejamentos menos complexos;
b(X) Baixo investimento, disponibilidade 24h e maior alcance;
c( ) Incentivo a compras maiores, venda por demanda e marketing mais barato.

Resposta: B. Por meio das vendas online é possível realizar um investimento inicial menor ? comparativamente com as lojas físicas. Afinal, você não precisa se preocupar com aluguel de um espaço físico, por exemplo. Ao mesmo tempo, é possível alcançar um número alto de potenciais clientes ? e a sua loja também pode ficar sempre disponível ? de maneira mais barata e simples. O que é diferente do mundo físico, que encontra mais empecilhos para funcionar 24h. ???

Passo 1 – Prepare-se com base em conhecimentos!

Estudo, resiliência e profissionalismo são palavras comuns a qualquer campo de atuação. E com o empreendedorismo digital não é diferente. É preciso conhecer o espaço onde você pretende atuar, criar planos e metas com base em dados e informações confiáveis e dedicar tempo e disposição para fazer os seus planejamentos saírem do papel.

E são diversos os espaços que lhe oferecem saberes sobre o comércio virtual. Vão desde textos e aulas tradicionais do ensino regular — graduação, pós-graduação e cursos — até conteúdos disponibilizados gratuitamente em sites como Sebrae, Endeavor e canais do YouTube especializados em gestão. Existem até mesmo contas no Instagram e no Facebook que valem o follow.

Passo 2 – Identifique e defina seu nicho de atuação!

Para escolher o nicho de atuação da sua empreitada de vendas online é necessário aplicar os conhecimentos adquiridos no Passo 1. E, a partir daí, pensar em todos os aspectos que envolvem a venda de determinado produto.

Se você optar por um nicho mais popular, precisa ter em mente que vai enfrentar mais competitividade e focar em realizar vendas por quantidade. Em contrapartida, se a opção for um nicho mais reservado, a sua empresa vai enfrentar menos competição, mas também menos procura. Por isso é preciso estar atento a todas as características, necessidades e repercussões de cada produto — já que tanto um mercado mais ou menos segmentado possui seus prós e contras.

Passo 3 – Preocupe-se com a logística de ponta-a-ponta!

Do seu investimento inicial em produtos até a escolha do fornecedor de transporte/entregas, a logística deve ser meticulosamente analisada. Isso porque muitas vezes é no preço e serviço de entrega oferecido que a sua loja pode se destacar diante da concorrência.

Não se esqueça: é necessário manter controle de estoque, transparência e agilidade na atualização de informações. E o mesmo vale ao garantir um bom preço de entrega e uma boa experiência ao consumidor quando ele recebe o produto em casa — isso significa se preocupar com embalagem, segurança do transporte e envio dentro do prazo.

Passo 4 – Defina suas plataformas de comunicação com o consumidor

Nem todo lojista tem caixa para investir em ótimas plataformas de e-commerce e um bom sistema ERP logo na inauguração das vendas online. Isso não significa que os meios de comunicação adotados para contatar o consumidor não precisem ser definidos de maneira clara e organizada.

Portanto, seja a sua plataforma de vendas virtuais um e-commerce ou uma rede social, preocupe-se em deixar as informações claras, transparentes e sempre disponíveis para o seu consumidor. A sua plataforma de venda é a sua vitrine, não esqueça de cuidar dela!

Passo 5 – Enfoque em seu público-alvo!

Vender online não significa vender para qualquer um. Apesar de o campo de abrangência do espaço virtual ser muito mais amplo do que o do mundo físico, ainda é necessário que o seu planejamento estratégico inclua o enfoque das campanhas e comunicação virtual um nicho de mercado específico e bem delimitado. Você vai realizar vendas B2B (Business-to-Business – para empresas) ou B2C (Business-to-Consumer – para consumidor final)? Ou, ainda, vai disponibilizar as vendas para ambos os públicos? Cada escolha exige uma estratégia.

Isso vai refletir na plataforma de vendas adotada, meios e modos de comunicação disponibilizados, tipos de produtos comercializados, experiência de entrega oferecida e design da sua vitrine virtual. Lembre-se: no processo empresarial é tudo interligado!

Este Guia Rápido serve como uma alavanca para você inaugurar a sua jornada de vendas online de maneira assertiva e inteligente. E, de quebra, evitar cometer erros desnecessários e que podem ser facilmente prevenidos. Portanto, mãos à obra e boa sorte em sua jornada empreendedora!

O post Guia de vendas online para iniciantes do comércio eletrônico apareceu primeiro em E-Commerce Brasil.

Na próxima semana farei mais um review com depoimento e resenha sobre Guia de vendas online para iniciantes do comércio eletrônico. Espero ter ajudado a esclarecer o que é, como usar, se funciona e se vale a pena mesmo. Se você tiver alguma dúvida ou quiser adicionar algum comentário deixe abaixo.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.