É possível montar um e-commerce sem dinheiro?

Como um consultor de e-commerce, provavelmente esse é um dos questionamentos que mais ouço. Pode não ser exatamente sem dinheiro, mas com certeza lojistas que não dispõe de tanto capital para colocar seus e-commerces no ar.

Engana-se quem pensa que colocar um e-commerce para funcionar é mais barato do que abrir uma loja física. Alguns gastos como locação de espaço físico, por exemplo, podem ser evitados, é verdade. No entanto, montar uma estrutura de loja virtual requer muito mais investimento financeiro e de tempo do que imaginamos.

Mas, é possível montar um e-commerce sem dinheiro? Sinceramente, não. Contudo, é possível trabalhar com um orçamento mínimo e aproveitar das versões gratuitas que muitas ferramentas oferecem.

E-commerce sem investimento

Como qualquer empreendimento, o e-commerce necessita de um capital inicial para poder adquirir as necessidades básicas da loja, bem como montar estoque.

No primeiro momento, o estoque é provavelmente o maior investimento que você terá que fazer. Afinal, é necessário ter uma cobertura de estoque se você quer começar a vender profissionalmente. Já ouvimos muito que a internet permite que você não tenha estoque, e assim que fizer a venda você pode correr atrás do produto.

Colocando-se no lugar do cliente, especialmente o brasileiro — um povo ansioso que não gosta de grandes períodos de espera para a chegada da mercadoria —, a tendência é que as vendas inclinem para as lojas que tem o produto em “pronta entrega”, digamos assim.

Digitalização

Para quem possui uma loja física e precisou abrir um e-commerce durante a pandemia, este investimento em relação ao estoque ficou mais fácil. Afinal, o estoque da loja física já está lá, bem como um espaço físico para alocar os produtos.

Existem diversas plataformas que oferecem planos simples e gratuitos. Elas permitem a elaboração de um site de vendas no qual você pode começar a sua loja com facilidade e rapidez.

Ainda assim, investimentos em equipes de profissionais que já saibam trabalham com o digital é necessário. Apesar de o estabelecimento físico já existir, na internet a sua loja não é conhecida.

É como abrir uma loja na vilela mais escondida do bairro menos frequentado. Ninguém sabe que há uma loja ali, a menos que você divulgue e tenha uma vitrine apresentável.

Por isso os investimentos em marketing e equipes para cadastro de produto, SEO e design são minimamente necessários.

E-commerce sem dinheiro

Como disse no começo do artigo, não é possível montar um e-commerce sem dinheiro nenhum. É necessário um investimento mínimo para que sua loja ao menos comece a vender.

Também não significa que apenas com valores astronômicos sua loja vá crescer ou dar certo. Isso porque, sem planejamento, não importa o quanto de dinheiro seja investido: a loja não vai ter sucesso.

Planejamento

Planeje-se com antecedência. Como mencionei, existem plataformas com planos gratuitos, ferramentas com planos de preços acessíveis, além de muitas outras que podem ser utilizadas sem problemas no plano grátis.

Especialmente se o dinheiro do investimento é curto, o planejamento se faz ainda mais necessário. Afinal, não há espaço para erros e desperdício de capital.

Agora é o momento de você digitalizar a sua loja física, começar o projeto de e-commerce que está no papel há anos. Apesar da reabertura do comércio físico, o faturamento das vendas online cresceu, só em abril, 81% em relação ao mesmo período do ano passado.

Com o hábito de consumo mudando devido ao período pelo qual estamos passando, é tendência que os consumidores passem a consumir mais na internet daqui em diante.

Não deixe para digitalizar-se depois, faça seu planejamento com calma e aproveite para investir no mercado online.

O post É possível montar um e-commerce sem dinheiro? apareceu primeiro em E-Commerce Brasil.

Na próxima semana farei mais um review com depoimento e resenha sobre É possível montar um e-commerce sem dinheiro?. Espero ter ajudado a esclarecer o que é, como usar, se funciona e se vale a pena mesmo. Se você tiver alguma dúvida ou quiser adicionar algum comentário deixe abaixo.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O Guia da Pesquisa de Palavras-Chave

5 desafios enfrentados pelos CIOS neste momento

Como excluir conta do Facebook: passo-a-passo