Como produzir um texto acima da média : 5 erros que acabam com seu engajamento (e como evitá-los)

Como produzir um texto que se destaca no meio de tantos conteúdos publicados diariamente na internet?

Através de uma escrita criativa, atraente e de alta qualidade.

Mas, para conseguir esse feito, significa que cada parte do texto que você produz, precisa resolver um problema ou atender a um desejo. O ideal é conseguir fazer as duas coisas.

Quando você conseguir fazer isso de forma consistente, sua audiência irá acompanhar você de perto, curtir e compartilhar o que você escreve e posteriormente comprará seus produtos e serviços.

Transparência e autenticidade também são aspectos importantes. Seu público busca em você a figura de um amigo inteligente, que entende como as coisas funcionam.

Eles querem alguém para compartilhar experiências, dicas e dar exemplos práticos. Você precisa assumir a postura de uma pessoa de confiança.

É importante que você saiba demonstrar conhecimento, no entanto, isso não significa que seus leitores queiram de você uma palestra acadêmica. E esse é só um, dos cinco erros mais comuns que os escritores iniciantes cometem na hora de produzir um texto para a internet.

Alguns escritores acreditam saber tudo sobre o assunto, mas continuam cometendo os mesmos erros, o que, consequentemente acaba por atrasar e dificultar a conquista dos resultados que textos de excelência tem o poder de gerar.

Vamos conhecer os 5 erros mais comuns e o que fazer para evitá-los?

Erro #1: Afogar sua audiência com informações

Quando nossa mente alcança o ponto máximo de limite, ela simplesmente não consegue gravar mais nenhuma informação nova.

Apesar desse limite ser individual, em algum momento até a mente dos mais “resistentes” acaba por cansar. E assim você começa a perder o foco e para de prestar atenção nas informações que está recebendo.

Para a maioria das pessoas, esse limite é alcançado rapidamente, ou melhor, depois de internalizar cerca de 3 grandes ideias ou conceitos.

Ao atingir esse ponto de limite, a mente sofre uma pane, quase como um curto-circuito.

Trabalhar no limite da capacidade mental pode trazer insegurança em relação à habilidade de compreender e aplicar aquilo que está sendo ensinado.

Você começa a achar que não é inteligente o bastante para compreender o que está sendo passado e acaba por desistir.

Quando o cérebro tenta processar todas as ideias, que acabou de receber, de uma vez só, acontece um apagão, e a mente fica impossibilitada de registrar qualquer informação por cerca de 50 a 150 milissegundos.

Pode não parecer grande coisa, mas isso significa que sua audiência não vai conseguir tomar ação alguma a respeito do seu texto, seja até mesmo algo simples, como curtir sua publicação.

Se afogar sua audiência em um mar de informações não funciona, por que continuamos a fazer isso?

Os motivos mais comuns são:

  • Vontade genuína de gerar valor: ao querer agradar à audiência, você pode imaginar que dar todas as informações disponíveis sobre o assunto é a decisão certa.
  • Acreditar que o seu texto não é suficiente: reflexo muitas vezes da própria insegurança do escritor, que acredita que seu conhecimento sobre o assunto não é suficiente e que precisa de complementos como gráficos e estatísticas, lotando o conteúdo de informações desnecessárias e que não provam ponto algum.

O que fazer para evitar o excesso de informações?

1. Dê ferramentas práticas e estratégias

Você provavelmente já ouviu que para aprender de verdade precisa raciocinar e tirar suas próprias conclusões sobre o assunto.

Por mais que essa informação seja verdadeira, não caia no erro de dar coisas demais para sua audiência pensar a respeito.

Intercale momento de reflexão com passos práticos do que fazer a respeito para dar um descanso à mente, para que, aí sim, ela possa pensar por conta própria e formar uma opinião.

2. Adivinhe o estado emocional da sua audiência e encoraje-os

Quando estamos próximos de entender ou descobrir algo, nosso estado emocional se altera positivamente e nos sentimos mais confiantes para continuar consumindo o conteúdo, afinal, você está entendendo aquilo que lê ou assiste.

Infelizmente, a situação contrária também é verdadeira.

Se você não entende o conteúdo ou o considera complexo demais, simplesmente perde o interesse, até por achar que não possui capacidade para absorver a informação.

Você quer evitar que seu visitante passe por essa montanha-russa de emoções, então lembre-se que ela é inevitável e que você tem que encontrar maneira de amenizar os altos e baixos da sua audiência com relação a seu conteúdo.

3. Tenha certeza que seu conteúdo é fácil de consumir

Use uma linguagem simples e sem palavras rebuscadas. Também procure ser objetivo e para isso use menos palavras. Quando você não tem clareza sobre um assunto, você tende a explicá-lo de forma confusa e nada objetiva.

Mostre para sua audiência qual a primeira coisa que eles precisam fazer para conseguirem resultados.

Tenha certeza que eles estão ficando bons nesse primeiro passo. Dê exemplos de como o conhecimento que você está passando funcionou na prática para você.

Apesar das boas intenções, o excesso de conteúdo espanta as pessoas. Trabalhe para manter seu texto curto, preciso e ainda assim gerando muito valor.

Erro #2: Criar histórias sem estrutura

Feche os olhos por um momento e tente ouvir sua música favorita. Use sua imaginação.

Agora, imagine essa mesma música, com todas as notas certas, mas na ordem errada, fora de ritmo.

Seria impossível de ouvir algo assim, não seria?

Ou, no mínimo, nossos ouvidos não conseguiriam lidar com a sensação de desconforto.

Músicas obedecem princípios matemáticos e lógicos, logo, quando se perde a estrutura original, o sentido se perde.

A estrutura funciona como uma caixa onde nosso cérebro coloca as ideias e conceitos e os organiza para que façam sentido.

Sem a estrutura nossa mente fica confusa, não consegue sequer entender o que está acontecendo.

É importante entender esse conceito principalmente se você quer usar histórias no seu conteúdo.

Apesar do enorme poder do storytelling, principalmente para criar conexão com a sua audiência, a mensagem irá se perder se não houver estrutura para organizá-la.

Uma história desorganizada fará com que a sua audiência sinta como se tivesse entrado no cinema depois do filme já ter começado.

Erro #3: Achar que a persuasão e influência não é importante

Enquanto escritores, precisamos estar aptos a motivar a audiência, seja para ler o conteúdo, para compartilhar ou até mesmo para fazer uma compra.

De alguma maneira, você precisa entrar dentro da cabeça dos seus clientes e encorajá-los a fazer algo.

Persuadir é fazer um bom marketing, nada tem a ver com manipular sua audiência.

Enquanto manipular significa induzir alguém a fazer algo que é apenas do nosso interesse, persuadir tem mais a ver com induzir alguém a fazer algo que seja do interesse de ambos.

Como usar a persuasão e influência da melhor maneira possível

Persuadir sim, manipular jamais. Veja como usar otimizar seu texto para aproveitar os benefícios que o marketing oferece:

1. Saiba o que é realmente importante para a sua audiência.

2. Para influenciar alguém de verdade você precisa deixar seus julgamentos de lado. Existe uma diferença entre incentivar alguém a atingir seu potencial máximo e julgar sua capacidade de chegar lá.

3. Faça uma chamada para ação. Quanto mais escolhas temos, mais confusão e consequentemente, mais paralisia.

4. Use prova social: quando as pessoas enxergam o resultado de outros, especialmente se alinhados àquilo que elas desejam, elas prestam atenção.

5. Seja confiável: cumpra o que prometeu, seja transparente e tenha sempre as melhores intenções.

6. Ouça: não saia dizendo o que os outros devem fazer antes de ouvir suas ideias. Através da criação e publicação de conteúdo, nós estamos sempre influenciando outras pessoas a criar uma conexão conosco.

Erro #4: Publicar conteúdos incríveis nos canais errados

No ano de 2004, a Blockbuster, que ainda era uma gigante do mercado de aluguel de filmes, recebeu uma proposta da ainda iniciante Netflix, uma empresa que também oferecia filmes para seu público, porém usava um canal diferente de entrega: os correios e lojas físicas.

A história você já conhece, hoje a Netflix é uma gigante da indústria do entretenimento, enquanto a Blockbuster deixou de existir há algum tempo.

Tudo isso apenas porque, apesar de oferecerem o mesmo produto, passou a não fazer mais sentido ele ser vendido nos canais tradicionais, na época as lojas da Blockbuster.

Isso é ainda mais verdadeiro em um cenário em que a tecnologia muda constantemente.

Apenas usar o conteúdo publicado no seu blog e publicá-lo, na íntegra, no seu Instagram, pode não funcionar tão bem assim.

Mídias diferentes, públicos diferentes e padrão de consumo de conteúdo diferente.

Enquanto no blog ou no email, sua audiência está mais disposta a investir uma quantidade maior de tempo na leitura, no Instagram as pessoas preferem textos mais objetivos.

Muitas vezes é preciso refazer o conteúdo. Outras, apenas pequenas adaptações podem resolver.

Como o meio influencia a mensagem, você precisa adaptar seu estilo de conteúdo de acordo.

Erro #5: Pare de gritar com seu gato

Gritar com um gato é um ato tão eficiente quanto se preocupar com problemas que não estão a seu alcance.

O gato não responde à sua gritaria, e não importa o quanto você mostre sua irritação, ele apenas vai olhar você com indiferença.

Você replica esse tipo de comportamento toda vez que fica chateado(a) com comentários extremamente negativos vindos de haters, quando xinga seu computador quando ele para de funcionar ou quando fica extremamente preocupado(a) quando o número de cliques em um email fica muito abaixo do esperado.

Esses são apenas alguns exemplos. Você certamente já se viu em uma situação que não poderia mudar e, mesmo assim, não deixou de gastar sua energia ficando indignado(a).

Gastar energia com aquilo que você não pode mudar não é a melhor estratégia.

  • O foco precisa estar na estratégia.
  • O foco precisa estar na qualidade.
  • O foco precisa estar na frequência.
  • O foco precisa estar em ter ideias inovadoras.

É muito fácil se pegar estressando com coisas que estão fora do nosso controle.

Mas cada vez que você faz isso está deixando de lado os aspectos importantes que fazem parte de um bom texto e que estão, literalmente, nas suas mãos.

Nossa Netflix de Marketing Digital com conteúdos premium toda semana para você fazer um Control C + Control V.

VDB Club

Quero Meu Acesso Agora →
VDB Club

O post Como produzir um texto acima da média : 5 erros que acabam com seu engajamento (e como evitá-los) apareceu primeiro em Viver de Blog.

Na próxima semana farei mais um review com depoimento e resenha sobre Como produzir um texto acima da média : 5 erros que acabam com seu engajamento (e como evitá-los). Espero ter ajudado a esclarecer o que é, como usar, se funciona e se vale a pena mesmo. Se você tiver alguma dúvida ou quiser adicionar algum comentário deixe abaixo.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O Guia da Pesquisa de Palavras-Chave

5 desafios enfrentados pelos CIOS neste momento

Como excluir conta do Facebook: passo-a-passo