Ads Top

As competências dos estagiários no mundo do e-commerce

Assim como o e-commerce evolui diariamente, os talentos que fazem parte desse mundo também adquirem novas características e habilidades necessárias para suportar as demandas dessa nova realidade. Os novos talentos acabam vivenciando de forma direta essa transformação, sendo impactados já sem seus primeiros anos de carreira com uma das eras mais digitalizadas de todos os tempos.

Hoje, encontramos no mercado jovens inteligentes que sabem utilizar tecnologias e querem crescer e se desenvolver profissionalmente nas empresas. Mas isso é só a ponta do iceberg. Apesar da disponibilidade de uma mão de obra jovem e comumente qualificada, as soft skills ainda acabam passando por despercebidas e sendo investidas de forma minoritária para boa parte dos talentos.

Desenvolver habilidades ligadas à inteligência emocional tende a criar espaços de comunicação aberta e assertiva, onde conseguem trazer novas ideias e soluções inovadoras. Segundo Daniel Goleman, autor e psicólogo renomado na temática das soft skills, elas permitem que profissionais tenham foco, saibam colaborar, se comunicar e interagir entre o seu time. E complementa: “conforme estruturas organizacionais evoluem e a globalização acelera, essas soft skills serão mais cruciais que nunca”.

O e-commerce é dinâmico e precisa de talentos dinâmicos

O mercado de e-commerce possui uma taxa de crescimento bem diferenciada em relação aos demais. Com menos de 25 anos de existência no Brasil, o e-commerce do país evolui a cada dia, mudando por completo a forma de se pensar em consumo dos brasileiros. Esse crescimento, no entanto, acaba por não ser acompanhado pelos profissionais que trilham carreira dentro da área.

Dentro desse espectro de profissionais há uma categoria que se sobressai das demais: a dos estagiários. Por já estar inserida no mundo hiper-digitalizado, boa parte destes jovens é consumidora final das das maiores empresas do setor, unindo o útil ao agradável. Os jovens talentos já conhecem o segmento por nascerem com ele.

E o que aponta Diego Cidade, Linkedin Top Voice 2019 — além de CEO e Fundador da Startup de Recrutamento e Seleção de estagiários Academia do Universitário —, “os jovens talentos já estão inseridos no relacionamento completamente online. Por respirarem dessa realidade todos os dias, acabam dinamizando esse processo de digitalização para boa parte de nossos clientes”.

Confira as 5 skills que empresas buscam em estagiários de recrutamento e seleção:

1 – Multidisciplinaridade

O mercado de e-commerce é bem competitivo, precisando lidar com uma imensa volatilidade e mudanças repentinas. Quanto mais o talento conhece de diversas áreas, mais completo ele consegue ser, obtendo uma visão holística do negócio.

É interessante o profissional ser capacitado desde seus primeiros anos de carreira em temáticas gerais, como: gestão, vendas, tecnologia e marketing digital.

2 – Criatividade

A criatividade é a capacidade de confluir para o mesmo ponto por meio de diferentes lentes e enxergar soluções inusitadas e fora do óbvio.

De acordo com o psicólogo existencialista Rollo May, “a criatividade é o processo de trazer algo realmente novo à realidade. Ela requer paixão e comprometimento e traz para a nossa consciência o que antes estava escondido e aponta para uma nova vida. A experiência é a da consciência expandida: ecstasy”.

3 – Comunicação

Se todo tipo de negócio exige uma boa comunicação, o mundo de e-commerce demanda em dobro.

São diversos os canais em que a comunicação é realizada dentro do mundo digital. É importante a adequação da comunicação dentro das diversas frentes e formatos que podem ser por texto, foto, vídeo. Estagiários são ótimos cases para evoluírem a comunicação de uma empresa, por já interagirem de forma muito clara com todo o ambiente digital.

4 – Conforto com a tecnologia

Para se trabalhar com e-commerce é imprescindível que o profissional esteja inserido na dinâmica das redes sociais e novas tecnologias.

Os jovens talentos são um dos maiores públicos já existentes de usuários do ambiente digital. Estima-se que no Brasil 86% das crianças e adolescentes brasileiros estão conectados à internet. Desses, uma bela porção também acessa as próprias redes de e-commerce.

5 – Aprendizagem rápida

O e-commerce é uma das áreas mais dinâmicas que existem, que exige uma aprendizagem e reciclagem de informação superior dentre as demais.

Quanto mais rápido o profissional se adaptar às mudanças do ambiente digital, mais rápido os resultados esperados serão sentidos. Porém, investir na educação continuada dos jovens talentos precisa ser uma postura firmada por parte das empresas e empreendedores que recebem estes talentos, orientando a evolução dos seus estagiários.

Investir em estagiários é uma decisão estratégica para negócios do e-commerce

As empresas que buscam uma diferenciação dentro do mercado de e-commerce não podem negligenciar a importância de bons colaboradores dentro do seu quadro de funcionários. A integração com as mídias sociais alavancam as vendas, exigindo um alto dinamismo e adaptação por parte dos talentos da empresa.

O comportamento do consumidor mudou, e nada melhor que chamar o próprio consumidor para fazer parte de seu quadro de talentos. Os estagiários fazem parte dos públicos mais engajados de boa parte dos negócios online, atrelando o pensamento do consumidor final à sua gestão interna.

O post As competências dos estagiários no mundo do e-commerce apareceu primeiro em E-Commerce Brasil.

Na próxima semana farei mais um review com depoimento e resenha sobre As competências dos estagiários no mundo do e-commerce. Espero ter ajudado a esclarecer o que é, como usar, se funciona e se vale a pena mesmo. Se você tiver alguma dúvida ou quiser adicionar algum comentário deixe abaixo.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.