Ads Top

O que é marketing de conteúdo e como ele pode aumentar suas vendas

Entre os anos de 1990 e 2000, houve uma ampliação do acesso à internet e uma popularização das mídias sociais. O público passou a ter mais informações, possibilidade de expressar opiniões e compartilhar suas experiências com marcas e serviços.

Foi então que no início dos anos 2000 o termo marketing de conteúdo foi cunhado e passou a ganhar relevância. Esse termo consiste em estratégias que buscam atrair, converter e reter potenciais clientes. Dessa forma, gera autoridade e percepção positiva da marca por meio da produção e distribuição de conteúdo relevante para o público-alvo.

Vale ressaltar que o termo é recente. Porém, ao longo da história é possível encontrar práticas que se enquadram no conceito em questão. Um exemplo disso é o Almanaque do Pobre Richard, publicação anual feita por Benjamin Franklin de 1733 a 1758.

O valor do marketing de conteúdo se evidencia diante da tradicional comunicação em massa — televisão, rádio, jornais etc. Ela trouxe consigo o marketing interruptivo, isto é, no momento em que uma pessoa está consumindo algo de seu interesse, anúncios são mostrados interrompendo a experiência.

As célebres frases: “compre agora”, “só hoje”, entre outras, fazem parte da tradicional estratégia de vender produtos ao consumidor a partir da interrupção.

Segundo Joe Pulizzi, fundador do Content Marketing Institute, o marketing de conteúdo é capaz de atrair mais clientes, sem necessidade de utilizar uma alta quantidade de anúncios. Ou seja, as vendas poderão ser realizadas mesmo não tratando diretamente do produto ou da marca.

Diante disso, é preciso se apropriar do princípio de que é necessário doar para posteriormente vender — considerando que doar no contexto atual pode ser uma quebra de paradigma para o empreendedor que se acostumou com o marketing interruptivo.

Como colocar em prática o marketing de conteúdo?

Com o conceito assimilado, pode-se iniciar a estratégia e o primeiro passo é a definição da persona. Persona é a representação fictícia do cliente ideal — aquele que realmente compra o produto ou serviço vendido. Para criá-la é necessário encontrar o público-alvo. Em seguida, se aprofundar nas características demográficas compreendendo as necessidades, costumes, hábitos e entendendo como seu produto ou serviço será relevante para ele. Todas essas informações vão ajudar a criar conexão com os possíveis clientes.

Estabelecidos esses pontos, o empreendedor será capaz de produzir o conteúdo certo, para as pessoas certas, no momento certo.

Com a produção de conteúdo iniciada, será necessário localizar os melhores canais para distribuição. No âmbito digital é comum a utilização de blogs, mídias sociais, e-mail marketing, landing pages, plataformas de podcasts e qualquer outro canal em que sua audiência esteja presente.

Quem pode usar o marketing de conteúdo?

O interessante do marketing de conteúdo é que por mais que esteja se popularizando nas plataformas digitais, qualquer empresa poderá adotá-lo — seja ela do varejo físico ou digital ou mesmo de grande ou pequeno porte. O importante aqui é ter disposição para se relacionar com o público por meio da produção de conteúdo relevante.

Sendo assim, a empresa que se comprometer com o marketing de conteúdo, capturará a atenção do público-alvo, terá maior engajamento, alcançará mais leads, aumentará o reconhecimento da marca e verá as vendas sendo cada vez mais favorecidas.

O post O que é marketing de conteúdo e como ele pode aumentar suas vendas apareceu primeiro em E-Commerce Brasil.

Na próxima semana farei mais um review com depoimento e resenha sobre O que é marketing de conteúdo e como ele pode aumentar suas vendas. Espero ter ajudado a esclarecer o que é, como usar, se funciona e se vale a pena mesmo. Se você tiver alguma dúvida ou quiser adicionar algum comentário deixe abaixo.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.