Ads Top

Mágica da Meta Descrição: Pense Menos sobre SEO & Mais Sobre Cliques

A tag de meta descrição no HTML é o snippet de 160 caracteres usado para resumir o conteúdo de uma página da web. Às vezes, os mecanismos de pesquisa usam esses snippets nos resultados de pesquisa para informar aos visitantes sobre o que é uma página antes que eles cliquem nela. Neste post, veremos como os mecanismos de pesquisa usam meta descrições, o que os principais blogs de SEO dizem sobre meta descrições e se eles ainda as usam e os motivos pelos quais você deve usá-las.

Como os Mecanismos de Pesquisa Usam Meta Descrições

Os melhores exemplos de meta descrições e como os mecanismos de pesquisa as utilizam vêm dos próprios mecanismos de pesquisa. Vamos dar uma olhada na meta descrição do próprio Google para começar.

<meta name=”description” content=”Pesquise as informações do mundo, incluindo páginas da web, imagens, vídeos e muito mais. O Google tem muitos recursos especiais para ajudar você a encontrar exatamente o que está procurando.“>

São exatamente 159 caracteres, incluindo espaços. A meta descrição do Google é exibida da seguinte forma nos três principais mecanismos de pesquisa.

No Google…

No Yahoo…

No Bing…

Ironicamente, o Google não aparece nos resultados quando você pesquisa “mecanismo de pesquisa”, então você precisa pesquisar por Google para vê-lo. E eles são os únicos que cortam sua própria descrição. Embora eles admitam nem sempre usar a meta descrição como parte de seu algoritmo de rankings, eles ainda apoiam as meta descrições e as incluem como snippets nos resultados da pesquisa.

O Que os Principais Blogs de SEO Dizem Sobre Meta Descrições

Independentemente de contar para os rankings, os principais blogs de SEO sugerem usar as metas descrições. Na série Aprenda SEO, o SEOmoz diz…

“As tags de meta descrição, embora não sejam importantes para os rankings nos mecanismos de pesquisa, são extremamente importantes para obter cliques do usuário nas páginas de resultados dos mecanismos de pesquisa (SERPs). Esses parágrafos curtos são uma oportunidade para os webmasters anunciarem conteúdo aos pesquisadores e informarem exatamente o que a página tem em relação ao que eles estão procurando.”

E no 21 Dicas & Técnicas Essenciais de SEO, o Search Engine Land diz…

“A tag de meta descrição não vão ajudá-lo a ranquear, mas geralmente aparece como o snippet de texto abaixo da sua listagem, por isso ela deve incluir as palavras-chave relevantes e ser escrita para incentivar os pesquisadores a clicarem na sua listagem.”

A próxima pergunta que você pode fazer é: os principais blogs de SEO realmente usam meta descrições? A resposta é sim e não.

  • O SEOmoz usa meta descrições na página inicial e páginas de produtos, mas não nos posts de blog.
  • O Search Engine Land usa uma meta descrição longa na página inicial e, às vezes, em seus posts.
  • O Search Engine Watch usa uma meta descrição longa na página inicial, mas não nos posts.
  • O SEOBook não usa uma meta descrição na página inicial ou posts de blog, mas as usa em algumas páginas internas.
  • O Search Engine Journal usa uma meta descrição breve na página inicial, mas não nos posts.

3 Razões Pelas Quais Você Ainda Deve Usar as Meta Descrições

A maioria dos SEO pode se perguntar “Se as meta descrições não contam para o algoritmo de ranking, por que devo usá-las?” A resposta para isso é simples. Pare de pensar nelas como um fator de ranking e comece a pensar nelas como um fator de conversão. Aqui estão alguns ótimos motivos para manter sua meta descrição em mente em seu site, incluindo sua página inicial, páginas internas, posts de blog, etc.

Motivo 1: Palavras-chave em Negrito nos Resultados de Pesquisa

Mesmo que a palavra-chave usada na meta descrição não ajude nos rankings de pesquisa, ela ainda poderá ajudar a chamar a atenção dos pesquisadores. Quando alguém pesquisa uma palavra-chave ou frase específica, ela fica em negrito nos resultados da pesquisa, sempre que aparece. Então, se você estiver segmentando essa palavra-chave, vai querer que ela se destaque. Nesse conjunto de resultados para mecanismo de pesquisa, quais resultados chamam sua atenção?

Isso mostra por que sua palavra-chave principal deve estar no seu título e na meta descrição de SEO! Você não gostaria de ser o único resultado nesta lista que não tem palavras-chave em negrito para essa pesquisa. Portanto, certifique-se de que sua meta descrição usa as palavras-chave que você está segmentando e de que está escrita de uma maneira que incentive os pesquisadores a clicar nesse resultado.

Motivo 2: As Principais Redes Sociais Usam

Sempre que você compartilha uma página em redes sociais como Facebook, Google+ ou LinkedIn, cada site seleciona a meta descrição ou a primeira e segunda frase da postagem como a descrição a ser mostrada no compartilhamento. A meta descrição geralmente será mostrada na íntegra, enquanto a primeira frase ou duas da sua postagem terminarão com reticências […]. Embora você possa editar a descrição para o Facebook e o LinkedIn, nem todos que compartilham sua página farão isso.

O Google+, por outro lado, apenas permitirá que você remova a descrição.

Isso significa que, se a sua primeira ou duas primeiras frases na página não a resumem bem, as pessoas vendo o compartilhamento podem não entender. Portanto, se você quer que os compartilhamentos da sua página obtenham o maior número de cliques nas mídias sociais, considere criar uma meta descrição forte que incentive cliques, assim como você faria nos resultados de pesquisa.

Motivo 3: As Redes Sociais de Bookmarking Usam

Muitas redes sociais de bookmarking também usam a meta descrição como a descrição de uma página na sua rede.

Alguns exemplos de redes sociais que incluem meta descrições são: Digg, BizSugar e My SEO Community. Qualquer rede social de bookmarking/votação construída no sistema Pligg CMS também usará a meta descrição primeiro. Embora você possa editar as descrições nessas redes sociais, não pode contar que os outros que enviarão suas páginas farão o mesmo. Além disso, se você não precisar editar as descrições, você economiza um pouco de trabalho se estiver enviando suas próprias páginas.

Como Incluir Meta Descrições em Suas Páginas

Se você está usando o WordPress em um domínio auto hospedado, está com sorte. Meta descrições podem ser facilmente adicionadas ao seu conteúdo usando plugins simples (e gratuitos), como o All in One SEO Pack. Basta instalá-lo e procurar em todas as páginas / postagens a caixa Detalhes do SEO que solicitará um título de SEO personalizado, meta descrições e outras informações. Os detalhes de SEO da sua página inicial podem ser adicionados na seção principal de configurações do plugin. Outros temas e plataformas podem ter opções de SEO integradas – caso contrário, faça uma pesquisa pela plataforma do seu site e pelo plugin, complemento ou extensão de SEO.

Dicas para Melhorar os Cliques nos Resultados dos Mecanismos de Pesquisa

Um valor muitas vezes negligenciado das meta descrições é o fato de que você pode criar suas descrições para serem calls to action. Aqui estão algumas dicas que você pode empregar ao escrever suas meta descrições:

  • O poder está na linguagem. Como você escreve suas descrições pode fazer a diferença no seu resultado do mecanismo de pesquisa. Adicione palavras que descrevam valor na sua descrição. Dê aos pesquisadores uma boa razão para clicar no seu resultado.
  • Escreva calls to action! Tente adicionar linguagens como “clique aqui”, “saiba mais clicando aqui” e “clique neste resultado”. Obviamente, o contexto da página irá determinar o que você vai escolher como: “faça o download aqui”, “veja o vídeo”, etc.
  • Teste-os! – Se você possui certas landing pages que recebem uma quantidade razoável de tráfego orgânico, considere testar variações diferentes de meta descrições para ver se é possível aumentar os cliques. Tente diferentes comprimentos de descrição, fraseamento e posicionamento de palavras-chave.

Finalmente, quando possível, você deve evitar meta descrições duplicadas. Se você não tem certeza se isso é um problema no seu site, siga esses passos:

Passo nº1: Visite o Ubersuggest, Insira Seu Domínio e Clique em Pesquisar

Passo nº2: Clique em Auditoria do Site no Menu Lateral Esquerdo

Passo nº3: Role até os Problemas Principais de SEO e CLique Ver Todos os Problemas no Final

Passo nº4: Pesquise por “meta descrições duplicadas” (control+F)

Se você encontrar alguma, clique na linha. No exemplo acima, eu clicaria nas palavras “13 páginas com meta descrições duplicadas”.

Você receberá uma lista de todas as páginas com meta descrições duplicadas:

Se você precisar de ajuda para resolver este problema, confira meu guia: Como Escrever Meta Descrições Atraentes Que Aumentarão Seus Rankings

Você ainda usa meta descrições em seu site? Se sim, você tem dicas e ferramentas adicionais que as pessoas podem usar para tornar a adição de meta descrições ao site mais fácil e mais benéfica? Por favor, compartilhe suas considerações nos comentários!

Sobre os Autores: Kristi Hines é uma escritora freelance, blogueira profissional e entusiasta das mídias sociais. Seu blog Kikolani foca marketing de blog para blogueiros pessoais, profissionais e empresariais.

Sean Work é o ex-diretor de Marketing da KISSmetrics.

The post Mágica da Meta Descrição: Pense Menos sobre SEO & Mais Sobre Cliques appeared first on Neil Patel.

Na próxima semana farei mais um review com depoimento e resenha sobre Mágica da Meta Descrição: Pense Menos sobre SEO & Mais Sobre Cliques. Espero ter ajudado a esclarecer o que é, como usar, se funciona e se vale a pena mesmo. Se você tiver alguma dúvida ou quiser adicionar algum comentário deixe abaixo.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.