Ads Top

6 Fatores que decidem o sucesso em marketplaces

Com o número de lojistas que está começando a vender em marketplaces aumentando, o conhecimento e as boas práticas de atuação nesse cenário se tornam cada dia mais importantes. Existem vários fatores decisivos para alcançar o sucesso em marketplaces. Veja 6 dos principais.

1) Ter um HUB de integração para marketplaces

Todas as dicas abaixo se tornarão mais efetivas se você utilizar um HUB de Integração para Marketplaces.

Com um HUB você conseguirá cumprir todos os compromissos com o cliente e com o marketplace da maneira mais eficaz. O HUB é responsável por possibilitar que você gerencie pedidos e produtos com agilidade, centralizando sua gestão.

Dessa forma, você tornará seu trabalho mais produtivo e evitará erros que podem surgir quando os processos de gestão são divididos entre vários sistemas diferentes.

Possuir um sistema que ofereça tecnologia e suporte para o sucesso do cliente é importante para que você melhore cada vez mais seu desempenho nos marketplaces. Dito isso, todas as dicas abaixo podem (e devem) ser seguidas independentemente de usar ou não um sistema, ou independentemente do sistema que você usar, mas elas serão muito mais efetivas se você utilizar um.

2) Tenha uma boa publicação de anúncio

Tudo começa com a publicação de anúncios. A forma que você tem para se destacar da concorrência na maioria dos marketplaces é exatamente com um bom anúncio para seu produto.

Além de todos esses pontos, existem dois códigos de extrema importância para que o lojista tenha segurança e tranquilidade na gestão de marketplaces: SKU e EAN.

Se você quer ter um anúncio campeão de vendas, você precisa se atentar aos detalhes necessários para otimizar a performance do produto.

  • Título atrativo e com palavras-chaves de grande alcance;
  • Descrições completas e com palavras-chaves de grande alcance;
  • Atributos e dados técnicos minuciosos;
  • Variações;
  • Boas imagens do produto.

Cadastrar seus produtos já incluindo ambos os códigos é uma vantagem para o lojista no presente e no futuro. Eles te ajudarão a gerenciar seus produtos, a ter controle de estoque e a evitar problemas e agilizar a emissão de notas fiscais.

Publicando seus anúncios com informações relevantes e completas, suas chances de sucesso aumentam dentro do marketplace. Esse cadastro completo é um dos fatores decisivos para você entrar na buy box dos marketplaces, inclusive, mas falaremos mais desse assunto depois.

3) Vender em mais marketplaces

Já ouviu a expressão “Não deposite todos os ovos na mesma cesta”? É disso que se trata essa dica.

Existem dois erros clássicos entre vendedores:

3.1) Vender em apenas 1 ou 2 marketplaces

O marketplace nada mais é do que um canal de vendas. Cada canal de vendas é uma nova vitrine para seus produtos. Quanto mais exposição seu produto tiver, maiores as chances dele ser vendido.

Cada marketplace possui públicos diferenciados. Existem casos, como o do B2W Marketplace, em que cada site do grupo possui foco em um público diferente.

Exatamente por conta dessa pluralidade, você não deve se limitar apenas a 1 ou 2 marketplaces. Você deve vender pelo menos nos principais marketplaces do mercado para alcançar o máximo de exposição possível.

3.2) Se dedicar à apenas 1 marketplace

Muitos vendedores se cadastram em todos os marketplaces, mas se dedicam verdadeiramente apenas a um.

Isso muitas vezes ocorre por falta de tempo ou de planejamento antes de entrar no novo canal de vendas.

Entrar em novo marketplace exige planejamento, tempo e mão de obra. Isso porque um dos passos mais importantes para o sucesso está no cadastro de produtos, como vimos anteriormente.

Ao entrar em novos marketplaces, é comum que vendedores comecem cadastrando apenas alguns de seus produtos no novo canal. Por conta disso, é natural que as vendas neste canal sejam menores que as do canal onde todos os produtos já estão cadastrados.

Essa prática se torna um ciclo vicioso e faz com que o vendedor sempre deixe para depois a conclusão dos cadastrados. Um exemplo prático disso são lojistas que iniciaram a venda no Mercado Livre e depois foram para outros marketplaces.

No Mercado Livre, suponha que o vendedor possui 3000 produtos cadastrados. Para cadastrar todos os 3 mil produtos em cada novo marketplace, ele precisará investir um grande tempo da equipe. Contudo, se ele não cadastrar, o novo marketplace jamais terá o mesmo desempenho do anterior.

Para solucionar esse problema, o vendedor deve investir em sistemas que consigam copiar anúncios de um marketplace para o outro ou que facilitem essa transição.

Busquem por sistemas que possuem um publicador de anúncios que permita que você use seus produtos de um marketplace para criar os anúncios em outros. Existem publicadores que também possuem uma função para que com apenas 1 clique você consiga enviar todos os seus anúncios do Mercado Livre para o B2W.

Igualando a quantidade de produtos em todos os marketplaces, suas chances de sucesso aumentam e em pouco tempo você conseguirá ter mais de um canal de vendas trazendo uma fonte de renda fixa e estável.

4) Tenha controle de estoque eficaz

Ligado à publicação de anúncios, está o controle de estoque. Esse é um item essencial para seu sucesso nos marketplaces.

O controle de estoque é um dos pontos de maior atenção para quem vende em marketplaces. Erros no estoque podem causar muitos prejuízos para a empresa, desde um cancelamento de pedido até punições do marketplace.

Sempre que você começa a vender em um novo marketplace, a necessidade de controlar o estoque aumenta. Você terá um estoque único para distribuir entre diversos canais, então esteja preparado desde o início para evitar algum tipo de problema. Tenha certeza de que o sistema que você utiliza para gerenciar suas contas em marketplaces oferece um controle de estoque eficaz.

Evitando esse problema, você evita vender produtos sem estoque, punições do marketplace, além de conseguir gerenciar muito mais facilmente, garantindo que seus produtos nunca se esgotem, principalmente durante as sazonalidades de venda.

5) O gerenciamento de pedidos precisa ser rápido e seguro

Quem anuncia quer vender, mas após vender é necessário cumprir várias tarefas que compõem o gerenciamento dos pedidos.

Como fazer sua venda em marketplaces ser um sucesso? Vou explicar duas das principais etapas do gerenciamento de pedidos para que você confira se está realizando elas e verifique se elas estão te trazendo mais lucro do que prejuízo.

5.1) Emissão de NFe

O e-commerce e os marketplaces estão cada vez mais exigentes em relação à emissão de notas fiscais. Por isso é importante que você tenha uma forma eficaz de emitir NFe para os pedidos que vierem dos marketplaces.

Uma dica importante para você economizar tempo nessa etapa da gestão de pedidos é possuir um ERP integrado ao HUB que você utiliza ou, no mínimo, um ERP que possa ser integrado aos marketplaces onde você atuar.

Dessa forma, você não precisará emitir a NFe do zero, inserindo todos os dados. O sistema já terá todos os dados do pedido e, se você tiver o cadastro do produto completo, conforme sugerido anteriormente, você precisará apenas selecionar os pedidos e clicar para emitir a nota.

É importante você saber que, na maioria das vendas, você precisará informar ao marketplace os dados da nota fiscal emitida. Em alguns HUBs, por exemplo, ao emitir a nota no ERP, as informações da nota gerada são resgatadas e enviadas para o marketplace de origem do pedido automaticamente.

Também existem funções que permitem que você configure o sistema utilizado para emitir e imprimir sua NFe automaticamente. Na prática, isso significa que o sistema emitirá a NFe sem que você precise perder tempo com isso, além de enviar os dados da nota emitida para o marketplace.

5.2) Impressão de etiqueta de envio

O setor de logística é um dos que mais recebeu investimento dos principais marketplaces do Brasil. Mercado Livre, B2W Marketplace e Magalu Marketplace investiram em serviços próprios de logística para beneficiar o mercado, o lojista e o consumidor final.

O Mercado Livre, marketplace que mais investiu nessa área, possui diversos serviços de logística. Confira os principais:

  • Mercado Envios
  • Mercado Envios Coleta
  • Mercado Envios Full
  • Mercado Envios Flex

O B2W Marketplace também investiu nessa área, disponibilizando os serviços B2W Entregas e o B2W Fullfilment. Já o Magalu Entregas é o serviço oferecido pelo marketplace do Magazine Luiza.

Esses serviços de logística representam um grande adianto para o vendedor. Contudo, o vendedor deve estar ciente de que cada um possui mecânicas diferentes.

A confusão ocorre porque, ao vender em mais de um marketplace, você passa a precisar emitir etiquetas em diferentes locais, de diferentes serviços, para diferentes marketplaces. Isso sem contar as etiquetas dos Correios, Transportadoras ou demais serviços de logística que você precisará contratar para vender em marketplaces que não disponibilizam um próprio.

Se você já utiliza um HUB de integração, seu sistema deve ser capaz de resgatar as etiquetas geradas por esses marketplaces para que você continue com uma gestão centralizada. Dessa forma, as chances de cometer um erro como envio de pedidos incorretos diminui e você evita prejuízos desse tipo.

Alguns HUBs de integração resgatam etiquetas de todos os marketplaces integrados, tornando possível que você gere e imprima essas etiquetas pelo nosso painel, seja em impressora laser ou zebra. Existem funções no mercado que permite a você colocar essa tarefa no automático: o pedido chega, o sistema emite NFe, gera a etiqueta de envio no marketplace de origem ou pelo seu contrato com os Correios e envia ambas para a impressora sem que você precise realizar qualquer comando. É automático, o sistema trabalha por você.

6) Buy box

Você sabe o que é buy box? Buy box, ou “caixa de compra”, é uma ferramenta destinada a destacar anúncios e vendedores em marketplaces, gerando mais vendas.

Em um marketplace, você dificilmente será o único vendedor a oferecer um determinado produto. A buy box ajuda você a se diferenciar e figurar entre as primeiras opções de escolha na hora da compra.

Existem diversos fatores que influenciam na decisão do marketplace de colocar ou não o seu produto na buy box. Além disso, esses fatores mudam de marketplace para marketplace. Contudo, no geral, fatores como valor do produto e reputação do vendedor são decisivos em todos os canais.

Estar na buy box é um dos fatores mais decisivos para seu sucesso de vendas de determinado produto. Seu HUB de Integração pode te ajudar a entender melhor como se posicionar nessa área, assim como seu gerente de contas no marketplace desejado.

Podemos ver que existem diversos fatores que decidem o sucesso em marketplaces. Estar atualizado com as principais atualizações do mercado e possuir um parceiro tecnológico que se preocupa com o seu crescimento fazem toda a diferença nessa hora.

O post 6 Fatores que decidem o sucesso em marketplaces apareceu primeiro em E-Commerce Brasil.

Na próxima semana farei mais um review com depoimento e resenha sobre 6 Fatores que decidem o sucesso em marketplaces. Espero ter ajudado a esclarecer o que é, como usar, se funciona e se vale a pena mesmo. Se você tiver alguma dúvida ou quiser adicionar algum comentário deixe abaixo.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.