Ads Top

Seis passos para criar uma landing page atrativa

Com o boom da internet, sabemos que ter um espaço destinado para atração de clientes e vendas online é essencial para transformar qualquer negócio, incluindo os e-commerces. Mas como criar uma landing page que seja realmente atraente e que converta o público?

Na prática, a landing page consiste no espaço destinado para a captação de leads, por meio de ações e estratégia de marketing focada nesse público específico.

Pensando nisso, listamos aqui seis passos para você criar uma landing page atrativa.

Landing page consiste no espaço destinado para a captação de leads, por meio de estratégia de marketing focada nesse público específico.

Seis passos para criar uma landing page atrativa

Sabendo da importância da landing page, listamos os passos mais importantes para criar a sua e ter altas taxas de conversão para o seu e-commerce.

Destaque textos específicos

Um dos primeiros pontos que você deve se atentar no momento de criar a sua landing page são os títulos e os textos que vão compor a sua página, pois eles são uma das primeiras coisas para prospectar os leads, já que a “primeira impressão fica”.

O mais importante aqui é lembrar que a sua landing page deve conter todas as informações sobre o seu e-commerce, incluindo as seguintes:

  • O que você está oferecendo para os seus leads;
  • Vantagens e benefícios de adquirir o material que você está oferecendo em sua landing page;
  • Problemas e dores que serão solucionados a partir desse material.

Porém, é importante lembrar que uma boa página é aquela que convence e que oferece uma solução para o leitor, que mexa com a sua emoção, de modo a fazê-lo compreender que a leitura do material vale realmente a pena.

Por isso, o destaque de termos de impacto e de frases específicas também chama a atenção desse leitor, fazendo com que ele se interesse e perceba que vale a pena e que é confiável deixar os dados dele ali para ter acesso ao seu material.

Utilize técnicas de SEO

Existe uma frase muito comum, mas que realmente faz sentido, que diz o seguinte: quem não é visto não é lembrado. Mas o que isso tem a ver com as técnicas de SEO e o seu e-commerce?

Na prática, as técnicas de SEO têm o objetivo de otimizar os resultados no mecanismo de busca, fazendo com que o seu público te encontre ao pesquisar alguns termos-chave no Google. Assim, quanto mais otimizada for a sua página, maior é a chance de você alcançar o público correto.

Portanto, a sua escolha de palavras-chave deve estar diretamente relacionada com o tema central do seu e-commerce, estando presente no conteúdo, títulos, subtítulos, descrição e corpo do texto.

Design minimalista e responsivo faz toda a diferença

Falando sobre o design e sobre o visual da sua página, é importante que você preze por um design mais limpo, que seja responsivo e que o seu público consiga acessá-lo tanto pelo celular quanto pelo computador.

Na prática, o design e a responsividade do seu site afetam diretamente o tempo de permanência em sua página, estando diretamente relacionados com o ranqueamento da sua página.

Por isso, quanto mais limpo for o design da sua página, menor será o tempo de carregamento, fazendo com que o público permaneça na página e consiga ter acesso ao seu material, deixando os dados necessários.

Cuidado com os links externos

Quando falamos de landing page, é importante lembrar que o foco deve ser o preenchimento do formulário, a coleta de dados e, assim, a distribuição do material isca, sendo importante você conhecer alguns exemplos de páginas de vendas que possam te inspirar.

Por isso, não é interessante que você insira muitos links externos. Afinal, qual o sentido de redirecionar o público para outra página, se o foco aqui é o seu negócio?

Quando usamos os links externos, existe a possibilidade de o seu público se perder em meio à navegação externa e, no final de tudo, acabar não voltando para preencher o seu formulário. Portanto, esteja atento e só insira os links externos se for extremamente necessário.

Trabalhe a prova social

Saindo do design e vindo para o lado do copywriting, contar com depoimentos e com a prova social é essencial para gerar autoridade e criar confiança na audiência.

Sendo assim, você pode colocar depoimentos em vídeo, escritos e tudo aquilo que comprove que o que você está oferecendo realmente funciona e soluciona a dor do público.

Não se esqueça do call to action

Por último, mas não menos importante, não se esqueça de inserir call to actions, que são os espaços onde o seu público deve clicar após preencher os formulários e ter acesso ao material.

Dessa forma, se você conta com uma landing page mais longa, é importante conter CTAs ao longo da página, sempre convidando esse público para realizar a ação de cadastro e ter acesso ao material.

Podemos citar como exemplos de CTA frases: “eu quero adquirir o e-book” ou “eu quero fazer parte do grupo VIP”.

Agora que você já sabe como atrair o seu público e criar a sua landing page atrativa, é o momento de dar os primeiros passos e alavancar o seu e-commerce.

Leia também: 5 dicas para criar landing pages que convertem no B2B

O post Seis passos para criar uma landing page atrativa apareceu primeiro em E-Commerce Brasil.

Na próxima semana farei mais um review com depoimento e resenha sobre Seis passos para criar uma landing page atrativa. Espero ter ajudado a esclarecer o que é, como usar, se funciona e se vale a pena mesmo. Se você tiver alguma dúvida ou quiser adicionar algum comentário deixe abaixo.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.