Ads Top

Seis maneiras de usar o e-mail marketing para aumentar receita

O e-mail marketing não serve apenas para enviar aos seus clientes uma newsletter semanal ou vender seus produtos e serviços. Quando planejado estrategicamente, o e-mail marketing é uma forma de arte qualificada que pode ajudá-lo a gerar receita e construir conexões mais profundas com seus clientes.

Conheça seis estratégias simples para planejar sua próxima campanha de e-mail marketing.

O e-mail marketing é uma forma de arte qualificada que pode ajudá-lo a gerar receita e construir conexões mais profundas com seus clientes.

1. Escreva um e-mail atraente e conciso

Segundo a revista Forbes, a maioria dos e-mails são desnecessariamente longos, o que pode confundir o leitor e sobrecarregá-lo com muita informação. Embora não haja um limite padrão para quantas palavras escrever em um e-mail, os mais eficientes têm entre 100 e 200 palavras.

Com e-mails curtos, cada palavra conta. Ao escrever um e-mail conciso, seja estratégico sobre sua escolha de palavras. Pergunte a si mesmo o que seu público precisa saber e qual a melhor maneira de entregar essa informação. Isso varia de acordo com o tipo de conteúdo que você está oferecendo, mas uma regra geral é que quanto mais curta e clara for sua mensagem, mais eficaz ela será.

Com isso dito, tente não ser muito seco! Sim, mensagens longas podem entediar seu público, mas se você não colocar sua personalidade na mensagem, também poderá perder o interesse deles. Torne sua mensagem conversacional e garanta que seu uso de palavras seja amigável e direto, mesmo que seja curto. O texto deve ter personalidade, mantendo a clareza. Sua escolha de palavras também deve refletir os valores e a linguagem da sua marca.

Uma maneira de permanecer conciso é usar parágrafos curtos e bullet points para fornecer muitas informações em um espaço pequeno.

2. Call-to-action claro para ganhar força

Um bom e-mail pode deixar pensamentos agradáveis na mente do seu leitor, mas o que isso implica? Certifique-se de deixar o leitor com um item acionável ou uma maneira de ele continuar seu relacionamento com você. Um apelo à ação no final de sua mensagem o ajudará a aprofundar seu relacionamento com o leitor, convidando-o a interagir ainda mais com sua marca.

Um e-mail com o design de sua identidade de marca pode capturar a atenção do seu público, mas use-o como uma forma de guiar o leitor para sua mensagem principal e um call-to-action (CTA). Use imagens e cores da marca para atrair seu público por meio de seu e-mail e, em seguida, direcione-o para um CTA. O e-mail deve ser projetado com o CTA em mente, para atrair criativamente seu leitor por toda a mensagem e, em seguida, incentive-o a interagir com seu CTA. Manter a atenção do seu leitor e incentivá-lo a se envolver com o CTA melhorará a taxa de cliques de seus e-mails. Uma alta taxa de cliques é um forte indicador de que sua campanha de marketing por e-mail teve interesse do seu público.

Mantenha seu CTA orientado a propósitos em seu e-mail para permitir que seu cliente continue a conversa!

3. Faça um teste A/B em todos os seus e-mails

Testar diferentes versões do seu conteúdo de e-mail ajudará você a identificar quais pequenas mudanças podem ser benéficas para sua mensagem, para aumentar a maneira como você se relaciona com seu público.

Um teste A/B é essencialmente uma competição em que você coloca duas versões do seu e-mail uma contra a outra, para determinar qual versão funciona melhor para sua mensagem. Essa é uma ótima maneira de descobrir como você pode otimizar suas campanhas de e-mail. Você pode fazer um teste A/B de linhas de assunto, formatos de conteúdo e call-to-actions. Ao executar um teste A/B, você terá que entender quais elementos você gostaria de focar no teste para garantir que sua competição entre as duas versões seja organizada e bem pensada.

As variações do seu e-mail são testadas em um pequeno grupo de amostra em sua lista de contatos. A maioria dos provedores de serviços de e-mail tem testes A/B disponíveis. Esses testes geralmente levam entre quatro e 12 horas. Uma versão vencedora é determinada com base nas métricas que você está testando. Uma medida comum é a taxa de abertura ou taxa de cliques do seu e-mail.

4. Segmentação: nem todos os seus clientes são iguais, então por que enviar a mesma mensagem?

Seus clientes são compostos por uma variedade de pessoas, com diferentes preferências, estilos de vida e valores. Então, por que você enviaria a mesma mensagem a todos os seus clientes? Segmentar seu público de e-mail em grupos, enviando-lhes mensagens diferentes com base em seus dados demográficos, incluindo idade, sexo ou renda, pode melhorar sua taxa de cliques e ajudar sua mensagem a ressoar melhor com seus diferentes clientes.

Ao segmentar seu público, você pode melhorar o foco de sua mensagem para garantir que cada grupo de clientes esteja recebendo as informações que procura. A segmentação de públicos também coloca seu cliente em primeiro lugar, tendo em mente seus objetivos e interesses. Ao fornecer mensagens distintas para diferentes demografias, você pode mudar seu tom, seu uso de imagens, ainda entregando as mesmas informações a diferentes públicos.

A segmentação também permite que você personalize seus e-mails com seu público para que eles se sintam mais conectados à mensagem que você está enviando. Adicione emojis ou fique mais sério, dependendo de com quem você está falando, mas mantenha sua identidade de marca enquanto diversifica sua abordagem!

5. A automação de marketing é uma tendência crescente

A automação de marketing está se tornando uma prática básica para aumentar a receita. Isso não apenas torna seus fluxos de trabalho mais eficientes, mas também pode melhorar o desempenho e os resultados do e-mail.

Portanto, ao agilizar seu fluxo de trabalho por meio de práticas de automação, você não apenas pode liberar seu tempo evitando tarefas repetitivas, mas também pode garantir que essas tarefas sejam executadas com precisão. Às vezes, repetir as mesmas ações de copiar e colar em vários e-mails ou espaços pode deixar mais espaço para erros. Além disso, formas mais avançadas de estruturar suas campanhas de e-mail podem ser habilitadas por meio da automação de marketing, incluindo o envio de e-mails em horários específicos para clientes. Assim, otimizar o tempo de envio pode ajudar a garantir que sua mensagem seja entregue no momento certo para seus diferentes públicos.

Com a automação de marketing, você pode otimizar efetivamente suas campanhas de marketing por meio de um planejamento simples e mais avançado.

6. Não venda apenas!

O e-mail marketing não deve visar unicamente aos clientes para vender um produto ou serviço. O e-mail marketing deve posicioná-lo como um líder de pensamento em seu setor. É ótimo gerar receita diretamente vendendo um produto ou serviço em seu e-mail, mas posicionar-se como uma fonte confiável em um setor tem mais efeitos de longo prazo para ajudar a posicionar você acima da concorrência e gerar mais confiança com seus clientes. Assim, se você está constantemente vendendo seus produtos e serviços, os clientes não apenas ficarão entediados, mas potencialmente irritados. Torne suas mensagens mais valiosas para eles!

Leia também: O grande negócio escondido no e-mail marketing

O post Seis maneiras de usar o e-mail marketing para aumentar receita apareceu primeiro em E-Commerce Brasil.

Na próxima semana farei mais um review com depoimento e resenha sobre Seis maneiras de usar o e-mail marketing para aumentar receita. Espero ter ajudado a esclarecer o que é, como usar, se funciona e se vale a pena mesmo. Se você tiver alguma dúvida ou quiser adicionar algum comentário deixe abaixo.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.