Ads Top

Por que SEO é um processo contínuo?

Por que o SEO precisa ser um processo contínuo? Por que não otimizar tudo de uma vez e investir tempo e recursos financeiros em outras estratégias?

Desculpe informar, mas se você anda pensando assim, ainda não entendeu o que de fato é o SEO e como ele funciona.

Resultados orgânicos nascem a partir de tempo investido, chegam a longo prazo e só permanecem quando há constância.

O SEO tem um processo de crescimento exponencial, da mesma forma que uma planta precisa ser cuidada diariamente.

O SEO tem um processo de crescimento exponencial. Assim como uma planta que é cuidada, podada e regada todos os dias para dar mais e melhores frutos, o SEO também exige cuidados constantes.

Existem outros fatores que ajudam a entender por que o processo contínuo é necessário, como a performance da sua concorrência, a mudança do mercado, mudanças do comportamento do usuário e, principalmente, as mudanças diárias do Google e outros mecanismos de busca.

O Google atualiza constantemente, e você também deveria

“Praticamente todos os dias, o Google lança pelo menos uma alteração para melhorar os resultados da pesquisa. A maioria dessas mudanças não é perceptível, mas ajuda no nosso processo de aprimoramento contínuo.”

Blog da Central de Pesquisa Google

Dentre todas essas atualizações, há algumas que se destacam por alterarem o funcionamento dos fatores de ranqueamento. São novas tecnologias que aumentam a precisão do mecanismo de busca e colocam em cheque o conteúdo, a técnica, a segurança e diversos outros aspectos dos sites. Conheça as principais:

Google Panda (2011)

É uma das atualizações mais antigas e importantes para o conteúdo dentro de um site. Antes dessa atualização, sites repletos de conteúdo inútil conseguiam se espremer pelas brechas e galgar posições no buscador. Com o Google Panda, a relevância de um texto passou a ser considerada para que o Google começasse a filtrar e a qualificar informações de uma maneira mais crítica e voltada para o usuário.

Google Penguin (2012)

O webspam algorithm update, também conhecido como Penguin Update, foi uma resposta ao crescimento evidente das táticas black hat de link building. A sofisticação do algoritmo mudou a maneira como o Google analisava e premiava a obtenção de backlinks por parte dos sites. Ou seja, se antes o volume de backlinks era absoluto para a determinação da autoridade de um domínio, agora a qualidade e a naturalidade dessas menções são consideradas.

Google Hummingbird (2013)

Além das palavras-chave, essa atualização explora todo o campo semântico de um conteúdo. E de tempos em tempos sempre podemos descobrir novas palavras, termos e expressões que podem ser adicionadas a um texto. Por isso, é importante analisar e manter continuidade nas atualizações de conteúdo.

Google Pigeon (2014)

Esse update começou a entregar buscas baseadas na geolocalização do usuário. É interessante utilizar todos os dados estruturados do site e mantê-los atualizados constantemente, para que os resultados de busca sejam assertivos.

Google Fred (2017)

O mecanismo de busca passou a penalizar sites de informação que possuem muito apelo comercial, prezando por conteúdos informacionais que de fato pudessem sanar as dúvidas e as necessidades dos clientes, tornando a jornada de compra mais prazerosa e humanizada.

Google RankBrain (2015)

Com o lançamento do RankBrain, o algoritmo do Google deixa de ser majoritariamente “handcoded”, ou codificado a mão, para ser gerado por inteligência artificial. Dessa maneira, o buscador pode realmente entender as buscas feitas pelos usuários em vez de procurar por correspondências exatas entre o que é buscado e os conteúdos disponíveis na web. Isso quer dizer que, para ranquear, os conteúdos deveriam se comunicar ainda mais com a intenção de busca dos users.

Full Mobile-First Index (2021)

O Google prioriza sites que são adeptos do mobile, trabalhando positivamente na experiência do usuário. Segundo a startup Leadster, uma porcentagem de 56% dos usuários realizam buscas apenas pelo seu smartphone, então ser mobile friendly tem se tornado um fator essencial.

Razões para não deixar seu SEO parado

Se as próprias atualizações do Google ainda não te convenceram de que o seu site não pode parar no tempo, aqui vão mais algumas razões pelas quais o trabalho contínuo com SEO é mais do que necessário:

O comportamento do usuário muda

O seu site pode sim estar apto e adequado para atender ao que o usuário busca neste exato momento, mas como será dentro de alguns meses ou anos?

Não podemos garantir uma consistência no comportamento do usuário, até porque a cada dia as pessoas buscam ainda mais rapidez e formas de que sua compra ou pesquisa aconteça em, no máximo, minutos.

Os seus concorrentes continuam performando

Por mais que você não esteja aplicando as técnicas de SEO constantemente, lembre-se de que há concorrentes fazendo isso. Essa diferença pode fazer com que eles se destaquem e tomem seu lugar na SERP!

Desde o momento em que houver uma pausa, eles colocarão ainda mais esforços para tomar seu espaço e conquistar suas keywords – caso haja uma disputa por elas.

O comércio eletrônico é acirrado, a Internet muda constantemente, e não podemos sequer cogitar “dormir no ponto”.

O mercado cresce e varia

O marketplace, os softwares e os diferentes canais e tecnologias das quais você depende também tendem a evoluir. Assim, sua plataforma pode passar por mudanças no gerenciamento, segurança e fatores de performance.

E nem só o usuário muda. Sua empresa pode passar por transições, mudanças de público alvo ou persona. Como resultado, o SEO deve mudar sinergicamente.

A adição de novos produtos e serviços podem ser o motivo de ter que investir em diferentes keywords. Além do mais, elas abrem portas para novas oportunidades e estratégias

Para evolução, é necessário dedicação

Se o seu conteúdo está sendo considerado um unicórnio e gera uma porcentagem altíssima de conversão, com certeza você já sabe como um blog é importante para seu usuário.

Quando falamos de conteúdo, sabemos da importância de manter um blog ativo, com informações de qualidade. Responder às dúvidas dos seus usuários, gerar valor à marca e aos produtos novos…

Um site ranqueado e um conteúdo unicórnio não são conquistados em um mês. Para que isso aconteça, são necessários constância, testes, atualizações e otimizações, é claro! Tudo isso é fruto de diferentes análises.

Seguem aqui alguns exemplos de comportamentos do usuário que podem ser um grande sinal do que medir, retirar ou realocar para a melhora de performance do seu site:

  • Quanto tempo permanecem em sua página?
  • Qual ou quais os conteúdos com a maior taxa de bounce rate?
  • O que gera mais cliques para conteúdos de outras etapas do funil?

A perda que uma descontinuidade causa

Entenda o que pode acontecer com o seu site caso os trabalhos de SEO sejam descontinuados.

Perda de posicionamento e tráfego orgânico

A pausa no SEO do seu site pode gerar uma queda significativa no posicionamento. Isso interfere diretamente no fluxo de usuários acessando suas páginas diariamente.

Passar da primeira página do Google durante uma pesquisa é uma coisa que pouquíssimas pessoas fazem, porque, na lógica, tudo que é de fato importante e seguro o Google mostra primeiro. Sair da posição de privilégio que a primeira página representa pode significar perdas consideráveis de faturamento.

Dependência

O resultado no tráfego pago é instantâneo, e muito vantajoso para nós que estamos inseridos em uma cultura em que tudo precisa acontecer imediatamente. Mas para que esse resultado aconteça, deve haver sempre um recurso financeiro “rodando”. Caso contrário, o tráfego se interrompe.

Uma das vantagens do SEO é não precisar mais depender do tráfego pago. Sem contar a confiabilidade que o usuário tem com os primeiros resultados orgânicos.

A influência do SEO em outros canais

Ao integrar o SEO a outros canais de tráfego, alguns aspectos acabam sendo favorecidos. Por exemplo:

  • Diminuição de custos por clique.
  • Melhor gestão das campanhas.
  • Conteúdo como referência para redes sociais.

O desafio por trás de estar posicionado é justamente a constância, já que manter um blog ativo, estar atento às atualizações e as principais mudanças de comportamento do usuário são tarefas que exigem tempo e expertise!

Leia também: Como melhorar o posicionamento do seu e-commerce no Google

O post Por que SEO é um processo contínuo? apareceu primeiro em E-Commerce Brasil.

Na próxima semana farei mais um review com depoimento e resenha sobre Por que SEO é um processo contínuo?. Espero ter ajudado a esclarecer o que é, como usar, se funciona e se vale a pena mesmo. Se você tiver alguma dúvida ou quiser adicionar algum comentário deixe abaixo.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.