Ads Top

O que são técnicas de SEO e como usar no e-commerce

Atrair consumidores para o comércio eletrônico é um importante passo para vender e fidelizar, concorda? Pois bem, as técnicas de SEO entram nesse contexto para melhorar o posicionamento do e-commerce no Google. Com lugares privilegiados no ranqueamento, é possível atrair tráfego orgânico e vender mais.

Gostou da ideia e quer saber como conseguir isso? Veja, a seguir, algumas dicas práticas para aumentar o SEO da sua loja virtual!

Invista em reviews

Os reviews são opiniões de clientes reais sobre suas experiências com um produto, marca ou serviço. Nesse campo, consumidores atribuem notas de 0 a 5 estrelas e adicionam um comentário a respeito de suas percepções.

Essas informações transmitem credibilidade para o e-commerce, ajudam outros compradores a tomarem suas decisões de compra e melhoram a experiência do cliente. Como o Google prioriza páginas assim, os reviews ajudam a melhorar o SEO do e-commerce.

Acompanhe o nosso raciocínio para entender melhor a relação. A qualidade do conteúdo, por exemplo, é um fator de ranqueamento, certo? Uma das métricas que o Google usa para entender se o conteúdo é relevante ou não é o tempo de permanência no site.

Quando o conteúdo não é legal, geralmente, o usuário entra e sai rapidinho. Daí, a página amarga uma alta taxa de rejeição. Por outro lado, quando o consumidor encontra o que procurava, ele passa mais tempo navegando pela página.

Isto é, ao se deparar com reviews, os compradores ficam um período maior na página para lê-los. Portanto, o tempo de permanência no site é superior. Assim, o Google entende que a página é relevante e a prioriza nos resultados de busca, entende?

Aliás, o Google até lançou a Product Review Update, uma atualização de algoritmo que garante pontos para conteúdos gerados pelos usuários – estratégia também conhecida como User Generated Content (UGC). Os consumidores confiam mais nesse tipo de conteúdo porque são autênticos e escritos do ponto de vista do usuário.

As avaliações do e-commerce também contribuem no ranqueamento. As estrelas amarelas que aparecem nos snippets de avaliação mostram ao usuário se a loja tem credibilidade. Mas lembre-se de que os reviews e as avaliações precisam ser feitas por consumidores reais para garantir bons resultados para o seu e-commerce.

Realize pesquisas de palavras-chave

A palavra-chave é a porta de entrada para o conteúdo. Se o consumidor procura uma calça jeans para comprar, por exemplo, ele vai usar termos relacionados na barra de busca, concorda?

Se você vende esse tipo de peça, precisa usar a palavra-chave correta para o consumidor encontrar o produto correspondente no seu e-commerce. Contudo, a identificação da palavra-chave exige estudos e ferramentas de pesquisa como:

  • Google Ads;
  • Google Search Console;
  • Google Trends;
  • Keyword Tools;
  • Ubersuggest;
  • SEM Rush.

Tem mais um detalhe: além de identificar os termos que representam as intenções de busca, é importante usá-los de forma estratégica no conteúdo.

O ideal é que a palavra-chave apareça no título, na metadescrição, na descrição do produto e na URL – vamos falar mais sobre isso na próxima dica. Mas olha: o uso de variações semânticas é recomendado para evitar repetições no texto, viu?

Otimize a URL

Otimizar a URL significa deixá-la mais simples para facilitar o trabalho do Google no processo de rastreamento, indexação e ranqueamento. Veja só dois exemplos para entender melhor:

  • ecommercefictício.com.br/relógio/relógio-masculino-couro-marcax-ref33254
  • ecommercefictício.com.br/UtI5MKKWv6YzbED9F1NNBudAEa6mWNqDE2M

O primeiro link é uma URL amigável. Já o segundo, não dá nem uma noção do produto anunciado na página, não é mesmo? É por isso que é melhor otimizar o link e incluir a palavra-chave no endereço.

Seja original na hora de criar a descrição dos produtos

Faça um teste por aí: procure um produto qualquer no Google e clique em vários links de diferentes e-commerces para ler a descrição dos itens. É bem provável que você veja textos iguaizinhos, não é mesmo? Pois saiba que o plágio afeta o SEO do e-commerce.

O ideal é fazer descrições originais e bem criativas para chamar a atenção do consumidor. Sendo assim, use o texto padrão fornecido pelo fabricante apenas como base e escreva algo totalmente novo. Isso pode fazer seu comércio eletrônico subir algumas posições.

Insira imagens de qualidade

O Google também consegue “ler” imagens. Então, é legal que as fotografias inseridas no e-commerce sejam de qualidade. Isso também melhora a experiência do cliente e aumenta a taxa de conversão.

No entanto, mesmo com toda essa inteligência do buscador, não custa nada dar uma mãozinha extra com legendas e textos alternativos de imagem. O alt text nada mais é do que uma breve descrição do recurso visual inserida no código da imagem para facilitar o trabalho do Google. Então, essa é uma técnica de SEO importante.

Garanta que o design do e-commerce seja responsivo

Você sabia que 81% dos brasileiros fizeram, pelo menos, uma compra pelo celular no mês de abril de 2022? É isso que mostra uma pesquisa feita pela Mobile Time em parceria com a Opinion Box.

O dado mostra o tamanho da participação do mobile nas vendas do e-commerce. E como os buscadores sempre pensam na experiência do usuário, a responsividade é um dos fatores de ranqueamento.

Logo, é fundamental garantir que o e-commerce se adapte automaticamente a qualquer tipo de tela: smartphone, tablet, notebook, PC etc. Lembre-se também da velocidade de carregamento, combinado?

Faça linkagens para outros produtos do site

Sabe quando você visita a página de um produto no e-commerce e lá embaixo vê algumas sugestões de compras? Pois bem, essas são estratégias de cross selling que podem ser identificadas nos campos: “compre também”, “itens relacionados”, “combina com”, “frequentemente comprados juntos” e por aí vai.

Esse é um sistema legal de linkagem interna que melhora o SEO da página. Isso porque esses links direcionam o consumidor para outras páginas e contribuem para que ele passe mais tempo navegando pelo e-commerce. É por isso que vale a pena investir na estratégia.

Em resumo, aplicar técnicas de SEO no e-commerce é fundamental para conquistar melhores posicionamentos nas buscas orgânicas. Inserir reviews e avaliações no comércio eletrônico é uma das estratégias mais importantes porque melhora a experiência do cliente. E olha: o Google vê isso com bons olhos, viu? Logo, você pode atrair um maior tráfego orgânico para sua página e vender mais.

Leia também: Acessibilidade e SEO: como tornar o seu e-commerce mais inclusivo

O post O que são técnicas de SEO e como usar no e-commerce apareceu primeiro em E-Commerce Brasil.

Na próxima semana farei mais um review com depoimento e resenha sobre O que são técnicas de SEO e como usar no e-commerce. Espero ter ajudado a esclarecer o que é, como usar, se funciona e se vale a pena mesmo. Se você tiver alguma dúvida ou quiser adicionar algum comentário deixe abaixo.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.