Ads Top

Sete dicas para agilizar a entrega de produtos na sua loja online

De acordo com o relatório Setores do E-commerce, elaborado pela Convertion, o e-commerce brasileiro teve alta de 1,89% em janeiro de 2022 em comparação a dezembro de 2021. É um ótimo resultado, já que o primeiro mês do ano é historicamente mais fraco na comparação com dezembro.

Ainda de acordo com o relatório, os principais e-commerces e marketplaces do país somaram mais de 1,76 bilhões de acessos em janeiro de 2022. Esses dados reforçam que o comércio eletrônico se mantém aquecido e em crescimento, apesar da retomada completa do varejo físico.

Para quem trabalha no e-commerce, o crescimento do mercado também significa o aumento da concorrência, o que leva empreendedores a buscarem maneiras de atrair clientes e se destacarem. Nesse sentido, a logística para e-commerce e a eficiência na entrega de produtos podem fazer a diferença. Mas como? Confira a seguir sete dicas!

1 – Entrega de produtos: ofereça modalidades de frete

Um dos primeiros tópicos que devemos tratar quando falamos da entrega de produtos no e-commerce é o frete, mais especificamente as modalidades de entrega. Existem dois tipos de frete para e-commerce que o lojista precisa oferecer aos clientes se não quiser perder vendas:

  • Frete econômico: é a modalidade de entrega mais barata, embora o prazo de envio costume ser maior.
  • Frete expresso: é o tipo de entrega que prioriza o prazo de envio, mas costuma custar um pouco mais caro.

Uma pesquisa da consultoria Econsultancy apontou que 55% dos abandonos de carrinho no e-commerce brasileiro acontecem por causa do preço do frete. Esse número ilustra a importância de oferecer fretes mais baratos aos clientes.

Por outro lado, um levantamento da PwC mostrou que 40% dos consumidores estão dispostos a pagar mais caro para receberem suas encomendas o mais rápido possível.

É por isso que oferecer essas duas modalidades de entrega de produtos pode atrair tanto os clientes que prezam pelo frete mais barato quanto aqueles que priorizam a agilidade.

2 – Organize seu estoque

Para agilizar o processo de separação dos pedidos recebidos, é importante que seu estoque esteja organizado. Sabendo exatamente onde cada item está, o lojista poupa tempo e otimiza seu trabalho.

Algumas lojas virtuais usam o princípio da curva ABC de estoque para organizar seus itens guardados. Nesse método, os produtos são separados de acordo com seu volume de vendas, dos mais populares aos menos populares.

Se você tem itens no estoque que são vendidos com frequência, é natural que eles fiquem armazenados de maneira que o acesso seja mais fácil e rápido.

3 – Aprimore seus métodos

É muito importante que o lojista pense em questões como: com que frequência será feita a separação e embalagem dos pedidos? Quem vai fazer isso?

Dependendo do volume de vendas que seu negócio tem e da mão de obra disponível, pode não ser viável parar a todo momento para separar e montar pedidos. Muitos lojistas percebem que é mais prático juntar um determinado número de vendas e reservar um momento do dia para separá-las e embalá-las.

Aqui cabe um alerta: não demore muitos dias para separar e enviar os pedidos. Quanto mais rápido for esse processo, mais rápido o cliente terá seu produto em mãos e mais satisfeito ele vai ficar com seu processo de entrega.

Ter um estoque organizado e contar com a ajuda de softwares de conferência de pedidos são ações que podem ajudar o empreendedor a otimizar seu trabalho de separação e embalagem.

4 – Use a embalagem ideal para envio de produtos

Usar embalagens retangulares ou quadradas (que são consideradas padrão) barateia o frete e agiliza o processo de postagem. Caixas de papelão e envelopes de segurança, por exemplo, têm esses formatos.

Fique atento para não usar embalagens grandes demais. Além de correr o risco de danificar o produto (por causa do espaço extra que permitirá que o item se mexa durante o transporte), o lojista ainda pode acabar pagando mais caro pelo frete, já que as dimensões do pacote são critérios que entram na conta do custo do envio.

Portanto, a embalagem ideal para o envio de produtos por transportadora precisa ter o tamanho certo e o formato quadrado ou retangular. O item deve ser acomodado com segurança (envolto em papel ou plástico bolha se for necessário). O pacote deve ser lacrado, e o lojista não pode se esquecer de anexar a nota fiscal ou a declaração de conteúdo na parte de fora da embalagem. Seguindo essas dicas, será possível agilizar a postagem do item e, consequentemente, a entrega de produtos.

5 – Conte com mais de uma transportadora para entrega de produtos

Atualmente, há plataformas online de cotação e contratação de frete para e-commerce que permitem a pesquisa e a compra de envios com diversas transportadoras, tudo ao alcance de um clique.

Para o empreendedor, isso é altamente vantajoso, porque permite que ele opte pela empresa de transporte que oferece os melhores preços ou os prazos mais interessantes.

Além disso, o lojista não fica dependente de apenas uma transportadora para realizar as entregas de seus produtos e pode acionar outra opção em caso de emergências ou até mesmo deixar de trabalhar com determinada empresa se notar que está tendo problemas logísticos na entrega de produtos.

6 – Agilize a postagem dos pedidos

O momento da postagem de encomendas não precisa ser estressante e demorado. Muitas transportadoras agilizam o recebimento de encomendas que estão com etiquetas de frete geradas por plataformas online. Vale a pena se informar junto à transportadora sobre isso.

Além disso, em alguns casos, há a opção de levar todas as encomendas em uma unidade centralizadora de recebimento de encomendas. A maior vantagem aqui é poder postar todos os pacotes no mesmo local, mesmo que estejam com etiquetas de fretes de transportadoras diferentes.

7 – Faça o rastreio de encomendas

É essencial que o lojista mande o código de rastreio do pedido ao cliente. Isso ajuda a reforçar a confiança do consumidor na loja e também a controlar sua ansiedade.

Para o lojista, é uma maneira de acompanhar o andamento do envio e agir rapidamente caso note que algo está errado, como um atraso na entrega do produto.

Aqui, novamente, a tecnologia pode ajudar! Existem plataformas gratuitas de cadastro e acompanhamento de códigos de rastreio que permitem inclusive enviar e-mails automáticos aos clientes toda vez que o status do andamento da entrega mudar junto à transportadora.

Gostou das dicas? Atentando-se a esses detalhes, a entrega de produtos na sua loja virtual será mais fácil e eficiente. Os consumidores com certeza vão notar isso e, aos poucos, a logística da sua loja virtual vai se destacar e se transformar em um diferencial competitivo.

Leia também: Como eliminar o valor do frete para criar uma oferta mais atrativa

 

O post Sete dicas para agilizar a entrega de produtos na sua loja online apareceu primeiro em E-Commerce Brasil.

Na próxima semana farei mais um review com depoimento e resenha sobre Sete dicas para agilizar a entrega de produtos na sua loja online. Espero ter ajudado a esclarecer o que é, como usar, se funciona e se vale a pena mesmo. Se você tiver alguma dúvida ou quiser adicionar algum comentário deixe abaixo.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.