Ads Top

Como melhorar o posicionamento do seu e-commerce no Google

Garantir um bom posicionamento do e-commerce no Google é fundamental para atrair tráfego e vender mais. Afinal de contas, os três primeiros resultados de buscas orgânicas são responsáveis por mais de 75% de todos os cliques. Tem mais: a maioria das pessoas não passa do quinto resultado, e apenas 0,78% dos usuários entram em links da segunda página.

A estratégia mais importante para alcançar melhores colocações é o SEO, sigla para Search Engine Optimization – em português, otimização para os motores de busca. A tática consiste em uma série de boas práticas para aumentar a relevância da página perante o buscador. E olha: os reviews dão autoridade para os links e contribuem para um bom ranqueamento, viu?

Se você quer melhorar o posicionamento do seu e-commerce no Google e não sabe por onde começar, chegou ao lugar certo. A seguir, vamos dar algumas dicas para ocupar os primeiros resultados de busca orgânica.

Tenha uma página no Reclame AQUI

“Dar um Google” é uma prática corriqueira entre consumidores. Quem busca um celular novo, por exemplo, pesquisa por marcas, modelos e lojas de confiança antes de tomar uma decisão de compra. É aí que começa a jornada do consumidor no Reclame AQUI.

A página recebe cerca de 30 milhões de acessos únicos por mês. Desse total, 55% das pessoas que acessam a página estão pesquisando sobre a reputação da marca antes de comprar. Mais: 20% desses visitantes pretendem fechar a compra naquele mesmo mês.

Como o Google privilegia páginas de confiança no ranqueamento, é importante cuidar da reputação da marca. Manter uma página do e-commerce no Reclame AQUI, responder às reclamações e nutrir o relacionamento com o cliente, portanto, é fundamental para ganhar credibilidade.

Abra espaço para reviews no e-commerce

Os reviews são ferramentas valiosas para auxiliar o consumidor na jornada de compra. Então, além de contribuírem para atrair tráfego para o e-commerce, aumentam a taxa de conversão da loja virtual.

E olha: o uso da estratégia garante melhores posições nos resultados de busca orgânica por diversos fatores. Olha só alguns deles:

  • aumenta o tempo de permanência na página: quanto mais reviews o consumidor lê, mais tempo ele navega pela página. Logo, o Google entende que o conteúdo é relevante;
  • melhora a experiência do usuário: as avaliações são relatos verdadeiros e confiáveis sobre os produtos ou serviços da loja virtual. Isso deixa a jornada de compra do consumidor mais segura, e o buscador valoriza e-commerces assim;
  • gera autoridade para o site: muitas estrelas são fortes indícios de que aquele produto ou marca é confiável;
  • Product Review Update: recentemente, o Google anunciou uma atualização de algoritmo que passa a priorizar páginas com avaliações autênticas e escritas sob o ponto de vista do usuário. E é justamente essa a proposta dos reviews e avaliações.

Faça uma boa pesquisa de palavras-chave

A palavra-chave é a porta de entrada para os conteúdos. Se o consumidor busca um cosmético vegano, por exemplo, não faz sentido para o Google exibir produtos fora das exigências, concorda?

Sendo assim, faça uma boa pesquisa de palavras-chave considerando a experiência do usuário, o volume de buscas e a concorrência.

Aposte em URLs amigáveis

Veja só dois exemplos e responda qual endereço é mais fácil de ler e lembrar:

  • www.lojavirtualficticia.com.br/camiseta/manga-longa/marcax720
  • www.lojavirtualficticia.combr/1kNxo1cygyhue9YHSX1KTfVdQGDHQfjT8Zr3jiYqf-p8

Pois bem, assim como nós temos dificuldade de interpretar endereços com emaranhados de números, caracteres especiais e letras maiúsculas e minúsculas que não fazem sentido algum, o Google também fica confuso com links assim.

Logo, otimizar a URL e incluir a palavra-chave do conteúdo correspondente no link é uma boa prática de SEO para melhorar o ranqueamento da página.

Inclua legendas e texto alternativo nas imagens

O Google até consegue reconhecer imagens. No entanto, ele não é tão bom nisso quanto é em interpretar textos. O texto alternativo – alt text – nada mais é do que uma forma de descrever imagens para facilitar o trabalho do buscador.

Dessa forma, quando o usuário faz uma pesquisa, não é apenas a descrição dos produtos que aparecerão nos resultados, mas também as fotografias relacionadas.

Produza conteúdos de qualidade

Não adianta explorar a palavra-chave correta, apostar em URL amigável e incluir textos alternativos de imagem se o consumidor não encontrar o que procura no endereço. O Google penaliza páginas com alta taxa de rejeição porque entende que a experiência do usuário foi negativa.

Logo, é fundamental produzir conteúdos de qualidade, sem erros de gramática, nem repetição excessiva de palavras. Isso vale para descrição de produtos, imagens, legendas, textos do blog e por aí vai.

Lembre-se ainda de que o buscador valoriza a originalidade. Se você copiar e colar no seu e-commerce algum texto que já existe na Internet, por exemplo, o Google detecta o plágio e a sua página perde posições.

Deixe a metadescrição mais atraente

A metadescrição é aquele texto que aparece logo abaixo do título nos resultados de busca. É uma espécie de resumo do conteúdo que será encontrado no link, sabe? Nesse contexto, é legal usar a criatividade para chamar a atenção do consumidor e incentivar os cliques.

No entanto, nada de clickbait, viu? A página pode ganhar bastante tráfego com isso, mas a taxa de rejeição também vai lá para cima. E como acabamos de explicar, o Google penaliza páginas assim.

Use ferramentas de SEO

Existem diversas tecnologias que auxiliam o planejamento dos conteúdos do e-commerce, fornecem dados analíticos e insights valiosos para o negócio. Então, vale a pena investir em algumas ferramentas. Por exemplo:

  • SEMRush;
  • Yoast SEO;
  • Google Analytics;
  • Google Search Console;
  • Ubersuggest;
  • Keyword Planner.

Elabore estratégias de backlinks

Até agora, demos várias dicas de boas práticas de SEO On Page. Ou seja, são mudanças que você deve realizar na página para que o Google entenda melhor o conteúdo e o exiba nos resultados de busca. Qualidade do conteúdo, palavra-chave, URL otimizada e alt text são alguns exemplos.

Entretanto, tem outro aspecto fundamental para dar autoridade ao site e melhorar a reputação dele perante os buscadores da internet: o SEO Off Page. Esse é o caso dos backlinks – links em outros sites que direcionam para conteúdos da sua página.

Quando uma página tem backlinks de qualidade, o Google entende que aquele endereço é relevante e autoridade no assunto, sabe? Então, para aumentar a confiança do domínio, é válido criar estratégias de guest posts, redirecionamento de links quebrados, entre outros.

Enfim, garantir um bom posicionamento do e-commerce no Google é fundamental para atrair cliques e vender mais. Nesse contexto, é importante investir em estratégias de SEO On Page e Off Page. Mas o grande destaque mesmo vai para os reviews, porque melhoram a reputação da página e geram autoridade para o endereço.

Leia também: Seu e-commerce está preparado para fazer SEO? Confira!

 

O post Como melhorar o posicionamento do seu e-commerce no Google apareceu primeiro em E-Commerce Brasil.

Na próxima semana farei mais um review com depoimento e resenha sobre Como melhorar o posicionamento do seu e-commerce no Google. Espero ter ajudado a esclarecer o que é, como usar, se funciona e se vale a pena mesmo. Se você tiver alguma dúvida ou quiser adicionar algum comentário deixe abaixo.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.