Ads Top

Taxa de aprovação de pagamentos: você deve conhecer, mas cuida desse indicador no seu negócio?

Como você mede o sucesso do seu negócio? Todo bom gestor leva em consideração certos KPIs para entender resultados e otimizar processos sempre que necessário.

Em um e-commerce, o ticket médio e a taxa de abandono de carrinho são alguns dos principais termômetros que sempre estão em evidência.

Mas você tem dado a atenção devida para a taxa de aprovação de pagamentos?

Primeiramente, você sabe diferenciar a taxa de conversão de vendas da taxa de aprovação de pagamentos?

Taxa de conversão de vendas

Daqueles clientes que navegaram pelo seu site, quantos adicionaram produtos ao carrinho e finalizaram o checkout? Esse número mede a saudabilidade e a assertividade do público que você atrai para o seu site.Se esse indicador está baixo no seu negócio, alguns pontos devem ser avaliados:

1. Quem é o público que você está atraindo para o seu site? Tem alguma chance de os seus anúncios pagos não estarem segmentados para as pessoas certas ou, organicamente, a sua marca não estar fazendo a comunicação certa para o seu público-alvo?

2. O seu site passa credibilidade? Depois de clicar no seu site, é importante que o cliente encontre uma experiência segura e fluida. Os descritivos e as imagens precisam ser bem produzidos, informativos e atrativos, transmitindo credibilidade e profissionalismo. Além disso, os potenciais clientes precisam se sentir seguros, com um site criptografado (com certificado SSL), por exemplo.

3. Os clientes se sentem vontade de comprar no seu site? Isso engloba produtos de qualidade, preços atrativos e os métodos de pagamento que o cliente prefere usar.

Mas, afinal, o que é uma taxa saudável? Segundo um estudo realizado pela Experian Hitwise, a taxa média nacional de conversão do comércio digital é de 1,65%.

A partir desse número, você consegue ter um parâmetro mais claro para o seu empreendimento. No entanto, é importante destacar que cada modelo de negócio tem uma taxa de conversão distinta. Não é possível comparar uma loja de eletrodomésticos com uma de bijuterias, por exemplo.

Então, é importante estudar as especificidades do seu mercado para criar uma meta que seja condizente com a realidade do seu empreendimento.

Taxa de aprovação de pagamentos

Já a taxa de aprovação de pagamentos, ou taxa de conversão de pagamentos, se refere à razão entre as compras aprovadas e todos os pedidos finalizados no seu e-commerce.

Isso evidencia que nem toda compra finalizada pelo seu cliente, de fato, vira um pedido a ser faturado pelo seu e-commerce.

Afinal, boletos gerados podem não ser pagos, cartões de crédito podem não ter limite suficiente ou, ainda, compras podem ser barradas pelo seu sistema antifraude. Ou seja, são muitos os cenários que influenciam nesse passo final para a efetivação de uma compra.

Logo, é essa métrica que mostra, verdadeiramente, como está o faturamento do seu negócio diante das oportunidades de vendas. Se o seu e-commerce apresenta uma taxa de aprovação baixa, significa que ele não está vendendo tanto quanto poderia.

Veja a seguir alguns fatores que impactam nesse indicador do seu negócio.

1 – Sistema antifraude

O cartão de crédito é o método de pagamento mais utilizado pelos brasileiros no comércio eletrônico, com 98,3% da preferência, de acordo com a consultoria Gmattos. Vale lembrar que todas as compras feitas por essa forma de pagamento devem passar por validações de segurança do sistema antifraude e banco emissor do cartão, evitando que o seu e-commerce arque com chargebacks.

No entanto, é essencial contar com uma tecnologia robusta para evitar que compras saudáveis sejam barradas, o que compromete substancialmente a taxa de aprovação de pagamentos do seu e-commerce.

Nesse sentido, existem dois principais pontos de atenção:

  • Contar com um sistema segmentado para o seu nicho de mercado

Cada modelo de negócio conta com certas especificidades. Por isso, o antifraude a ser contratado precisa ser calibrado para o seu nicho de mercado.

Voltando ao nosso exemplo inicial, o ticket médio e o tipo de golpe que uma loja de bijuterias ou uma loja de eletrônicos podem sofrer são completamente diferentes. Logo, um antifraude que tenha inteligência para cada um desses negócios acaba sendo muito mais assertivo.

  • Contar com a possibilidade de ter uma análise manual de risco

Esse sistema é complementar à análise automática. Nela, uma pessoa especialista valida as informações do comprador – há nuances que só uma pessoa pode notar.

Esse recurso é importante para evitar falsos positivos; que novos golpes, ainda não mapeados pela inteligência artificial, passem pelos sistemas e para trazer novas perspectivas para refinar a tecnologia do antifraude para dado negócio.

2 – Falta de clareza sobre os motivos das recusas

A plataforma de pagamento que você usa atualmente deixa claro o que gerou uma recusa? Por exemplo: se foi falta de limite no cartão do cliente, possibilidade de fraude etc.

Além dessas motivações, muitas vezes, a causa é extremamente simples, como a digitação errada do número do cartão. Entender o que mais acontece no seu negócio é importante para colocar em prática estratégias para mudar esse cenário.

Para resolver a falta de limite, ofertar a funcionalidade de multimeios de pagamento – na qual o cliente consegue combinar mais de uma forma de pagamento, como dois cartões ou cartão e boleto – pode ser a virada de chave que falta para aumentar a sua aprovação de pagamentos.

Já no caso da digitação errada, mexer no layout do seu site, reproduzindo um cartão de crédito virtual, pode induzir o cliente ao acerto, facilitando que ele entenda onde deve inserir cada informação. Ainda é possível utilizar uma validação de BIN (Bank Identification Number), disponível na maioria das plataformas de e-commerce, para garantir a correta digitação das informações no checkout – sinalizando para o cliente caso algo esteja errado.

3 – Site desatualizado

Bugs, tempo de carregamento e experiência do usuário impactam tanto na conversão de vendas quanto na aprovação de pagamentos. Então, priorize a experiência do cliente e garanta que todos os seus sistemas estejam atualizados e funcionando corretamente.

Afinal, para uma boa análise, as informações necessárias para a aprovação de um pagamento devem ser enviadas corretamente para os agentes envolvidos na transação.

4 – Estabilidade do meio de pagamento

Outro fator que impacta no processamento das suas transações é a disponibilidade da tecnologia de pagamentos. Se o seu meio de pagamento cai com frequência, com certeza, você está perdendo vendas.

Boas práticas para vender mais no e-commerce

As taxas de conversão de vendas e de aprovação de pagamentos estão intimamente relacionadas, sendo uma consequência da outra. Então, para melhorar ambos os indicadores, é importante investir em algumas boas práticas na sua loja virtual, como:

  • Oferecer diversificadas formas de pagamentos: quanto mais, melhor! Afinal, a chance de você agradar diferentes clientes aumenta quando você oferece diversos métodos de pagamento.
  • Contar com um checkout transparente e intuitivo: muitos consumidores desistem de uma compra quando se deparam com um checkout longo ou, ainda, há casos em que o cliente preenche os dados de maneira errada, por ser um processo complicado, e a aprovação da compra é recusada. Então, quanto menos dados forem pedidos, melhor. Atenha-se ao mínimo viável para realizar transações com segurança e deixe o layout o mais amigável possível.
  • Investir em experiência de compra em dispositivos móveis: o smartphone já está consolidado como um meio importante para compras digitais. Por isso, é essencial que tanto o seu site quanto o seu checkout estejam adaptados para as mais diferentes telas, garantindo que o cliente vai conseguir realizar todas as ações que precisa com comodidade e segurança no seu site.

Agora que você já sabe como medir e como melhorar a taxa de aprovação do seu e-commerce, é hora de colocar essas dicas em prática e vender mais durante todo o ano!

Leia também: Métodos de pagamento alternativos: quais são e como funcionam?

O post Taxa de aprovação de pagamentos: você deve conhecer, mas cuida desse indicador no seu negócio? apareceu primeiro em E-Commerce Brasil.

Na próxima semana farei mais um review com depoimento e resenha sobre Taxa de aprovação de pagamentos: você deve conhecer, mas cuida desse indicador no seu negócio?. Espero ter ajudado a esclarecer o que é, como usar, se funciona e se vale a pena mesmo. Se você tiver alguma dúvida ou quiser adicionar algum comentário deixe abaixo.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.