Ads Top

Qual o futuro do e-commerce com a chegada do metaverso?

Em um universo não tão distante de possibilidades, uma poderosa forma de vivermos numa ambiência entre mundos fará parte do nosso dia a dia. O metaverso já está entre nós e pronto para mudar a forma como enxergamos o mundo digital. Mais do que entretenimento, o metaverso é uma oportunidade para a criação de experiências imersivas de marca. Além disso, é o momento ideal para redesenhar o futuro do ecommerce, jornadas e, até mesmo, produtos e serviços.

Afinal, o que é o metaverso?

A palavra metaverso vem do grego. Meta significa “além”, e verso vem de “universo”. Isso faz do metaverso uma espécie de universo além do que já conhecemos. É algo capaz de nos conectar a outro lugar enquanto permanecermos imóveis.

Um mundo de compras, vendas e interações com muita facilidade que se deve à um novo formato de realidade aumentada (RA), com uma experiência de consumos e sensações antes nunca vistas. É verdade que tudo ainda é um ambiente em desenvolvimento, mas já podemos imaginar as infinitas ações de marketing que empresas e marcas poderão realizar.

A técnica do shopstreaming, por exemplo, pode se beneficiar muito dessa nova abertura tecnológica. A prática, onde comerciantes fazem eventos ao vivo nas redes sociais para divulgarem seus produtos, cresceu muito durante a pandemia por conta da ausência do offline e migração para o online. Com as novas possibilidades do metaverso, as aplicações do shopstreaming na estratégia das empresas e marcas se multiplicam.

É a hora de oferecer experiências únicas e inéditas no dia a dia dos consumidores e gerar leads fiéis à sua marca.

Qual o impacto da realidade aumentada no comportamento do consumidor?

Segundo pesquisas da INVESP, a realidade aumentada, ou virtual, pode ser um fator decisivo para o seu e-commerce atrair novos usuários e aumentar a taxa de conversão. Cerca de 61% dos entrevistados do estudo afirmam que já preferem realizar suas compras em sites que possuam a tecnologia da realidade aumentada.

Além disso, a mesma pesquisa revelou que 35% acreditam que a chance de experimentar o produto, mesmo que virtualmente, aumentaria a frequência das compras online, gerando uma maior retenção e, até mesmo, atração de novos leads. O futuro do e-commerce está diretamente ligado ao desenvolvimento da RA do metaverso. É o próximo passo para a transformação digital de consumidores, marcas e tipos de negócios (B2C2B, B2B, B2D e etc.).

Será o momento dos consumidores navegarem por um ambiente digital que proporcione experiências imersivas e cativantes, mostrando os valores da marca e todas as qualidades de seus serviços de maneira diferente. A união do mundo offline com o online.

Como o metaverso influencia o futuro do e-commerce?

O e-commerce viverá mais uma grande revolução através do metaverso. Quando o facebook passou a se chamar Meta, começou a ditar as próximas tendências de campanhas e ações de marketing. Não precisamos voltar muito no tempo para lembrar quando os óculos de realidade aumentada começaram a ser utilizados por algumas marcas.

Por mais que o público atingido pela tecnologia RA ainda seja pequeno, é um movimento que tende a crescer com a popularização do metaverso. Inúmeras marcas já enxergaram possibilidades e estão se mexendo, desenhando estratégias e iniciando campanhas.

Recentemente, a Gucci lançou a coleção Gucci Virtual 25, que está disponível somente na forma de um filtro em aplicativos em RA, com tênis que custam a partir de R$50. Aguarde por ideias mais fluídas, com experiências engajadoras e imersivas para conquistar o cliente através da criatividade e praticidade da compra online.

Cultura data-driven

Aliás, quando falamos em praticidade, tocamos num ponto muito importante da sociedade atual. Vivemos em um mundo dinâmico onde buscamos a agilidade. A pesquisa encomendada pela INVESP também tocou nesse assunto com os entrevistados. A resposta obtida reflete exatamente o ambiente moderno e prático em que vivemos. 45% dos clientes acreditam que fazer compras com a tecnologia da realidade aumentada gera uma economia de tempo.

A estimativa é que, em 2026, a indústria de realidade aumentada terá uma Taxa de Crescimento Anual Composta de 54%, atingindo 372 bilhões de dólares. A América Latina é quem mais deve se beneficiar, com um crescimento estimado em 77%.

As compras virtuais no metaverso transformam o futuro do e-commerce. Agora as páginas não serão mais apenas catálogos de produtos. Serão experiências imersivas onde será possível caminhar por uma loja, conhecendo no detalhe e avaliando os produtos.

É importante que os e-commerces adotem uma cultura data-driven. Além de proporcionarem novas sensações aos clientes no metaverso, será preciso metrificar cada tipo de ação e reação dentro do seu ambiente. Com dados claros, tomadas de decisões ficam mais assertivas, inteligentes e seguras.

Esses são apenas os primeiros passos de infinitas possibilidades de impactos que o metaverso pode ter sobre o futuro do e-commerce. A verdade é uma só: o mundo está se digitalizando cada vez mais e a criação desses novos ambientes é apenas outra etapa. Um novo universo onde sai na frente quem entender as necessidade de uma experiência mais imersiva, prática e sedutora aos clientes.

O post Qual o futuro do e-commerce com a chegada do metaverso? apareceu primeiro em E-Commerce Brasil.

Na próxima semana farei mais um review com depoimento e resenha sobre Qual o futuro do e-commerce com a chegada do metaverso?. Espero ter ajudado a esclarecer o que é, como usar, se funciona e se vale a pena mesmo. Se você tiver alguma dúvida ou quiser adicionar algum comentário deixe abaixo.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.