Ads Top

Entrega no e-commerce: dicas para quem vai vender na internet em 2022

Mesmo com a abertura total do comércio físico no Brasil, o e-commerce mostra que o aumento expressivo apresentado nos últimos anos é muito mais do que uma tendência… Esta é uma realidade que veio para ficar.

Dados do setor apontam crescimento de 21,92% no faturamento e 19,03% nas vendas do comércio eletrônico em outubro de 2021 no Brasil, na comparação com o mesmo período do ano anterior.

Em outro levantamento, o Relatório Setores do E-commerce apurou que os sites brasileiros de vendas online receberam 1,69 bilhões de acessos em outubro de 2021, um aumento de 1,58% em relação ao mês de setembro.

Diante do mercado aquecido, planejar a entrega no e-commerce é ainda mais importante. Uma logística bem feita pode ser o diferencial que separa a sua loja virtual das demais. Mas o que precisa ser levado em consideração ao traçar estratégias de frete para e-commerce em 2022? Confira as dicas a seguir!

Quais os tipos de entrega no e-commerce?

O processo de entrega no e-commerce começa bem antes da postagem da encomenda na transportadora. Por exemplo: a oferta de mais de um tipo de frete ao cliente é muito importante para que ele decida se prefere uma entrega econômica ou expressa.

Entrega econômica

É aquela que prioriza o preço do frete. É mais barata, porém o prazo de entrega costuma ser maior.

Entrega expressa

É aquela que prioriza o prazo de entrega, mesmo que o custo do envio seja maior. Muitos clientes precisam do produto o quanto antes, por isso acabam optando pela opção expressa.

A maioria das transportadoras para e-commerce dispõem dessas duas modalidades de frete. Também há a opção de contar com uma plataforma de cotação e contratação de fretes, que oferece fretes econômicos e expressos em diversas empresas de transporte.

Uma plataforma de cotação e contratação de fretes pode ser a melhor solução para quem vende na internet porque, além da economia e das opções de frete, essas tecnologias podem ser integradas a dezenas de sites de e-commerce e marketplaces, simplificando ainda mais a escolha do frete.

Imagem de uma pessoa entregando encomenda à outra

Como enviar produtos da loja virtual?

Após a escolha da modalidade de frete para entrega no e-commerce, cabe ao lojista embalar a encomenda e fazer a postagem na transportadora escolhida. Algumas dicas podem ajudar.

Tipo de embalagem

Sempre coloque o produto em uma embalagem quadrada ou retangular, pois esses são os formatos padrões aceitos pelas transportadoras. Pacotes em outros formatos podem ser recusados ou aceitos apenas mediante pagamento de uma taxa extra, o que encarece bastante o envio.

Tamanho do pacote

As transportadoras ditam tamanhos mínimos e máximos permitidos para entrega no e-commerce. Verifique essas informações antes de embalar o pedido. Se o produto for muito grande, uma dica é dividir ele em mais de uma caixa e enviar todas no mesmo frete.

Cuidado ao embalar

Escolha embalagens que comportem o produto sem deixar muito espaço sobrando. No caso de produtos mais delicados, preencha o espaço vazio com algum material (como papel ou isopor) que impeça que ele fique balançando durante o transporte.

Atenção à nota fiscal

Nenhuma transportadora brasileira aceita receber pacotes que não estejam com a nota fiscal ou a declaração de conteúdo anexas em lugar visível do lado de fora da embalagem. Não se esqueça disso e proteja esses documentos com um plástico ou fita adesiva.

Rastreamento de pedido

Ao postar o pacote, o lojista receberá um código de rastreio. Compartilhá-lo com o cliente é fundamental, assim como manter o consumidor informado sobre todas as etapas da entrega no e-commerce, desde a postagem até a chegada ao destino.

Detalhes que fazem a diferença

Quando falamos de entrega no e-commerce, há um conceito chamado unboxing experience, ou seja, a experiência de desembalar. São coisas que o lojista pode fazer para tornar o momento de abertura do pacote mais satisfatório para o cliente. Bilhetinhos escritos à mão, embalagem caprichada, brindes, cupom de desconto… Tudo isso pode incentivar o consumidor a comprar novamente.

Como economizar no frete ao vender pela internet?

Cerca de 55% dos abandonos de carrinho no e-commerce brasileiro acontecem por causa do valor da entrega. Esse dado nos ajuda a entender porque é fundamental dar atenção às estratégias de frete para que seu negócio venda mais e retenha mais clientes.

O maior segredo para entender como economizar no frete é ter em mente que é necessário ter mais de uma opção de transportadora. A transportadora A pode oferecer melhores condições de entrega no e-commerce para determinada região, porém a empresa de transporte B pode ser mais vantajosa em outras localidades. Cabe ao lojista consultar opções antes de decidir.

Além disso, conforme mencionado anteriormente, oferecer opções de frete econômico e expresso também ajuda a reduzir o abandono de carrinho. Dessa maneira, o cliente sentirá que é valorizado e poderá escolher aquele que melhor atender suas necessidades.

Embalar corretamente os pedidos seguindo as dicas dadas acima também tem impacto na entrega no e-commerce, pois ajuda a evitar taxas extras.

De acordo com dados divulgados por uma plataforma de fretes, as categorias de moda, joias e relógios e itens de beleza foram as que representaram a maior parcela das vendas durante a Black Friday 2021. Juntas, elas somaram mais de 40% das etiquetas de frete geradas pela plataforma na data.

Isso nos dá uma noção de que boa parte dos produtos vendidos no e-commerce brasileiro são pequenos e leves. Embalá-los corretamente e em pacotes que comportem o objeto sem deixar muito espaço ajuda o lojista a oferecer fretes mais baratos.

Por fim, contar com a ajuda de uma plataforma de cotação e contratação de fretes para e-commerce é um decisão acertada. Afical, esse tipo de tecnologia permite que o lojista se atente a questões como escolher dentre várias transportadoras e oferecer múltiplas modalidades de entrega.

Cuide do cliente após a entrega no e-commerce

A relação entre lojista e consumidor não termina quando a entrega no e-commerce é realizada. Aliás, é nesse momento que o empreendedor deve se aproximar ainda mais do cliente, tanto para entender como foi sua experiência de compra quanto para incentivá-lo a comprar novamente.

Sabemos que os consumidores online dão muita importância à opinião de outros clientes. produtos sem avaliação tendem a despertar desconfiança nos clientes e afugentar vendas. Por isso, é essencial incentivar o cliente a avaliar o produto depois que ele o recebe.

Também é importante pedir para que o consumidor diga como foi sua experiência de compra. Essas informações são úteis para identificar pontos de melhoria no processo.

Por fim, dar cupom de desconto com prazo de validade é uma maneira eficiente de incentivar o cliente a realizar uma nova compra. A questão da validade é necessária para despertar o senso de urgência do consumidor.

Lembre-se que o e-mail é um excelente canal de comunicação com o cliente e pode ser usado para o envio de ofertas e a manutenção da relação com o cliente. Mas não exagere! Lojas virtuais que bombardeiam o usuário com e-mails tendem a ser ignoradas.

Portanto, ao estruturar sua entrega no e-commerce, planeje o momento pré-entrega, o envio em si e também o pós-vendas. Quando essas três etapas estão alinhadas, as chances de atração e fidelização de clientes são maiores.

O post Entrega no e-commerce: dicas para quem vai vender na internet em 2022 apareceu primeiro em E-Commerce Brasil.

Na próxima semana farei mais um review com depoimento e resenha sobre Entrega no e-commerce: dicas para quem vai vender na internet em 2022. Espero ter ajudado a esclarecer o que é, como usar, se funciona e se vale a pena mesmo. Se você tiver alguma dúvida ou quiser adicionar algum comentário deixe abaixo.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.