Ads Top

E-commerce por dropshipping: será que vale a pena?

O e-commerce vem crescendo cada vez mais e dados de pesquisas comprovam isso, de acordo com a Ebit | Nielsen o 1º semestre de 2021 atingiu 53 bi em vendas sendo 31% a mais em relação ao mesmo período de 2020, também houve um crescimento no número de consumidores chegando a 42 mi. Sites de buscas e redes sociais foram os principais caminhos para encontrar as lojas virtuais, o setor automotivo atingiu 41% e casa / decoração com 34 % nos sites de buscas, já através das redes sociais o setor de roupas / calçados obteve destaque com 30%.

A pesquisa aponta ainda que a região Sudoeste é a que mais contribui para o faturamento do Brasil, mas a região Norte e Sul foram as que mais cresceram durante o primeiro semestre de 2021. Com essas informações é possível ter um bom parâmetro sobre o e-commerce, para quem tem dúvida ou insegurança em abrir uma loja virtual.

Convém ressaltar que, para abrir uma loja virtual envolve muitos fatores a serem analisados tais como:

  • escolha da plataforma de e-commerce: será alugada ou própria?
  • marketing: quais serão as formas de divulgar o seu produto ou serviço?
  • canais de vendas: será omnichannel ou multichannel?
  • financeiros: quais serão as formas de pagamentos e escolha de gateways ou intermediadores?
  • logística: como serão realizadas as entregas, via correio ou transportadoras? Frete a cobrar ou grátis? Estoque próprio ou de terceiros?

No entanto, percebemos que não é algo fácil de ser decidido e deve ser bem planejado para ter-se sucesso. Nesse contexto entra o dropshipping, uma forma mais “fácil” e “ágil” de se trabalhar no e-commerce. Ou seja, não há estoque físico; não precisa se preocupar com as entregas, que serão por conta do fornecedor; haverá menos custos; poderá dedicar o seu tempo com outras questões, como divulgação da sua loja, tratar dos canais de vendas e, claro, dar o melhor suporte ao seu cliente. Vale destacar que essa prática vem sendo executada desde 2006 nos Estados Unidos e se popularizou no mundo.

Mas, como o dropshipping funciona? 

Neste caso, o dono da loja virtual atuará apenas como um intermediador entre o fornecedor e o cliente, como demonstra o modelo abaixo:

  • Seu cliente faz um pedido na loja virtual: escolhe o produto desejado, vai no carrinho de compras e finaliza a compra;
  • A sua loja envia o pedido automaticamente para o seu fornecedor, como os dados pessoais e de entrega do cliente, tudo bem especificado para não haver problemas na entrega;
  • O seu fornecedor prepara o pedido do seu cliente: separa, embala e despacha;
  • O seu fornecedor entrega o pedido para o seu cliente. Neste processo ele também oferece suporte e outros serviços de pós-vendas, como reparo e assistência técnica.
  • As principais vantagens são:

    • diminuição de custos, ou seja, não gastar com fretes, não gastar com estoque, não pagar pelo produto enquanto realizar a venda;
    • poder experimentar novos produtos e novos fornecedores;
    • processar e enviar pedidos com apenas alguns cliques;
    • ter a liberdade de falar diretamente com seu cliente.

    Escolha da plataforma digital

    É algo que deve ser bem analisado antes de decidir. Afinal, é onde hospedará sua loja e através dela os clientes iram comprar os seus produtos. Não adianta escolher a mais barata, pois pode não ser a melhor solução. O mesmo ocorre com a mais cara, que também pode não ser a melhor. Ou seja, preço é importante, mas não decisivo. Deve-se, portanto, levar em conta outros fatores, como: suporte, meios de pagamento, mobile, ux, layout entre outros aspectos.

    Como escolher o fornecedor dropshipping?

    Recomendo aqui que realize buscas direcionadas no Google (por exemplo: fornecedor dropshipping de roupas). Outra dica e pesquisar em redes sociais como Linkedin e Facebook — nelas você pode encontrar conteúdos relacionados a este tipo de fornecedor. E, ainda, vale conversar com varejistas do mesmo nicho de negócios que o seu.

    Analise os seguintes pontos

    • O tipo do fornecedor é nacional ou internacional? Atente-se a este ponto, pois são processos diferentes tanto em relação a entregas como em custos. Ou seja, no Brasil, os fornecedores entregam os produtos diretamente ao cliente e em outros países isso é feito por organizações;
    • Considere cada perfil de fornecedor não simplesmente por sua aparência, mas por suas características. Veja o que elas podem agregar ao seu negócio e esteja atento, pois há empresas com boas e más reputações;
    • Como é realizado o processo logístico deste fornecedor? Este questionamento é extremamente importante, pois é ele quem irá entregar o produto ao seu cliente;
    • Peça amostra dos produtos, a fim de conhecer o que está oferecendo ao seu cliente;
    • Confira se será cobrada alguma taxa (existem fornecedores que cobram de forma única ou mensal, por exemplo).

    Lembro que vale a pena, sim, ter um e-commerce por dropshipping. Afinal, você não precisará se preocupar com estoque; achar um lugar para armazenar; fazer inventário; etiquetar; embalar e entregar. Sua preocupação, portanto, será apenas com o cliente, dar suporte a ele no que precisar, trabalhar o marketing e personalizar a sua loja. Essa opção lhe permite fechar negócios em larga escala sem preocupações naturais com pós-vendas (trocas, devoluções e assistência técnica), uma vez que o fornecedor se encarregará disso.

    O dropshipping tem potencial para ser lucrativo, com menos riscos. Isso, sem contar que o modelo não requer investimento inicial com produtos — e até mesmo com mão-de-obra. Afinal, uma pessoa só pode realizar todo o processo na plataforma e cuidar dos canais de vendas. Portanto, aprofunde-se no tema e comece já o seu e-commerce com dropshipping!

    O post E-commerce por dropshipping: será que vale a pena? apareceu primeiro em E-Commerce Brasil.

    Na próxima semana farei mais um review com depoimento e resenha sobre E-commerce por dropshipping: será que vale a pena?. Espero ter ajudado a esclarecer o que é, como usar, se funciona e se vale a pena mesmo. Se você tiver alguma dúvida ou quiser adicionar algum comentário deixe abaixo.

    Nenhum comentário:

    Tecnologia do Blogger.