Ads Top

Farmácia online: o que você precisa saber antes de vender medicamentos pela internet

Alguns segmentos possuem regras que são imprescindíveis para garantir o sucesso e a viabilidade de um negócio no mundo do e-commerce. Esse é o caso das empresas que atuam no setor de farmácia online.

Com o crescimento potencializado pela pandemia, muitos empresários enxergam no setor de saúde uma oportunidade única de investir em um negócio cada vez mais relevante e lucrativo.

E para que você possa se aprofundar no assunto, preparei um artigo completo com os principais pontos que você precisa saber antes de começar a vender medicamentos pela internet. Continue acompanhando para conferir!

Mercado de farmácia online em 2021

A crise causada pelo novo coronavírus impactou o mercado do e-commerce de diferentes formas.

De maneira geral, o público se mostrou mais aberto a realizar compras através do comércio eletrônico, atingindo setores que antes não eram tão associados às lojas virtuais.

E é nesse cenário que o setor de farmácia online chamou tamanha atenção, alcançando números expressivos que mostram o sucesso de vendas nesse e-commerce de nicho.

Para se ter uma ideia, no início da pandemia, o segmento de saúde atingiu um crescimento de 111% em faturamento.

Quando consideramos o período de um ano, entre março de 2020 e março de 2021, também encontramos informações valiosas que nos ajudam a entender o tamanho desse impacto.

Segundo pesquisa realizada pela agência Conversion, dentre as 15 lojas virtuais que mais cresceram durante essa época, 3 delas atuam como farmácias online.

Ou seja, o nicho é muito promissor, principalmente quando levamos em conta essas mudanças apresentadas no comportamento do consumidor.

Como dar o primeiro passo para montar uma farmácia online?

Primeiramente, é preciso estar a par do que a legislação brasileira diz sobre a venda de itens farmacêuticos através de plataformas online.

A comercialização de remédios pela internet é uma prática autorizada pela Anvisa. Todos os critérios e condições relacionadas a esse assunto estão presentes publicamente na Resolução RDC nº44.

Neste artigo, irei abordar os principais pontos dessa legislação, porém, recomendo que você acesse o documento oficial para conferir todas as informações com mais detalhes.

Logo abaixo, separei algumas exigências que devem ser cumpridas para abrir uma farmácia online:

  • Ter uma loja física;
  • Contar com um farmacêutico 100% disponível para tirar dúvidas dos clientes da sua loja online;
  • Manter as áreas de armazenamento organizadas, secas e com uma temperatura que seja compatível com os produtos do inventário;
  • Investir em um domínio “.com.br” para sua loja virtual.

Quais informações não podem faltar em sua farmácia online?

Existem também alguns requisitos que estão totalmente relacionados ao canal de vendas.

Abaixo, você confere alguns dados que precisam estar presentes de maneira visível em sua loja virtual:

  • Razão social (ou nome fantasia);
  • CNPJ;
  • Dados de contato;
  • Endereço;
  • Informações relacionados ao farmacêutico responsável;
  • Autorização emitida pela Anvisa;
  • Mensagens de alerta e recomendações sanitárias (determinadas pela Anvisa).

Divulgando os produtos da sua farmácia online:

A divulgação dos itens do seu e-commerce é um dos pontos de atenção mais importantes, principalmente em uma farmácia online, que possui diversos critérios a serem seguidos.

Entre os principais exemplos dessas normas, está a definição dos produtos de farmácia que podem ser divulgados, são eles:

  • Medicamentos que não precisam de prescrição;
  • Itens de higiene pessoal;
  • Materiais de primeiros socorros;
  • Suplementos alimentares.

Nesses casos, é preciso garantir que as informações apareçam de maneira clara para os visitantes da sua farmácia online.

Uma dica simples é a de criar anúncios com imagens que tenham um contraste entre as palavras escritas e as cores de fundo. Dessa forma, você garante uma leitura fácil para o seu cliente, evitando que sua campanha seja barrada pelas normas publicitárias.

Sobre o preço:

É importante ter em mente que não é permitido utilizar argumentos de cunho publicitário (como slogans, desenhos, símbolos e etc) nas listas de preço. Além do mais, é necessário dar destaque às frases de advertência.

A RDC 44/99 também determina que os seguintes dados precisam aparecer na divulgação dos preços de cada produto:

  • Nome do fármaco;
  • Princípios ativos do medicamento;
  • Informações como forma farmacêutica, quantidade e concentração;
  • Número do registro da Anvisa (e o nome do responsável);
  • Preço.

É imprescindível seguir todas essas determinações para garantir que sua farmácia online opere de acordo com as normas brasileiras e obtenha bons resultados.

Como atender os clientes em sua farmácia online?

Contar com um farmacêutico à disposição é um dos requisitos para se ter uma farmácia online.

Por isso, é muito importante investir em uma plataforma de e-commerce, que oferece integração com as principais ferramentas de atendimento online via chat e SAC, por exemplo. Além de proporcionar uma experiência personalizável e focada na experiência do usuário.

Dessa forma, sua farmácia online poderá promover uma interação mais fluida e direta com o cliente, conquistando a confiança e, por consequência, aumentando as chances de venda.

A importância do delivery para o segmento

Esse talvez seja um dos aspectos mais relevantes para o segmento de farmácia online, afinal, estamos falando de entregas rápidas para pedidos de pequeno volume.

É preciso desenvolver uma estratégia para garantir uma logística acessível e que seja financeiramente viável para o seu negócio.

Lembre-se: muitos acreditam que farmácias online devem trabalhar com um modelo de entregas local, restringindo os envios para uma região limitada.

No entanto, uma farmácia online pode sim angariar vendas no Brasil inteiro, conquistando clientes em diversos estados com produtos de diferentes categorias.

Isso acontece por conta de algumas características do mercado farmacêutico, afinal, há regiões onde os preços de determinados medicamentos acabam sendo mais elevados, fazendo das compras online a opção mais acessível.

Além do mais, existem diversos produtos que não estão presentes em cidades menores. Nesse contexto, a farmácia online também pode ser uma solução inteligente.

Farmácia online: um segmento com crescimento constante

Abrir uma farmácia online é uma ótima oportunidade de negócio para quem já atua no setor, pois ele tende a continuar crescendo no mundo do e-commerce.

No entanto, estamos falando de um segmento repleto de diretrizes e regras que precisam ser seguidas. Por isso, neste artigo, busquei apresentar uma visão ampla e completa de diversos pontos que são imprescindíveis para colocar uma farmácia online no ar.

Espero que tenha gostado do conteúdo. Além de medicamentos, existem outras categorias do segmento de saúde que também estão apresentando números positivos no e-commerce. Por isso, na semana que vem vou trazer um artigo sobre como montar uma loja de suplementos online.

Continue acompanhando para conferir!

O post Farmácia online: o que você precisa saber antes de vender medicamentos pela internet apareceu primeiro em E-Commerce Brasil.

Na próxima semana farei mais um review com depoimento e resenha sobre Farmácia online: o que você precisa saber antes de vender medicamentos pela internet. Espero ter ajudado a esclarecer o que é, como usar, se funciona e se vale a pena mesmo. Se você tiver alguma dúvida ou quiser adicionar algum comentário deixe abaixo.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.