Ads Top

5 erros que deixam o preço do frete mais caro

Quem vende pela internet sabe que o preço do frete é um dos maiores ofensores do indicador de abandono de carrinho. Para você ter uma ideia, segundo pesquisa recente realizada por especialistas do setor, 85% dos entrevistados disseram já ter desistido de uma compra devido ao custo do frete. O que não é necessariamente uma surpresa!

Esse é um grande desafio já conhecido por e-commerces de todos os tamanhos. Porém, com medidas simples é possível reduzir o custo de envio, tanto para o seu cliente como também para o seu negócio.

Para te ajudar nessa missão, vamos te explicar como esse frete é calculado e ainda mostrar 5 erros que deixam os envios da sua loja virtual mais caros. Tome nota!

Para começar: como o custo do frete é calculado? O primeiro passo para identificar os fatores que encarecem o frete da sua loja é entender como as transportadoras realizam esse cálculo de envio.

Cada empresa de transporte possui um forma própria para fazer essa cobrança, mas todas elas levam em comum os seguintes fatores:

  • CEP de origem
  • CEP do destinatário
  • Peso do pacote
  • Dimensões da embalagem
  • Modalidade de entrega (padrão,expressa ou econômica)
  • Meio de transporte utilizado no frete

Esses são alguns detalhes que podem encarecer os envios de um e-commerce.

Tendo esses pontos em mente, confira os 5 erros mais cometidos pelos lojistas que acabam encarecendo o frete de suas lojas.

5 erros que deixam o frete da sua loja virtual mais caro

5 – Produto cadastrado de forma incorreta

O primeiro erro é um clássico, o cadastro incorreto de informações sobre o produto, como peso e dimensões, no site da loja.

Vamos dar um exemplo, o cadastro incorreto do peso de uma encomenda no site poderá deixar o frete para o seu cliente mais caro (o que afeta diretamente na decisão de compra) ou até mais barato do que deveria, gerando assim prejuízo para sua loja que, por lei, deverá arcar com a diferença do valor junto à transportadora.

Por isso, atenção máxima na hora de inserir os dados de cada produto no site e corrija possíveis erros assim que detectados.

4 – Embalagem maior que o tamanho do produto

O peso cubado também é um dos fatores que interferem diretamente no valor do frete.

A cubagem se refere ao espaço que a remessa ocupa dentro do veículo que será utilizado para o transporte. Esse cálculo é o resultado da multiplicação das medidas da embalagem (A x L x C) dividido pelo Fator de Cubagem, que varia de acordo com a transportadora.

Para fazer o cálculo do custo do frete, as empresas de transportes se baseiam no maior valor. Ou seja, se o espaço que o seu pacote ocupar for maior que o peso do produto, ele será usado como base para o cálculo do frete.

Sendo assim, você poderá pagar mais caro por cada envio realizado se utilizar uma embalagem maior que o necessário.

3 – Embalagem frágil ou inapropriada para o envio

O uso de uma embalagem muito frágil ou improvisada no envio dos pedidos pode gerar custos com logística reversa.

Ou seja, junto com um pedido de troca ou devolução chega também gastos com o frete de retorno. Isso porque, segundo o código de defesa do consumidor, o custeio do frete nos casos de devoluções ou trocas ocasionadas por avarias fica sempre por conta do lojista.

Por isso, vale a pena investir em caixas de qualidade e itens que aumentam a segurança da remessa, como plástico bolha, almofadas de ar e placas de isopor.

2 – Problemas na tabela de frete

Lojistas que fecham contratos com transportadoras têm acesso a tabelas de preços exclusivas, com valores de frete mais baratos que os praticados nos balcões dessas empresas de transporte.

Para disponibilizar esses fretes exclusivos para o cliente, os lojistas precisam subir os arquivos das tabelas para o site da loja.

O problema ocorre quando há algum erro na tabela de frete, o que pode comprometer as vendas de um produto específico.

Esse é um erro difícil de perceber mesmo, mas uma pista para saber se existe algo errado com a sua tabela é conferir o índice de carrinhos abandonados da sua loja virtual

Caso esse indicador não esteja condizente com a competitividade do frete que você oferece, vale a pena fazer a revisão da tabela.

1 – Cálculo do prazo de entrega incorreto

Chegamos a um dos pontos mais importantes quando o assunto é frete no e-commerce: o prazo de entrega dos seus pedidos deve ser sempre condizente com o valor do frete cobrado ao cliente.

É comum algumas lojas informarem ao comprador um tempo de entrega maior que o necessário, para assim garantir o cumprimento do prazo ou uma entrega antes do esperado.

No entanto, um valor de frete muito desproporcional ao prazo de entrega acaba gerando um número maior de desistências nessa etapa da compra.

Além disso, muitas pessoas estão dispostas a pagar até mais caro pelo envio, desde que tenham o produto em mãos o mais rápido possível.

Prontinho, com essas dicas em mãos é só conferir se alguns desses problemas estão aumentando o custo do frete do seu e-commerce. Seu cliente e os lucros do seu negócio agradecem!

Leia também: Pós-venda: 7 cuidados que toda loja virtual deve ter após o envio das encomendas.

O post 5 erros que deixam o preço do frete mais caro apareceu primeiro em E-Commerce Brasil.

Na próxima semana farei mais um review com depoimento e resenha sobre 5 erros que deixam o preço do frete mais caro. Espero ter ajudado a esclarecer o que é, como usar, se funciona e se vale a pena mesmo. Se você tiver alguma dúvida ou quiser adicionar algum comentário deixe abaixo.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.