Ads Top

5 dicas para criar landing pages que convertem no B2B

A geração de leads é uma das metas mais comuns da estratégia de Inbound Marketing para e-commerces B2B. Ela consiste em oferecer um conteúdo de valor em troca das informações de contato dos clientes em potencial.

Para que essa relação de troca funcione, as empresas devem entregar um material de qualidade. Neste caso, pode ser um e-book, infográfico, uma ferramenta, a inscrição para um evento, uma avaliação gratuita, entre outros. Essa transação acontece, geralmente, dentro de uma landing page, que é uma página desenvolvida especialmente para isso.

Para construir landing pages que convertem, é preciso que o design seja capaz de capturar o interesse do visitante; que o texto seja claro, objetivo, convincente e transmita informações valiosas, e que o formulário seja curto, simples e fácil de preencher.

Continue no texto para acessar cinco dicas para desenvolver melhores landing pages, gerar leads e amplificar suas taxas de conversão no B2B.

1 – Tenha uma estrutura adequada

Existem alguns elementos que são básicos em todos os modelos de landing pages, independentemente do nicho de mercado. São eles:

  • Título: deve ser curto, objetivo, claro e chamativo;
  • Imagens e vídeos: use elementos visuais para complementar a mensagem, mas sem exageros;
  • CTA: o call to action deve ter um texto claro, orientado para ação e em sintonia com a oferta anunciada, como: “Enviar”, “Baixar material”, “Registrar-se”;
  • Chamada para o conteúdo: escreva algumas chamadas para mostrar ao leitor o que ele encontrará no material;
  • Provas sociais: escolha algumas opiniões de clientes para mostrá-las na landing page – esse recurso é interessante utilizar para produtos ou serviços.

2 – Faça um formulário simples

Landing page matadoras incluem um formulário fácil de preencher e com poucos campos. A dica é se colocar no lugar do seu potencial cliente: ele entra na página para baixar um e-book e o formulário é extenso e pede nome completo, e-mail, endereço, nome da empresa, tamanho da empresa, site da empresa, caixas de seleção de interesses… Ufa! As chances de desistência são grandes.

Peça poucas informações, mas que sejam importantes para guiá-los pelo funil de vendas. Se você está captando leads e oferecendo uma consultoria gratuita, o formulário também não precisa ser extenso, mas alguns campos são essenciais, como telefone, e-mail, nome da empresa e site da companhia.

3 – Insira provas sociais

Testemunhos de clientes que já compraram na sua loja, utilizaram seus produtos ou fizeram o seu curso são importantes em algumas landing pages. Além das avaliações dos consumidores, você pode inserir prêmios conquistados pela empresa e materiais publicados pela imprensa.

Esses elementos dão mais credibilidade para a mensagem, pois permitem que os interessados no conteúdo que você está oferecendo possam ler as críticas dos atuais clientes sobre as experiências com os produtos ou serviços e quais foram os benefícios obtidos.

4 – Deixe a página compatível com dispositivos móveis

Este é um ponto de atenção, especialmente para o formulário. Já tentou preencher um que não foi pensado para ser utilizado em dispositivos móveis? É uma tortura! Os formulários devem facilitar ao máximo a conversão.

Mas o que você pode fazer, de fato, para melhorar a experiência do usuário no celular? Apresentar o teclado numérico para o campo do celular, ter um formulário responsivo, que se adapta ao tamanho da tela do dispositivo, pedir as informações mais importantes e na menor quantidade possível, entre outros.

5 – Faça testes periódicos

Fez uma pequena mudança na sua landing page enquanto ela já estava no ar? Então, acompanhe a performance. O mais indicado é fazer uma alteração por vez, não modificando, por exemplo, uma imagem e um botão ao mesmo tempo. Depois, analise os resultados de taxas de cliques para aperfeiçoar e otimizar suas estratégias.

No teste A/B, você pode experimentar duas versões da landing page com diferenças sutis no título, na imagem, no CTA ou na posição do formulário. Observe o que está funcionando melhor com o público-alvo e ajuste na opção que teve desempenho inferior.

Com essas orientações, você conseguirá desenvolver landing pages matadoras e que chamem a atenção dos visitantes para ampliar sua base de leads qualificados. Não deixe de aplicá-las nas suas próximas páginas de destino!

O post 5 dicas para criar landing pages que convertem no B2B apareceu primeiro em E-Commerce Brasil.

Na próxima semana farei mais um review com depoimento e resenha sobre 5 dicas para criar landing pages que convertem no B2B. Espero ter ajudado a esclarecer o que é, como usar, se funciona e se vale a pena mesmo. Se você tiver alguma dúvida ou quiser adicionar algum comentário deixe abaixo.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.