Ads Top

Varejo digital: como trazer as vendas para o meio online?

Quem está de olho nas tendências de negócios sabe que as vendas no meio online seguem em aumento no Brasil há alguns anos. Contudo, o distanciamento social contribuiu diretamente para o crescimento do varejo digital.

O aumento do hábito de fazer compras na internet não é mais novidade, mas o consumo pós-pandemia cresceu em torno de 71%, segundo o e-commerce Brasil.

Mas mesmo agora, com a vacinação ocorrendo e a população voltando às ruas e os comércios físicos retornando o funcionamento de forma gradual, as vendas no meio online continuam crescendo de forma acelerada.

Mesmo que seu negócio tenha uma loja física, vender online é indispensável. E isso faz com que o varejo digital seja cada vez mais necessário!

Por isso, quando o assunto é trazer as vendas para o meio online, algumas questões devem ser levadas em consideração. E neste artigo eu vou te explicar mais sobre este assunto!

Criei um guia e você pode navegar entre os tópicos clicando abaixo: 👇

Varejo digital e os impactos da nova geração

Os maiores desafios do varejo no digital

Como os varejistas estão se adaptando ao online?

Conheça os principais cuidados ao implementar

As 8 melhores práticas para trazer sua loja online!

Continue lendo e descubra!

Varejo digital e os impactos da nova geração

A transformação digital alterou o comportamento das marcas, produzindo uma nova geração de negócios.

Esta nova geração digital é caracterizada pelo “boom” da utilização da internet e das redes sociais, que reflete no aumento do varejo e-commerce.

Agora os consumidores querem variedade e praticidade, ou seja, a possibilidade de comprarem o que desejam em qualquer momento e em qualquer lugar.

Isso faz com que os varejistas precisem se adequar para oferecer um serviço de qualidade em todos os ambientes possíveis, principalmente no digital.

E quais são os principais desafios causados por estes impactos para o varejo digital? Acompanhe a leitura!

Os maiores desafios do varejo no digital

Podemos verificar que o perfil do consumidor no meio digital está em plena transformação, por isso o varejo digital passa por vários obstáculos ao longo de seu caminho.

De acordo com o estudo do Núcleo de Estudos e Tendências da Atento descrito pela Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo (SBVC), o varejo digital possui 5 grandes desafios:

  • logística ágil;
  • oferta e preço competitivo;
  • praticidade na navegação;
  • satisfação na experiência de compra;
  • confiabilidade e segurança.

As problemáticas vão muito além de apenas se construir ou buscar uma plataforma de vendas ao consumidor.

O desafio maior é a integração assertiva de inovações humanas e tecnológicas, voltadas sempre para o customer centric visando uma experiência completa do cliente.

Colocar a tecnologia a disposição para atender às expectativas dos clientes sem esquecer do contato com o cliente, fortalecendo a proposta de valor final do varejista.

É necessário juntar o relacionamento humano com as funcionalidades dos chatbots, inteligência artificial sem esquecer da análise de dados.

O varejo é um dos setores mais impactados pelos dados. Sendo assim, é importante ter uma estrutura, fazer análises e transformá-los em experiência para o cliente.

Mas o que os varejistas estão fazendo para se ajustar de forma assertiva nesta era digital?

Como os varejistas estão se adaptando ao online?

Devido às grandes mudanças nos processos de venda é importante estar sempre atualizado ao universo online.

Mas como fazer a transformação digital no varejo?

Uma primeira ação que está sendo utilizada pelos varejistas é o uso das redes sociais, pois elas aumentam a visibilidade e proporcionam uma proximidade com os consumidores.

Além disso, as redes sociais podem ser integradas com o e-commerce e funcionarem como um ponto de vendas.

E aí entra a segunda estratégia, o E-commerce!

Um e-commerce é um modelo de comércio que se utiliza da internet como meio de propagação e finalização da compra.

Esse comércio eletrônico digitaliza de forma integral os processos de venda e atendimento ao cliente.

A partir daí, ele também abre as portas para outras automações, como marketing, controle de finanças e estoque.

Conheça os principais cuidados ao implementar

Diante dos desafios e ações de adaptação citados acima, confira os maiores cuidados que precisamos ter ao implementar o varejo digital de acordo com a Simplus:

  • segurança cibernética para evitar ataques e o vazamento de dados;
  • acesso a ferramentas modernas e eficientes;
  • capacitação da equipe para atuar nesse novo setor;
  • criação de uma experiência individual para cada cliente;
  • oferecer variedade de produtos em cada loja;
  • colaboração das equipes de todas as fases da cadeia de suprimentos.

Agora que você já entendeu a importância de vender digitalmente e os principais desafios e cuidados ao implementar o varejo digital, vamos descobrir as melhores práticas para levar seu negócio para o meio online?

Bora lá!

As 8 melhores práticas para trazer sua loja online!

Para vender, independente de qual seja o negócio, é preciso satisfazer o cliente. No meio online, a lógica é a mesma.

Mas, para alcançar sucesso no universo online, é preciso estar atento a fatores-chave do mercado digital. Caso contrário, por maior que seja o esforço, as vendas no ambiente online podem não decolar.

Pois bem, mas como fazer? Confira, a seguir, baseado em dicas do Sebrae, algumas práticas de como trazer sua loja online:

1 – Elabore um Plano de Negócios

Antes de dar o pontapé inicial, se faz necessário entender o que está por trás de um e-commerce: quais investimentos são necessários, quem são os parceiros, fornecedores, clientes e concorrentes, como será a estratégia de marketing.

Ao elaborar um plano de negócios, você precisa ter em mente, que é possível concorrer em nichos nos quais o pequeno negócio poderá ser mais eficiente, ou no mercado de massa, em que a competição será basicamente por preço.

2 – Saiba quem é o seu público

De acordo com o Papo Biz é necessário direcionar a sua comunicação para quem tem chances reais de comprar seu produto.

Por isso, saiba quem é o seu público-alvo e, faça um levantamento para descobrir quem é a sua persona, um conceito mais detalhado sobre os seus compradores.

Cada vez mais as pessoas buscam marcas, empresas, lojas e produtos com os quais elas se identificam. Logo, é importante saber quem está do outro lado do pedido.

Isso significa conhecer seus interesses, desejos, posicionamentos e até antecipar dúvidas e outros questionamentos sobre o nicho no qual você atua e quer se tornar uma autoridade.

Além de causar um impacto positivo nos clientes, esse direcionamento ajuda a planejar e colocar em prática uma estratégia de comunicação e vendas mais eficiente.

3 – Crie um site eficaz

Tudo o que estiver disponível no site deve funcionar da melhor forma possível. O cliente precisa ter facilidades ao entrar na loja. Caso contrário, ele desiste em um clique e dificilmente voltará.

Atente-se aos problemas mais comuns: site lento, imagens muito pequenas, grande quantidade de anúncios, pouco contraste entre fundo da página e cor de letra inadequada.

4 – Esteja presente nas Redes Sociais

Como você aprendeu, as mídias sociais aumentam a visibilidade da sua marca e proporcionam uma proximidade maior com o público-alvo e os consumidores.

Mas para isso, é importante interagir com os seguidores e oferecer conteúdos relevantes e serviços de qualidade. Além disso, as redes sociais podem ser integradas com o e-commerce e funcionarem como um ponto de vendas.

5 – Tenha um comunicação omnichannel

Omnichannel é o nome dado à estratégia que usa variados canais de atendimento ao cliente, marketing e vendas para alcançar clientes e oferecer uma experiência de qualidade a esses potenciais consumidores, criando diferentes pontos de contato entre marca e cliente.
Essa tecnologia integra todos os canais de vendas e permite ampliar a experiência de compra dos clientes.

O principal objetivo de uma comunicação omnichannel é conseguir atender ao cliente, onde e quando ele desejar.

Assim, o consumidor tem a capacidade de concluir uma compra por meio de um e-commerce e depois que receber a mercadoria em casa, ele pode trocar o produto na loja física. Isso é possível porque há uma grande interação entre os canais e setores da empresa.
Omnichannel com o cliente no centro da solução:

Fonte: Mazza ats

6 – Atente-se à logística

Não existe contato físico na compra pela web, e isso gera uma grande expectativa no cliente para receber a mercadoria. O tempo de espera deve ser igual ou menor que o prazo acordado no site e a mercadoria precisa chegar impecavelmente embalada. Sempre!

7 – Anuncie de forma assertiva

Uma boa maneira é começar fazendo testes com pequenos investimentos e medindo os resultados (verificando se houve aumento de cliques, de visitas e de vendas).

Há muitas maneiras de fazer anúncios na internet: por links patrocinados (destaques do empreendimento em mecanismos de busca como Google e Yahoo) ou pelas mídias sociais.

8 – Invista em SEO (Search Engine Optimization)

SEO é a sigla de Search Engine Optimization, ou Otimização para Mecanismos de Busca. Em resumo, diz respeito a uma série de boas práticas que chamam atenção dos buscadores online para o site da sua loja.

Hoje, os sites de busca são a principal fonte de procura de informações pelos que navegam na web. Portanto, ter um site bem posicionado nesses buscadores é fundamental para ser visto.

Fonte: Dignited

O varejo digital abrange a ideia de um ambiente comercial marcado pela flexibilidade, praticidade, integração e grande potencial de adaptação.

Essa disrupção no varejo permite fornecer um serviço personalizado e mais ágil.

Sendo assim, o mercado digital é marcado pela cultura das provas e descobertas. Portanto, vale experimentar novas estratégias para saber se elas vão dar certo no final!

O post Varejo digital: como trazer as vendas para o meio online? apareceu primeiro em E-Commerce Brasil.

Na próxima semana farei mais um review com depoimento e resenha sobre Varejo digital: como trazer as vendas para o meio online?. Espero ter ajudado a esclarecer o que é, como usar, se funciona e se vale a pena mesmo. Se você tiver alguma dúvida ou quiser adicionar algum comentário deixe abaixo.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.