Ads Top

Como aplicativos podem ajudar nas vendas do seu e-commerce B2B

Ao contrário do que se esperava com o avanço da vacinação da Covid 19, o e-commerce continuou crescendo no Brasil no primeiro semestre de 2021. De acordo com dados da NeoTrust as vendas no digital, entre janeiro e março, atingiram R$ 35,2 bilhões. Um aumento de 72% em comparação ao mesmo período em 2020.

Esse crescimento do comércio eletrônico mostra o quanto o comportamento do consumidor mudou após a Covid-19. Claro, esses números tendem a cair com a retomada dos comércios, mas isso não significa que os e-commerces perderão força.

O desenvolvimento do e-commerce foi apenas o primeiro passo para a digitalização do processo de compra, seja B2C ou B2B. As novas formas de pagamento, como Pix ou até mesmo a utilização de inteligência artificial para auxiliar o usuário no processo de compra é uma das grandes inovações que essa transformação causou.

E por mais que você possa ter um e-commerce super desenvolvido e funcional, é importante pensar em novas formas de alcançar o seu usuário. E aqui eu te digo o quanto aplicativos podem ser explorados para isso.

Os aplicativos já são tecnologias muito comuns no B2C, mas ainda é pouco explorada como uma força de vendas no B2B ou possui funções muito básicas e desatualizadas.

Assim, como o e-commerce, a pandemia também fez com que o número de download de aplicativos crescesse, chegando a um aumento de 50% em 2020 no Brasil, segundo dados da AppFlayer.

Outro estudo feito pelo Google em parceria com o The Boston Consulting Group (BCG), em 2017, já mostrava o quanto o mobile influencia na receita das empresas B2B, chegando a 40% de crescimento. Ou seja, o mobile é um grande aliado para esse setor.

Ainda com base na pesquisa do BCG, o uso de aplicativos reduz o tempo de compra, o que consequentemente aumenta a receita e diminui os custos. Além disso, facilita a tomada de decisão e a colaboração entre a equipe — principalmente em aquisições mais complexas, melhorando o tempo de compra em até 20%.

Outro fator que merece atenção é que o aplicativo aumenta a fidelidade dos vendedores. O estudo da BCG mostra que uma experiência positiva no mobile eleva a taxa de recompra e ajuda a manter a fidelidade do parceiro. Mais de 90% dos clientes B2B que relataram uma ótima experiência no aplicativo dizem que estão inclinados a comprar novamente do mesmo fornecedor.

Mas para que fique ainda mais claro para você porque desenvolver ou implementar um aplicativo para o seu e-commerce é um bom negócio, separo os 4 ganhos que você terá com essa solução:

1 – Melhora a experiência do usuário

Com um aplicativo para e-commerce é possível tornar a experiência do cliente muito mais agradável, pois ele melhora a usabilidade do cliente quando comparado com a navegação em um simples site responsivo, por exemplo.

Além disso, com um aplicativo você pode oferecer funcionalidades ou serviços destinados especificamente ao app, como a possibilidade de descontos para pedidos feitos através deles ou a possibilidade de fazer pedidos offline, que para B2B é um grande diferencial.

2 – Garante mais credibilidade à loja virtual

Os e-commerces que possuem um aplicativo focado em clientes que preferem comprar pelos dispositivos mobile passam mais credibilidade para o consumidor.

Afinal, o aplicativo para e-commerce B2B se torna mais um canal do usuário com a sua empresa e isso demonstra que a empresa está muito bem assistida em relação à tecnologia.

Mas lembre-se que, exatamente por ser uma “extensão” do e-commerce, o app precisa garantir qualidade, praticidade e velocidade.

3 – Aumenta o engajamento

Ao oferecer um aplicativo para que o cliente possa interagir de forma mais adequada com o seu negócio e que o ajude no seu trabalho, você consequentemente vai estimular um maior engajamento dele com sua empresa.

Isso acontece porque, uma vez interessado, ele fará o download do aplicativo e, provavelmente, passará mais tempo conectado e até indicará para outras pessoas.

4 – Auxilia o cliente na jornada de compra

Ter um aplicativo mobile para e-commerce é a grande oportunidade de mostrar para o cliente que o negócio quer ajudá-lo de alguma forma.

Sendo assim, um bom app não é desenvolvido somente com o objetivo de vender, mas, sim, de ajudar o consumidor nos estágios iniciais da sua jornada de compra.

Trabalhar dessa maneira ajudará não só o cliente a encontrar o que ele estava precisando, mas também a empresa a reduzir alguns outros gastos, como a divulgação de produtos, por exemplo.

Conclusão

Parece algo muito complexo, mas o avanço da tecnologia faz com que a implementação de um aplicativo que funcione como um força de vendas para o seu e-commerce seja um processo rápido e muito eficiente.

Já existem empresas que oferecem esse serviço, com funcionalidades específicas para B2B, que auxiliam no processo de compra dos vendedores. Alguns já têm funcionalidades até offline e de geolocalização, por exemplo.

Pesquise as opções de mercado para verificar se as opções atendem a especificação do seu público-alvo. Ou, então, invista em um desenvolvimento que seja feito para atender as necessidades do seu negócio e trate isso como um investimento e não um custo. Os ganhos podem ser muito bons.

O post Como aplicativos podem ajudar nas vendas do seu e-commerce B2B apareceu primeiro em E-Commerce Brasil.

Na próxima semana farei mais um review com depoimento e resenha sobre Como aplicativos podem ajudar nas vendas do seu e-commerce B2B. Espero ter ajudado a esclarecer o que é, como usar, se funciona e se vale a pena mesmo. Se você tiver alguma dúvida ou quiser adicionar algum comentário deixe abaixo.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.