Ads Top

Live commerce: como isso pode melhorar a performance do seu negócio?

Live commerce, também chamado de stream shopping e de shopstreaming, é um modelo de comércio de produtos realizado a partir de streaming de vídeo ao vivo, em tempo real, em meio a um ambiente digital interativo e com ferramentas voltadas à finalização de compras.

Esse tipo de comércio pode ocorrer a partir de redes sociais como o Facebook e Instagram, por exemplo. Também pode ser feito via plataformas de vídeos como o YouTube. Além disso, é possível realiza-lo por meio de um superapp ou loja virtual dedicada.

O live commerce difere-se do e-commerce tradicional e do comércio pela TV em vários aspectos. Em geral, suas principais características são:

Fator humano

Os produtos são apresentados por um vendedor ou influencer em tempo real e com recursos audiovisuais.

Exposição 360º

O apresentador pode expor o produto usando imagens e áudio. Ele também pode mostrar o produto em uso ou em funcionamento.

Interação direta

Os espectadores podem curtir, comentar, compartilhar e falar com o vendedor em tempo real, e podem comprar o produto enquanto a live acontece.

Mobilidade

Os espectadores podem assistir à live e comprar por meio de desktops, notebooks, tablets e smartphones a partir de qualquer lugar com acesso à internet.

Gamificação

O apresentador da live pode realizar brincadeiras e jogos ao vivo tendo em vista aumentar o engajamento com a marca e com os produtos.

Resumindo, no live commerce você une entretenimento e ofertas de produtos com o intuito de motivar os consumidores para as compras. Esse modelo de negócios permite gerar uma conexão maior com seus leads e a transformá-los em seus clientes de um jeito mais fácil.

O poder do live commerce em números

Berço do live commerce, a China movimentou cerca de US$ 200 bilhões em 2020 com este modelo de negócios. Lá, só a plataforma de shopstreaming TaoBao Live obteve a marca de 300 milhões de espectadores entre os dias 1 e 11 de novembro, segundo a Shopify Plus.

Seja como for, desde meados da década de 2010, esse modelo de negócios vem fazendo cada vez mais sucesso. Para você ter uma ideia:

  • 37% é o crescimento no interesse pelo tema “live commerce” no Brasil, nos últimos três anos (Google Trends citado por Novarejo);
  • 450% foi o crescimento das buscas diárias por lives durante a pandemia (Google, New Behavior Due to Covid, 2020);
  • 70% foi o aumento nas visualizações de lives no Instagram no início de 2020 (Instagram, 2020);
  • 37% dos consumidores online da China fizeram compras em meio à lives só no ano de 2019 (Forbes, 2020);
  • 138% foi o crescimento das vendas de live commerce do site Taobao em 2020 em relação ao ano de 2019 (Stefanini Group);
  • 150% foi o aumento no volume bruto de mercadorias da plataforma TaoBao Live nos últimos três anos (Alizila);
  • 47% dos consumidores que veem lives na China desde 2020 compram produtos em meio às transmissões (Qin An citado por Netonomy);
  • 60% (cerca de) dos consumidores chineses já assistiram ao menos uma live no Taobao, site pioneiro em termos de live commerce no mundo (Netonomy);
  • 10% das vendas de e-commerce da China são feitas via live commerce (AlixPartner citada por Nuvemshop);
  • 21% foi a taxa de conversão do e-commerce asiático TMON em 2017 com a plataforma de comércio por transmissões ao vivo TMON Live (Sendbird).
  • Como visto, o live commerce vem crescendo de vento em popa. Já bem evoluído na China, agora passa a ser implementado por outros países. No Brasil, por exemplo, empresas como a Americanas vem testando o modelo desde o último ano com o projeto Americanas ao Vivo.

    Aliás, a detentora da marca Americanas, a B2W, anunciou em maio de 2021 uma parceria com a 00000 (pronúncia: U), que visa o lançamento de um app de live commerce integrado ao marketplace. Outras empresas de médio e grande porte do país também têm investido neste modelo de negócios.

    Como o live commerce pode ajudar a melhorar o seu negócio?

    Por meio do live commerce você pode apresentar seus produtos de forma detalhada em um ambiente de entretenimento. Isso assegura que as pessoas permaneçam engajadas gerando audiência e, é claro, mais vendas.

    Em um comércio online comum, muitas vezes os consumidores têm dúvidas que não podem tirar em tempo real. Mas em um shopstreaming eles podem obter as respostas que precisam quase imediatamente, o que melhora a experiência de compras.

    Além disso, o live commerce pode proporcionar uma taxa de conversão maior em relação ao e-commerce tradicional. Enquanto, no Brasil, esse número gira em torno de 1%, há sites como o TMON Live que já obtiveram 21%. Ou seja, o live commerce pode proporcionar um grande impulso para o seu negócio.

    O post Live commerce: como isso pode melhorar a performance do seu negócio? apareceu primeiro em E-Commerce Brasil.

    Na próxima semana farei mais um review com depoimento e resenha sobre Live commerce: como isso pode melhorar a performance do seu negócio?. Espero ter ajudado a esclarecer o que é, como usar, se funciona e se vale a pena mesmo. Se você tiver alguma dúvida ou quiser adicionar algum comentário deixe abaixo.

    Nenhum comentário:

    Tecnologia do Blogger.