Ads Top

Como utilizar dados para antecipar tendências?

Hoje em dia é impossível fazer marketing sem se basear em dados. Tudo o que funciona atualmente (e tudo que vai funcionar futuramente) precisa deles. Encontrar esse “futuro” é o que toda marca busca: identificar o sucesso e se preparar para ele antes de qualquer concorrente. Será, então, que é possível utilizar os dados também para antecipar tendências?

Resumidamente, a resposta é sim. Mas para conseguir isso é preciso ficar claro que não existe fórmula pronta. Além disso, há a necessidade de empenhar muito trabalho baseado em dois pilares: dados de público e dados de mercado.

Imagem de uma tecla de computador vermelha com o desenho de um carrinho de supermercado branco, com uma lupa ampliando a imagem
Seria possível utilizar os dados também para antecipar tendências?

Em primeiro lugar, pergunte-se o que é uma tendência para você. Veja bem, se o seu negócio tem como público-alvo um grupo de pessoas que não usa determinada rede social, qual o real impacto dela na sua estratégia, mesmo que esteja bombando entre outros públicos? Não quer dizer que você não deve ficar atento a ela, inclusive para expandir seu alcance. Entretanto, existem outras novidades surgindo a todo momento que podem fazer muito mais sentido para os seus clientes.

Análise de dados para antecipar tendências

É deles que vem a primeira leva de informações. Estas podem ser coletadas por meio do Analytics do seu site, pelas redes sociais, por landing pages, e-mails marketing e diversos outros pontos de contato. Não se trata apenas de saber o básico, como qual a faixa etária e gênero, por exemplo, mas de identificar o comportamento predominante. Quais páginas no site são mais acessadas? Por quanto tempo o usuário continua ali? Quais posts têm maior ou menor visualização? E que tipo de conteúdo traz engajamento? No caso de lojas virtuais, quais itens costumam ser abandonados no carrinho? Existem dados para descobrir tudo isso e mais um pouco.

Em seguida, é hora de olhar para o outro lado da equação: o mercado. Para estar atento ao que está acontecendo na sua área de atuação, é fundamental ficar de olho em pesquisas e relatórios produzidos por empresas especializadas. É possível, também, implementar processos internos de reconhecimento de mercado, se houver equipe para isso. De qualquer maneira, olhar para fora é mais complicado do que olhar para dentro. Por isso mesmo eu acredito que o ideal é contar com especialistas em estratégias digitais.

Com os dados de mercado e do público em mãos, é hora de cruzar as informações. Ainda que os elementos externos sejam limitados, se você conseguir reunir bastante conhecimento das suas próprias bases, é possível chegar mais perto da antecipação de tendências.

De olho nos dados

Imagine, por exemplo, que você descobriu que seus vídeos curtos no Instagram são os que mais fazem sucesso. Ao mesmo tempo, sabe que existem esforços constantes no mercado de tecnologia para desenvolver uma nova grande rede social. É provável que uma empresa ou desenvolvedor identifique também a preferência por vídeos curtos e aplique em uma nova ideia — que vai impactar seu público, porque ele já mostrou ter interesse nesse formato de conteúdo.

A visão se aplica também às tendências de nicho. Pense em uma marca de tintas que percebeu o alto engajamento de seu público com soluções digitais, como a possibilidade de “pintar” as paredes de uma casa virtual, por exemplo. Nesse mercado, mais e mais aplicativos vêm sendo criados para aprimorar a experiência desses testes virtuais. Por que não criar um app com realidade aumentada para aplicar o conceito já popular dentro das próprias casas dos consumidores, com as tintas exclusivas de sua marca, para ampliar a experiência do usuário? Algumas empresas tentaram o modelo e foi um sucesso.

Algumas novidades sacodem todo mundo de formas imprevisíveis quando surgem, mas podem ser observadas de perto quando ainda possuem um potencial não descoberto. Inúmeros fatores ajudam a moldar o impacto de algo novo, inclusive a quantidade de investimento, que só costuma acontecer quando há interesse das grandes companhias. Mas o fato é que as grandes empresas também estão de olho nesses dados.

Portanto, mesmo que seja só para acompanhar, não deixe de tentar antecipar as tendências do seu mercado. O mundo anda cada vez mais rápido. Não fique para trás.

O post Como utilizar dados para antecipar tendências? apareceu primeiro em E-Commerce Brasil.

Na próxima semana farei mais um review com depoimento e resenha sobre Como utilizar dados para antecipar tendências?. Espero ter ajudado a esclarecer o que é, como usar, se funciona e se vale a pena mesmo. Se você tiver alguma dúvida ou quiser adicionar algum comentário deixe abaixo.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.