Ads Top

16 dicas para Black Friday 2021: como preparar sua loja virtual?

Quem trabalha com vendas online, seja por meio de uma loja virtual ou de um marketplace, sabe que existem certas datas que são estrategicamente fundamentais para ter bons resultados. Nesse sentido, a Black Friday é uma das mais esperadas pelos sellers (e pelos consumidores!).

Vender na última sexta-feira de novembro, no entanto, não é tarefa simples. Com o aumento de empreendedores online decorrente da pandemia da Covid-19, contar com dicas para Black Friday 2021 é primordial.

Por isso, conhecer as melhores tendências e as melhores práticas para se preparar e para aproveitar a Black Friday da melhor maneira é importante. Afinal, dessa forma você se destaca da concorrência e pode conquistar novos clientes de maneira estratégica.

Para te ajudar a organizar sua sexta de promoções, separei 16 dicas para a Black Friday que tornarão seu processo muito mais estruturado. Boa leitura!

1 – Planeje-se com antecedência

Por mais clichê que possa soar, o planejamento é a primeira etapa para uma sexta-feira de sucesso. Sem ele, inúmeros problemas podem surgir durante a Black Friday, que afetarão seus resultados e sua logística.

Homem fazendo anotações em um post-it

Quando eu falo sobre se planejar com antecedência me refiro há meses, e não há semanas antes da data. No início de setembro, no máximo, suas ações já precisam começar a ser desenhadas, a fim de que você consiga levantar o que será feito, quais produtos deverão ser repostos no estoque, que tendências estão em ascensão no momento da Black, entre outras pautas.

Dessa forma, você consegue levantar necessidades e soluções com calma. Estruturar sua sexta de promoções em cima da hora é um risco que deve ser evitado, principalmente por lojistas experientes.

2 – Analise dados históricos

Quais foram os resultados das suas últimas Blacks? Para que a de 2021 seja um sucesso, eles precisam ser analisados com atenção, a fim de entender o que funcionou — e que pode ser remodelado para o momento atual — e o que não deu certo.

Ao identificar as ações que não foram tão assertivas, é importante investigar as razões para que isso tenha acontecido, a fim de melhorá-las, se for o caso.

Além disso, é importante observar qual o comportamento do consumidor hoje ao analisar os dados históricos, para que ações sejam recicladas de acordo com o que está em alta atualmente.

3 – Estabeleça objetivos

O dia da Black Friday é uma ótima data para vender mais, de forma que, geralmente, este é o objetivo principal das ações elaboradas para a comemoração. No entanto, propósitos secundários podem ser elencados, para que seus resultados aumentem mais ainda.

Como metas alternativas, posso citar captação de leads para sua marca — ao oferecer determinada vantagem, por exemplo, um desconto —, melhoria da sua presença online, aumento da taxa de engajamento etc.

Pessoa acompanhando análise de dados em computador

Dessa forma, você consegue trabalhar o marketing digital da sua loja em diferentes frentes, colhendo diversos benefícios e tendo leads para trabalhar ações futuras.

4 – Prepare seu estoque

Falar com seus fornecedores e preparar um estoque forte é uma das principais dicas de Black Friday. Após definir, na etapa de planejamento, quais serão e a duração das suas ações, é o momento de garantir que haverá produtos suficiente para rodá-las.

Por isso, alinhe de antemão com os fornecedores suas necessidades, para ter certeza que as entregas serão feitas no prazo correto.

Além disso, dependendo do seu relacionamento, você pode tentar estabelecer parcerias estratégicas, para que produtos sem movimentação sejam devolvidos após a Black.

5 – Garanta que sua logística esteja preparada

Avaliar que você conta com os softwares, os produtos e a equipe certa para que sua Black Friday rode é fundamental. Dessa maneira, você garante que toda sua logística está preparada para as demandas da data.

Os pedidos precisam ser devidamente computados, a equipe precisa ser ágil e, principalmente, conseguir lidar com todos os processos que advém da Black. Por isso, avaliar sua estrutura e fazer os investimentos necessários com antecedência é primordial para evitar falhas.

6 – Comece a Black Friday antes

No Brasil, tonou-se costume dar início à Black Friday antes da sexta-feira, promovendo uma semana — ou até um mês — de ofertas. Desde que você tenha investimento, equipe e estoque, esta prática é bastante indicada, pois abre a margem para conquista de resultados.

Imagem de um calendário de novembro de 2020

Caso opte por uma ação desse tamanho, apenas garanta que as maiores promoções ficarão para a sexta-feira, já que ela é a grande estrela de novembro.

7 – Divulgue suas ações

Redes sociais, anúncios de Google, landing pages, e-mails e outras ferramentas de divulgação podem — e devem! — ser usadas para que suas ações sejam conhecidas pelo público, engajando-o a interagir com sua marca.

Essa divulgação deve ser feita com antecedência e de forma organizada. Se possível, crie uma identidade visual para a Black Friday, a fim de que o consumidor reconheça as peças sempre que vê-las.

Além disso, você garante que haverá tempo hábil para que os usuários saibam quando as promoções iniciarão em sua loja, de maneira que eles mesmo se planejarão para realizar as compras.

8 – Use os gatilhos mentais a seu favor

A Black Friday traz dois gatilhos mentais fortemente associados a ela: o de escassez e o de urgência, devido ao fato de que os produtos tendem a ter alta vazão e de que as ofertas duram apenas alguns dias.

Por isso, utilizar esses gatilhos a seu favor é importante, visto que eles induzem o consumidor e aumentam o desejo de compra.

Ao final dos e-mails, por exemplo, insira um contador com quantos dias faltam para a as ofertas da Black começarem. Nas redes sociais, stories podem ser movimentados semanalmente e, na sua loja virtual, um banner de contagem pode ser posicionado.

Dessa maneira, você garante que está trabalhando o marketing digital atrelado às melhores estratégias vigentes no mercado. Aliás, outra dica: não se esqueça de sempre finalizar os criativos com um CTA!

9 – Desenvolva uma comunidade

Criar uma landing page para captação de usuários e desenvolver uma linha de comunicação focada na Black Friday 2021 é uma maneira de manter as pessoas que estão inseridas em comprar com você próximas da sua marca.

A melhor forma de construir esta comunidade é captando novos e-mails via landing page e movimentando sua base para que se inscrevam nela. A partir daí, você desenvolve uma série de mensagens para esta automação, a fim de movimentá-la até o dia da Black Friday.

Para atrair usuários e incentivá-los a se cadastrarem, é possível informar que promoções exclusivas serão enviadas para eles por meio do e-mail. Apenas certifique-se de cumprir a promessa, para manter uma boa reputação online.

10 – Faça campanhas de carrinho abandonado

As ferramentas que trabalham estratégia de reativação para carrinhos abandonados são uma de suas maiores parceiras durante a Black Friday. Pesquisar sobre elas e configurá-las antecipadamente é importante para que você aumente as chances de conversão.

Uma dica é inserir, no e-mail encaminhado ao usuário que abandonou os produtos, um cupom de desconto, fato que o instigará a voltar à sua loja para fechar a compra.

11 – Invista em personalização do site

Por mais que solicite certo investimento, contratar ferramentas de personalização e preparar seu site para que seja responsivo a elas é uma forma de aumentar o ticket médio das compras durante a Black Friday.

Essas ferramentas mostram, para o usuário, produtos que ele visualizou anteriormente na página inicial do seu site, além de oferecer produtos semelhantes ao que ele está visualizando ao acessar determinado item, o que influencia as vendas casas.

Esse investimento é interessante pois, para a Black Friday 2021, uma das grandes tendências é oferecer ao consumidor as soluções que ele busca. Logo, ao personalizar seu site o máximo possível, você atende às necessidades do usuário com mais assertividade e sem mostrar produtos genéricos, que podem não agradá-lo.

12 – Tenha uma equipe de atendimento dedicada

Muitos usuários acessando seu site significa, de quebra, muitas mensagens sendo enviadas. Por isso, contar com uma equipe de atendimento dedicada é muito importante para que todas as pessoas sejam respondidas.

Além disso, treine o time para que o contato com o cliente seja feito da melhor forma, zelando pela educação, pelo cuidado com a gramática e pelo alinhamento com a maneira como seu público-alvo se comunica.

Lembre-se: usuários contentes com o atendimento possuem mais chances de comprarem seus produtos.

13 – Faça uma live de vendas

Esta é outra grande tendência para a Black Friday 2021, que preza pela aproximação entre o consumidor e a equipe de atendimento e de vendas. Em períodos de isolamento social, é uma maneira de sanar dúvidas dos clientes virtuais e de estimular a relação entre eles e sua loja.

Para isso, será preciso preparo de estoque, certo investimento em infraestrutura e pensamento estratégico. Separe os produtos em categorias e elenque os descontos que serão dados durante a live.

Use cupons para operá-los e, novamente, pense em gatilhos mentais, limitando o desconto para as 100 primeiras compras, por exemplo. Além disso, ofereça diferentes benefícios para quem te assiste, a fim de que as pessoas não fechem a live.

14 – Lembre-se da Cyber Monday

A Cyber Monday é a segunda-feira após a sexta de promoções e é conhecida como uma oportunidade para disponibilizar ofertas ainda mais competitivas, ou seja, mais baixas. Ela começou a ser utilizada por empresas de tecnologia, no entanto, em 2020, muitos segmentos fizeram proveito da data.

Além disso, no ano passado, a Cyber Monday foi uma das grandes tendências a ser exploradas pelos lojistas virtuais brasileiros, fato que se mantém em 2021.

Portanto, na hora de desenhar sua estratégia, lembre-se da data e prepare o estoque — assim como os descontos — para chamar a atenção dos usuários na segunda.

15 – Fique atento ao frete e ao prazo de entrega

Os dois assuntos aqui tratados são muito importantes durante a Black Friday: o frete e o prazo de entrega.

No que tange ao frete, ele deve ser estratégico. Faça parceria com distribuidoras e tente combinar valores menos rígidos para a Black Friday, pois quando eles estão altos afastam o consumidor.

Oferecer frete grátis para as regiões que mais compram com sua loja também é um ótimo gatilho para conversão. Apenas faça as contas para não ter prejuízo ao cobrir este valor.

Já em relação ao prazo de entrega, o cuidado é respeitá-lo. Atrasos geram grande desconforto no cliente, portanto, não podem acontecer.

Para localidades específicas, é possível oferecer a entrega expressa, mais uma das tendências para a Black Friday de 2021. Basicamente, você desenha uma logística que garante que o produto estará na casa do consumidor em menos de 24 horas após a compra.

Essas estratégias servem como diferencial e certamente atrairão muitos usuários da sua loja. Logo, cumprir os combinados é primordial.

16 – Diversifique os meios de pagamento

A realidade financeira das pessoas é muito diferente no Brasil atualmente. Por isso, oferecer diferentes meios de pagamento aumenta a possibilidade de que o consumidor compre com você.

Cartão de crédito, boleto e pagamento à vista são os mais tradicionais. Caso queira inovar, pode pensar em aplicativos de pagamento, que fornecem cashback e estão sendo muito utilizados, e até no recebimento via PIX.

Evidentemente, sua logística precisa estar preparada para lidar com cada meio de pagamento oferecido, sem fraudes e sem erros. Portanto, ofereça apenas o que você está pronto para atender.

Com essas dicas para Black Friday, organizar a sua será muito mais estruturado. Lembre-se que planejar com antecedência é fundamental para colher bons frutos.

Desde já, te desejo uma ótima Black Friday 2021!

O post 16 dicas para Black Friday 2021: como preparar sua loja virtual? apareceu primeiro em E-Commerce Brasil.

Na próxima semana farei mais um review com depoimento e resenha sobre 16 dicas para Black Friday 2021: como preparar sua loja virtual?. Espero ter ajudado a esclarecer o que é, como usar, se funciona e se vale a pena mesmo. Se você tiver alguma dúvida ou quiser adicionar algum comentário deixe abaixo.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.