Ads Top

Sessão de perguntas e respostas pode ajudar seu negócio a crescer

Você sabia que 97% dos clientes que acessam seus anúncios não completam a compra? Você já ofereceu perguntas e respostas a essas pessoas? Quantas dessas você acha que é por conta da insegurança? Sabemos que a tendência de crescimento do e-commerce foi acelerada pela pandemia da Covid-19. Os consumidores reinventaram a maneira que olham para lojas digitais e gora são forçados a comprar tudo no online. Entretanto, não foi só o consumidor que passou a depender deste modelo de negócio. Muitos, buscando uma alternativa ao fechamento de seus comércios, encontraram nos marketplaces e e-commerces a luz no fim do túnel.

Com a migração de milhares aos meios tradicionais de se vender online, não é loucura imaginar que o que mais aumenta é a competitividade. Falamos de um mercado que já era difícil e saturado, agora, forçadamente, ainda mais abarrotado. O e-commerce é um mercado democrático, que dá oportunidades para aqueles dispostos a empreender. Entretanto, é necessário muita habilidade para ter sucesso. Hoje, competimos não só com os grandes varejistas que conseguem se dar ao luxo de ter preços mais baixos e melhores condições de entrega, mas também com os pequenos comerciantes online.

Leia também: Panorama de atendimento online pré e pós-pandemia e tendências para 2021

Então, dada a presente situação, aquele que deseja empreender no modelo online percebe que nem tudo são flores. Ao construir seu e-commerce, ele se dá conta que não basta simplesmente criar o site dentro de uma plataforma. É preciso pensar em estratégia, tráfego, logística, atendimento e etc. E agora?! Como me diferenciar em meio a tanta concorrência, razoavelmente, sem experiência?

Até mesmo para o lojista mais antigo e perspicaz, que já está jogando este jogo, existe o problema de presença e marketshare. Com o aumento da competição, o marketshare se torna cada vez mais diluído em pequenas partes, tornando difícil a administração de preço e logística. Muitos acabam perdendo o controle de suas margens e, eventualmente, tendo problemas graves.

Sendo assim, a realidade é apenas uma: necessitamos desenvolver estratégias que nos diferenciam de nossos competidores.

Maior escalabilidade

Se faz necessária uma estratégia que consiga dar escalabilidade a operação sem inviabilizar margem de lucro.  A dica fundamental é garantir a possibilidade de o lojista aumentar a eficácia do seu e-commerce trabalhando aquilo que ele já possui. Isto é, investimento em tráfego, plataformas e melhores condições de logística já existem. Por que não fazer o máximo para aproveitar aqueles que acessam o site?

Uma pesquisa da Wyzowl revelou que os consumidores, de maneira geral, visitam o seu site por CHOCANTES 10 a 20 segundos somente. Portanto, de que adianta encher de informação relacionada ao produto ou compra se ele não vai ler? Pior ainda, o mesmo estudo revelou que apenas 20% do que você escreve no seu e-commerce será lido pelo consumidor. Com isto, a primeira dica é manter a experiência de usuário (UX) mais simples possível! Facilite o processo de compra e aquisição da informação. Se o processo for muito árduo, o cliente só vai fechar a janela.

A segunda dica e talvez a mais importante: se imagine como seu comprador. Pense que você está conectado em um e-commerce de um estranho e quer gastar seu suado dinheirinho no produto X. A primeira coisa que você vai pensar é: será que esse produto vale meu dinheiro? Depois dessa tomada de decisão você vai pensar se a loja em questão é confiável. Afinal, ninguém quer levar calote ou ter dor de cabeça ao comprar.

Se o consumidor for bastante determinado, pode até ser que ele olhe em outros sites como ReclameAqui, MercadoLivre, Facebook, Instagram, etc., para encontrar algum tipo de credibilidade no seu nome. Mas existe uma maneira de facilitar para o cliente este processo de estabelecimento de confiança à sua marca. Um meio de contato dentro do próprio e-commerce.

Muitos dirão: mas eu já tenho! É um chatbot ali no canto, que serve para ele entrar em contato. Pensemos, no entanto. Essa é, verdadeiramente, a forma mais fácil do meu consumidor encontrar a informação que procura? Você iria atrás de um atendente somente para perguntar se tal produto é 110v ou 220v? Acredita também que consegue atender seu consumidor nos seus 10 segundos antes dele fechar o site? Crie um módulo de perguntas e respostas dentro do próprio produto. Assim, o cliente consegue também o contato com o lojista, mas de forma direcionada às dúvidas que ele tem sobre o produto ou processo de compra.

97% dos visitantes não vão completar a compra por dúvida relacionada ao e-commerce. Precisamos nos conectar com ele. Uma resposta rápida dentro deste módulo pode converter até 80% mais vendas. E, melhor, a pergunta pode ser direcionada ao e-mail de um atendente para que ele tenha formas de comunicação com o cliente . Ele será lembrado da sua dúvida do produto e retornará à loja.

A proposta é esta, desafie o seu e-commerce a sair da zona de conforto! Colocar funções diferentes, como uma sessão de perguntas e respostas e isso fará com que o seu negócio chame mais atenção que seu concorrente.

O post Sessão de perguntas e respostas pode ajudar seu negócio a crescer apareceu primeiro em E-Commerce Brasil.

Na próxima semana farei mais um review com depoimento e resenha sobre Sessão de perguntas e respostas pode ajudar seu negócio a crescer. Espero ter ajudado a esclarecer o que é, como usar, se funciona e se vale a pena mesmo. Se você tiver alguma dúvida ou quiser adicionar algum comentário deixe abaixo.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.