Ads Top

Se correr o bicho pega, se ficar o bicho come

Completando 9 anos na Mormaii, fabricante de artigos para prática de esportes livres do país, com vendas de meio bilhão de reais por ano, tenho passado por inúmeras transformações. Afinal, nós, como as empresas, somos uma metamorfose ambulante e quem não acreditar nisso favor ler novamente o título deste artigo.

Nos últimos anos temos superado várias crises, mas lembre-se que crise é sinônimo de oportunidade. Vi inúmeras lojas fecharem, justamente algumas marcas e empreendimentos que teriam tudo para dar certo – nos conceitos tradicionais, claro. Mas, ao final das contas, o que é ser inovador?

Inovação como relata meu grande mentor Marco Aurélio Raymundo (o Morongo) é uma ação que nos tira da zona de conforto, algo que nos leva para o novo. Lembre-se, o conforto também é um mal, inclusive citado nos sete pecados capitais, mais conhecido como a preguiça. Sim, ter preguiça de pensar, agir e ter uma visão diferente do agora é meio caminho andado para a derrota.

Contudo, ter a capacidade de enxergar o melhor, mesmo quando o vento não sopra a favor e ter certeza da essência e do propósito da sua jornada, percorrendo-a de forma ética e sustentável, é meio caminho andado para o sucesso.

A empresa inovou ao transformar seu modelo de negócios, cujo pilar era o licenciamento, para o maior marketplace monomarca do país. Sabe por quê? Simples, “se ficar o bicho come”. Na época, até 2015, a operação era analógica, física, e sem nenhuma integração entre os canais. Aliás sequer com integração entre os softwares internos. Porém, mesmo partindo desse ponto, enxergávamos a mudança acontecendo mundo afora. Como é bom viajar e conhecer outras culturas, não é mesmo?

De lá pra cá a palavra chave foi integração, automação e digitalização. Porém, sem perder a essência da maior e mais querida marca de esportes livres do Brasil.

Em 2017 notamos através das ferramentas digitais, que a demanda mensal e pesquisa de produtos com nossa marca era muito superior às vendas físicas. O monstro ficou grande quando analisamos apenas as categorias de produtos e muito maior quando analisamos a fundo os SKU’s.

Imagina, se o potencial da marca era enorme pelo que ela representava, agora teríamos um novo consumidor, novo canal e uma nova cultura de consumo e produtos para atender as expectativas destes clientes.

Junto a meus colegas de trabalho, tenho a sorte de contar com uma equipe dos sonhos, mapeamos todos os processos, possibilidades, variáveis. Claro que também erramos muito, porém num curto espaço de tempo as coisas começaram a fluir. Parecia um sonho, porém ali tudo é possível. O Morongo adora errar, mas não se engane, ele erra apenas uma vez, pois errar é humano, mas persistir no erro é Kodak.

Tudo isso indicava uma mudança no comportamento de consumo que compelia a uma atualização do modelo de negócios e, com isso, nasceram as Omnistore Mormaii.

Omnistore Mormaii

Na época, 2016, os processos não estariam alinhados com as expectativas geradas pela visão de futuro do Morongo e da empresa. A história da  Mormaii teve início com a produção artesanal de roupas de neoprene para surf.

O negócio surgiu quando Marco Aurélio Raymundo, o Morongo, presidente da Mormaii, confeccionou sua própria roupa de surf para usar durante o inverno, quando a água do mar esfria, em Garopaba, Santa Catarina.

Amigos e lojistas da região viram a criação e começaram a encomendar. São atualmente 4.500 itens licenciados em 20 mil lojas multimarcas, 38 franquias e 60 academias chamadas de Omnistore, são elas as grandes responsáveis pelo processo de renovação da marca.

Mais focada no atendimento e satisfação do consumidor final e na assistência ao franqueado, apostamos na integração entre fabricantes, franquias, lojas de terceiros, afiliados e marketplaces. Após dois anos a estratégia funcionou e agora a média da marca é uma nova abertura de loja a cada 20 dias e um crescimento no e-commerce em 2019 de 340% e 2020 de 260%. Para 2021 projetamos um crescimento de 200% sem deixar de crescer no varejo físico, esta é a realidade omnicahnnel, onde o cliente não enxerga a diferença do canal.

As lojas se transformaram em agentes de geolocalização estratégica. Isto é, além de expor os produtos, essas unidades se tornaram microdistribuidores de vendas feitas pela internet.

Com isso, ganhamos velocidade, reduzimos custos de frete e levamos mais clientes para dentro da loja. Para tanto, a Mormaii acreditou no modelo Omnistore, pois era preciso dar fim à concorrência entre os canais on e off-line e ser apenas Omni.

Na época o e-commerce era mais barato, porque os lançamentos estavam disponíveis primeiro no online e porque alguns produtos eram exclusivos da loja virtual.

Hoje as vendas geradas pelos marketplaces, afiliados e e-commerces próprios são atendidas pelas 38 franquias, 8 Docas, 11 fabricantes e 9 Multimarcas e distribuídas pelo Brasil, no que diz respeito a estoque e entregas.

Consumidor e suas expectativas

O consumidor busca mix de produtos, geolocalização, custos adicionais cada vez mais baixos e um atendimento omnichannel de qualidade.

Trocas e devoluções são uma realidade no ecommerce, a moral que como você e sua empresa lidam com este processo.

Atendimento pelo WhatsApp, para integrar e interagir através da mais poderosa ferramenta de comunicação da atualidade e integramos informações do cliente, logística e catálogo, facilitado através do Boot o atendimento ao consumidor final e claro também vendemos por lá.

Redes sociais super ativas, as senhas de nossas redes sociais estão com o marketing, SAC e até na recepção, sim a nossa recepcionista tem senha das redes sociais, não deixamos de interagir com ninguém.

Transportadoras e fretes, assim que começamos a expandir o modelo omni notamos a incrível diferença entre o frete calculado de uma única origem a fretes calculados pelo CEP das lojas. Hoje nos permitimos ter um frete único de R$ 7,90 para todos o Brasil, frete grátis para algumas cidades e campanhas com frete grátis para todo o Brasil. Nosso sistema integra quatro diferentes transportadoras, tudo automatizado.

Por último, mas não menos importante, a Lei de proteção de dados (LGPD) onde nos preparamos e nos adaptamos para tal, algo que não foi nada difícil, pois sempre levamos muito a sério os dados dos nossos consumidores. Nosso banco de dados é super monitorado e proprietário, deixando livre ao consumidor aceitar, excluir ou não aceitar a entrega de conteúdo Mormaii. Aqui, outro diferencial, nosso conteúdo é desinteressado, comunicamos life style.

Franquias Omnistore

Para materializar a renovação, os franqueados também ganharam mais atenção, recebendo treinamento constante.

Anteriormente, as lojas da marca eram abertas de forma independente e não havia padronização de estrutura, nem de apresentação de produtos, assim como qualquer tipo de orientação de gestão de estoque.

Hoje, as franquias são ambientadas num clima de casa de praia e as lojas são espaçosas, para que os clientes possam interagir com os produtos, seja um óculos de sol ou uma prancha. Outro ponto foi a padronização de preços — o preço omnichannel. “Não existe preço online e preço off-line”.

Quem faz a venda é a loja mais próxima do consumidor, barateando custos de frete com maior velocidade de entrega. Nos dedicamos a geração de conteúdo, eventos, atletas, fidelização do cliente e vitrine dos mais de 4.500 itens disponíveis no portal.

O cadastro de produtos na internet é outro processo que deve ser seguido à risca. Fotos, títulos, descrições – tudo segue o mesmo padrão de detalhamento, onde quer que o produto esteja à venda.

A sincronização e distribuição dos ganhos em cadeia é a peça-chave do modelo Omnistor que, por meio de um único sistema, consegue gerenciar pedido, faturamento e tracking das entregas (rastreamento de pedidos).

Mais que abrir franquias, o foco  nesse momento tem que ser aperfeiçoar o serviço de inteligência e assistência ao franqueado.

Vamos em frente, pois se correr o bicho pega, se ficar o bicho come.

Aloha!

O post Se correr o bicho pega, se ficar o bicho come apareceu primeiro em E-Commerce Brasil.

Na próxima semana farei mais um review com depoimento e resenha sobre Se correr o bicho pega, se ficar o bicho come. Espero ter ajudado a esclarecer o que é, como usar, se funciona e se vale a pena mesmo. Se você tiver alguma dúvida ou quiser adicionar algum comentário deixe abaixo.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.