Ads Top

E-commerce internacional: o que é necessário para vender para o exterior

O brasileiro tem explorado cada vez mais os sites e aplicativos de compras online, sejam eles nacionais ou internacionais. E, apesar de compras vindas de outros países chegarem em massa no Brasil, o movimento contrário também está em crescimento. De acordo com o relatório Webshoppers 39, da E-bit|Nielsen, as lojas online do Brasil geraram R$ 7,7 bilhões em pedidos internacionais no ano de 2019.

Apesar da ideia de atingir um público ainda maior e alcançar novos clientes fora das fronteiras chamar a atenção, implantar um e-commerce internacional exige conhecimentos além do básico necessário para manter a loja em apenas um território. Relacionei alguns pontos para você saber o que é preciso para expandir os negócios internacionalmente.

Estudar o mercado do outro país

Nem tudo que faz sucesso aqui também é tendência em outros países. Por isso, o primeiro passo é compreender se há interesse da população de outras nações nos produtos a serem vendidos — além de estudar a movimentação das lojas que são futuros concorrentes. Para ter um panorama das compras em outra nação, é válido observar os marketplaces desses lugares. Caso o cenário for promissor, busque a inserção da loja através de plataformas de anúncios mundiais, como Google Adwords e Facebook Ads.

Conhecer a legislação

Outra questão delicada são as leis do país para onde se planeja exportar. Afinal, apesar de os produtos serem brasileiros, a legislação do território no qual ele adentrará também é válida. Portanto, compreenda o que é permitido no país, seus padrões e exigências de importação e quais serão os novos impostos a serem pagos — dessa forma evitará custos extras e punições.

Planejar os envios

Depois de saber o que pode ou não pode entrar em outros países, a entrega dos produtos é o próximo planejamento a ser feito. Existem diversas empresas que prestam o serviço de entregas internacionais. Os Correios, inclusive, é uma das empresas que estabelecem diferentes categorias de transporte, com condições e preços que variam. Observe as opções presentes no mercado e escolha a que mais se encaixa no seu tipo de mercadoria e no valor que pode pagar.

Bom funcionamento da loja online

Por último, é importante ter certeza de que a sua loja online funciona bem com os atuais clientes em território nacional antes de querer expandir. Há ações que serão ainda mais necessárias com uma maior demanda. Como, por exemplo, um bom sistema de comunicação pós-venda, organização de estoque e contabilidade.

Todas as áreas da empresa devem funcionar bem e estarem conectadas, a fim de oferecer o melhor serviço, vender de forma organizada e dar conta das novas demandas. Minha dica é buscar entender melhor o que é API — sigla para Application Programming Interface, ou Interface de Programação de Aplicativos. Assim que compreendido, passe a aplicar este conceito no negócio — que visa a integração de sistemas.

O post E-commerce internacional: o que é necessário para vender para o exterior apareceu primeiro em E-Commerce Brasil.

Na próxima semana farei mais um review com depoimento e resenha sobre E-commerce internacional: o que é necessário para vender para o exterior. Espero ter ajudado a esclarecer o que é, como usar, se funciona e se vale a pena mesmo. Se você tiver alguma dúvida ou quiser adicionar algum comentário deixe abaixo.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.