Ads Top

Descubra qual categoria foi a revelação do e-commerce em 2020

Com as medidas de distanciamento social criadas em março de 2020, mudamos fortemente nossos hábitos e preferências de consumo. De modo geral, os brasileiros passaram a comprar mais pela internet, fazendo diversos segmentos do e-commerce decolar no país. Mas podemos dizer que uma categoria foi a grande revelação do ano: Pet Shop!

Não é exagero. De acordo com o último Censo, a população pet no Brasil é de aproximadamente 141,6 milhões de animais — liderada por cães (38,9%), aves (28,2%) e gatos (17,44%). Números atualizados mostram que o Brasil está em 3º lugar no ranking mundial de faturamento, atrás apenas dos Estados Unidos e da China.

O Instituto Pet Brasil mostra que o setor como um todo vem em uma curva ascendente nos últimos anos, com faturamentos de R$ 34,4 bilhões, em 2018, e R$ 35,4 bilhões, em 2019. A projeção para 2020 é encerrar o período com crescimento de 13,5% em relação ano anterior, chegando à marca de R$ 40,1 bilhões.

O market share do setor nos três primeiros trimestres de 2020 ficou assim: pet food (50%); venda de animais direto dos criadores (12,1%); pet vet (11,8%); serviços gerais (10,4%); serviços veterinários (10,3%) e pet care (5,6%).

Por que cresceu?

Além de investir no próprio conforto para as jornadas de home office, muitas pessoas passaram a dar mais atenção ao bem-estar dos seus bichinhos de estimação. Roupas, acessórios, mobiliário, alimentos e produtos para dar banho em casa ganharam mais importância para os tutores de pets.

Importante lembrar que, para driblar a solidão, muitos brasileiros recorreram à adoção de animais. A ONG União Internacional Protetora dos Animais, localizada na Zona Norte de São Paulo, registrou aumento de 400% na procura por cães e gatos durante pandemia.

Em julho, a prefeitura do Rio de Janeiro realizou uma live no Facebook para usuários interessados em adotar 50 cães e gatos. Quase 23 mil pessoas acompanharam a transmissão e todos os bichinhos ganharam um novo lar para compartilhar seu afeto.

Pet Shop no e-commerce

Do total faturado pelo setor de Pets em 2019, 3,7% corresponderam às vendas online (cerca de R$ 1,3 bilhão). De acordo com o Instituto Pet Brasil, a cifra deverá passar de R$ 1,6 bilhão em 2020, somando canais com vendas total ou parcialmente virtuais.

Um estudo da Nuvemshop é um bom exemplo de que de fato o comércio eletrônico vem chamando a atenção dos empresários. As lojas de pets registraram 219% de crescimento nessa plataforma entre o primeiro e segundo trimestre de 2020, sendo a segunda categoria com maior aumento no período.

O leque de opções para empreender no e-commerce é enorme. Afinal, além de loja virtual própria, é possível apostar em marketplaces. No Mercado Livre, termos como “arranhador gato”, “aquário”, “gaiola hamster”, “bebedouro”, “gaiola calopsitas”, “caminha para cachorros” e “portão pet” aparecem constantemente entre os mais buscados na categoria Animais.

No Amazon Marketplace, alguns dos best-sellers são sachês de ração úmida para cães e gatos, fonte/bebedouro para gatos, tapete higiênico para cães e comprimidos mastigáveis contra carrapatos e pulgas.

Redes sociais e clubes de assinatura são outros canais que atraem consumidores em busca de variedade de produtos, comodidade para comprar e preços competitivos — sem esquecer do bom atendimento, claro.

Perspectivas para 2021

A retomada das atividades econômicas em 2020 ocorreu mais rápida do que o esperado incialmente, puxada principalmente pelos setores de indústria e comércio varejista. Mesmo que lenta, a retomada da economia é aguardada em todos os países do planeta — especialmente nos emergentes.

De acordo com projeções do FMI, o resultado do PIB brasileiro deverá ser de 2,80% em 2021 (em 2020, foi de -5,80%). O número é bastante parecido com o do Banco Mundial, que prevê PIB de 3% no próximo ano.

Como o impacto da crise foi bastante sutil para o segmento de Pet Shop, a expectativa é de que as vendas de itens para animais desacelerem um pouco, mas sem deixar de crescer em 2021. A dica para os sellers é diversificar os canais de vendas na internet.

Os grandes marketplaces estão investindo pesado em soluções para melhorar a experiência de clientes e vendedores. Para sellers de São Paulo, vale a pena ficar de olho no FBA Amazon. Trata-se de um programa de fulfillment criado pelo marketplace para agilizar entregas a clientes Prime.

Quem vende ou pretende ingressar nas plataformas da B2W (Americanas.com, Shoptime.com e Submarino), pode consultar o que é o B2W Fulfillment e como esse serviço pode beneficiar a operação.

A agilidade e eficiência do frete também estão sendo levadas a sério pelo Mercado Livre. Isso porque agora a gigante conta com sua própria frota aérea para pulverizar as entregas em outros estados com mais rapidez.

Se você já atua com e-commerce de Pet Shop, aproveite a chegada do novo ano para fazer uma análise detalhada da operação, otimizar processos e encontrar novas oportunidades de crescimento. Caso esteja estudando seu início no varejo online, pesquise os diferenciais de cada plataforma (comissões, prazos, exigências) e experimente diferentes possibilidades.

Sucesso nos negócios e até a próxima!

O post Descubra qual categoria foi a revelação do e-commerce em 2020 apareceu primeiro em E-Commerce Brasil.

Na próxima semana farei mais um review com depoimento e resenha sobre Descubra qual categoria foi a revelação do e-commerce em 2020. Espero ter ajudado a esclarecer o que é, como usar, se funciona e se vale a pena mesmo. Se você tiver alguma dúvida ou quiser adicionar algum comentário deixe abaixo.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.